Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Proibido consumo de bebida nos postos da Capital

03 de agosto de 2010 8

Está proibido o consumo de álcool nos postos de combustíveis de Florianópolis. As lojas de conveniência que funcionam nos locais poderão ser interditadas, ou até mesmo ter os seus alvarás de autorização cassados, caso descumpram as determinações previstas na portaria 002/2010, assinada hoje pelo delegado de Polícia Rodrigo Falck Bortolini, gerente de Fiscalização de Jogos e Diversões da Polícia Civil (GFJD).A portaria foi produzida em comum acordo com representantes do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis de Santa Catarina, que também demonstraram preocupação com a violência dentro dos postos.

O consumo de bebidas alcoólicas em lojas de conveniências ou nos pátios dos postos está proibido nos horários compreendidos entre 22 horas e 8 horas de domingo a quinta-feira, e da meia-noite às 8 horas nas sextas, sábados e véspera de feriado. As estatísticas oficiais mostram que 64% dos crimes resultantes em morte acontecem em via pública, estabelecimentos comerciais ou bares e similares. E você, concorda com a medida? Envie seu comentário para o blog do visor.

comentários

Comentários (8)

  • luiz fernando diz: 3 de agosto de 2010

    Enquanto isto não fazem nada para proibir o excesso de álcool e ruído no Koxixo’s, onde se verifica um total desrespeito à lei do silêncio e do consumo de álcool ao volante.
    Uma vergonha que só cabe numa simbiose entre a incompetência da PM de Fpólis e do Estado de SC.
    Sob a complacência do MPE, da Guarda Municipal e da Polícia Militar!

  • Rachel diz: 3 de agosto de 2010

    Quero saber quando vão proibir que fumem nos postos. Por mais que tenha o aviso de “proibido fumar”, as pessoas fingem que não veem (ou não veem mesmo) e fumam um cigarro atrás do outro do lado nos pátios dos postos. O posto Ipiranga ao lado do Angeloni no Santa Mônica fez inclusive uma área com mesas para as pessoas consumirem em frente à loja de conveniências. Ontem mesmo tinham algumas pessoas bebendo e fumando no local. Conveniente para alguns, um perigo para todos os outros.

  • Charles diz: 3 de agosto de 2010

    Corretissima. Alem do consumo deveria ser proibida a venda de bebidas alcoolicas.

  • Zé Folia diz: 3 de agosto de 2010

    Ridiculo, dia após dia sou privado de viver em liberdade pela incompetência alheia. Se no meu trabalho um projeto apresenta problemas, eu e todos envolvidos nos f*demos.

    Agora dia após dia proíbem coisas e mais coisas, tampando o sol com a peneira. Quem se mata em via pública quem sabe cumpre alguma lei…

    Experimenta chamar a polícia numa situação de emergência, aproveita e passa na conveniência do posto pra comprar uma cervejinha e um salgado, vai demorar 1 hora… Já nem se anima que vais ter ligar mais de uma vez.

    Se essa p*rra de cidade ta uma m*rda é por pura incompetência dos que trabalham para ela. E quem é que leva no rab* por isso? O prefeito viad*? O bando de policial vagabund*?

    No final das contas quem se f*de é a p*rra do cidadão burro tapado que tem meia dúzia de neurônios e não faz merda nenhuma além de estudar, trabalhar e beber pra esquecer dessa merd* de vida.

    Eu sou a favor é de matar todo mundo, vamos proibir todo mundo de viver de vez. Vamos tocar uma bomba atômica logo nessa merd* de cidade, nessa merd* de país, nessa merd* de mundo.

    Ta tudo errado, o mais sensato seria acabar com o mundo mesmo, botar fim nessa merd* toda.

  • Mauro diz: 3 de agosto de 2010

    … e os botecos, bares, restaurantes…??? não vendem bebidas alcólicas?? porque essa proibição somente com os postos? pq é + barato e cômodo e não cobra taxa de 10%?
    Tem que proibir em todos os estabelecimentos nestes horários, aí sim… acredito que haveria uma diminuição no numero de acidentes e ocorrências, mas desta maneira nem pensar…..

  • Jefferson diz: 4 de agosto de 2010

    Essa medida não faz sentido. Porque proibir somente durante alguns horarios. Logicamente falando, como queremos acabar com pessoas embriagadas dirigindo se vendemos bebidas alcolicas em lojas de conveniencia de postos de combustiveis. Um local destinado a abastecer veiculos!!!

    Pensem… A grande maioria, diria 99% das pessoas que compram bebidas em postos chegam até la…dirigindo!!! Quem compra uma bebida em postos compram a bebida, por exemplo, a cerveja, ja gelada. E como todos sabemos, ninguem gosta que a cerveja esquente, então, ja sai bebendo…

    Esse País Não Muda!!!

  • Fa diz: 4 de agosto de 2010

    Correto proibir a venda de bebedas? Ate que ponto? Vocês querem é acabar com uma classe de comércio que emprega pessoas e depende da venda pra sobreviver. Será que só a conveniencia parar de vender vai resolver o problema? Quem tem de deixar de vender São: bares, boates, casas noturnas, Festas em geral. Ai sim as lojas de conveniencia entra junto nessa corrente. Ser proibido e multado não o Comércio que revende e sim o CIDADÃO que não respeita a si mesmo muito menos o proximo.
    Brasileiro não tem EDUCAÇÃO. a LEI DA BEBIDA E DIREÇÃO JA EXISTE É SÓ POR EM PRÁTICA. CADE OS POLICIAIS NAS SAIDAS DOS POSTOS, BARES, RESTAURANTES, E CASA NOTURNAS, PARA ARRANCAR DAS MÃOS AS CARTEIRAS DE HABILITAÇÃO DESSES INFRATORES??????
    BRASILEIROS VAMOS MUDAR!!!

  • Jefferson diz: 4 de agosto de 2010

    Se as lojas de conveniencias dos postos dependem das bebidas alcolicas para sobreviver, aí temos um problema….

    Postos de gasolina tem que sobreviver de combustivel, a loja de conveniencia tem que ser somente um complemento, para manter o caixa ocupado enquanto nao cobra o abastecimento e ratear um pouco as despesas.

Envie seu Comentário