Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Quem ganha com as cadeirinhas?

31 de agosto de 2010 5

A partir de amanhã, crianças de até sete anos e meio não podem mais andar de carro, caso não estejam presas em uma cadeirinha de segurança no banco de trás. Concordo, apoio e sigo a determinação ao pé da letra. Tenho duas filhas: uma de um ano e meio e a outra de sete anos. Ambas têm seus respectivos lugares, uma com a cadeirinha e a outra com o cinto devidamente adequado a sua altura. Não vejo isto como uma obrigação. É questão de segurança. Ponto.

Mas e quem não pode desembolsar os tais R$ 250 para comprar e equipamento, como é que fica? Isto para falar, digamos, só nos mais em conta. Alguns chegam custar R$ 2,5 mil. Não é o preço que incomoda. É a certeza de que, mais uma vez, alguém está ganhando, e muito, com esta história toda. Lembram da obrigatoriedade das caixinhas de primeiros-socorros nos veículos? O que se vendeu de esparadrapo, gaze e tesourinha foi uma enormidade. Será que salvaram alguma vida? Tenho minhas dúvidas.

Mas o que ainda causa mais indignação nesta história toda é o total descaso com as crianças que utilizam o transporte coletivo. Elas não andam de ônibus porque querem. Mas por não terem outra alternativa para ir à escola. Como é que elas ficam? Será que vão ganhar algum dispositivo que aumente a segurança dos que andam espremidos entre dezenas de adultos, sem ter sequer onde se segurar para não cair a cada freada do motorista? Acho pouco provável? Talvez não representem um nicho maduro, como diriam os especialistas em marketing. Traduzindo: eles não representam juros e dividendos. As cadeirinhas sim…

comentários

Comentários (5)

  • Pedro diz: 31 de agosto de 2010

    Digamos assim, quem não tem R$ 250,00 para comprar uma cadeirinha, não devia ter automóvel. E é verdade, também não entendo esse “privilégio” dos táxis e dos ônibus eou vans escolares, uma vez que as cadeirinhas são instrumentos de segurança. É como o limite de velocidade nas estradas: se for para a segurança dos motoristas e caroneiros, também devia ser obrigatório para autoridades, bombeiros, ambulâncias e a polícia.

  • josé ernani freitas diz: 31 de agosto de 2010

    Também acho, que por oferecer maior segurança, a adoção das cadeirinhas, deixa de
    ser um dever, transformando-se em obrigação, para todos os cidadãos conscientes do
    país.
    O que não consigo entender é que as leis que vigoram aqui, parece, não são as mesmas
    de outras regiões brasileiras. Vê-se com frequência na mídia, algumas cidades em que a
    legislação de trânsito é simplesmente ignorada. Por exemplo: o transporte escolar, via
    pau-de-arara ou algo similar e, o mais comum, motoqueiros carregando diversas pessoas,
    sem capacetes e sem habilitação. Tudo isso, sem que se tome qualquer providência para
    a reversão do quadro. Multas, nem pensar! Perde votos!
    Nem vou entrar no caso dos ciclistas, porque ia ter muito o que escrever.

  • Marcos Cesar de Oliveira diz: 1 de setembro de 2010

    Fico tentendo entender essa LEI absurda.
    Portanto quem tiver 4 ou mais filhos não poderá mais sai para passear, ou terá que vender o carros e sai de ônibus?

  • jcanto diz: 2 de setembro de 2010

    se os governantes estão realmente preocupado com os nossos filhos, porque não criam uma lei, onde o fabricante ou governo, doa pelo menos uma cadeirinha, para cada pai de familia que tem um carro., afinal onde esta o nosso impostos, ainda mais que estamos no tempo de eleição. há e tem mais, quero trocar o meu voto por duas cadeirinha ou uma quem sabe.

  • canela diz: 4 de setembro de 2010

    Sr. Marcos, quem tem mais de 3 filhos, primeiro deve possuir um veiculo com a capacidade superior a 5 passageiros, pois cada veiculo tem uma capacidade estabelicida, Sr. jcanto, é por um grande numero de Brasileiro pensar da forma com o Sr. escreveu que o nosso pais é um pais do faz de conta, com politicos do nivel que estamos acustumados, uma legislação absurda, um judiciario lentooooooo, e um executivo corrupto e inoperante, o Sr. deveria trocar o seu voto, por melhores escolas melhores e mais HOSPITAIS, e um sistema de segurança Publica eficiente, em paises desenvolvidos culturalmente, isto existe, e quem tem filhos onpra o veiculo certo e a quantidade de acessorios para o transporte de seu filhos com o proprio dinheiro, e que falta realmente no Brasilzinho, e muita EDUCAÇÃO (cultura)

Envie seu Comentário