Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

PMs são retirados da rua para atuar à paisana na Assembleia

14 de julho de 2011 34

Foto Daniel Conzi

Pelo menos 32 policiais militares foram retirados das ruas, ontem, para uma ação diferente: ficar sentado, à paisana, na primeira fileira da galeria superior da Assembleia legislativa (foto), enquanto durasse a votação do reajuste dos professores. A ordem era para não levantar sob hipótese alguma.

Permaneceram lá por, pelo menos, seis horas. Cada um dos três batalhões da PM da Capital cedeu homens à operação. A única orientação era ocupar o espaço. Toda a ação de segurança para para enfrentar a tensão da votação foi planejada no dia anterior, na antessala do gabinete da presidência. O chefe de gabinete do deputado Gelson Merisio solicitou ao chefe da Casa Militar da Assembleia, coronel Paulo Henrique Henn, um plano para conter eventuais manifestações mais exaltadas. O temor era de que os manifestantes jogassem moedas nos deputados.

O coronel Henn encaminhou pedido de apoio de tropa aos batalhões da Capital. No linguajar militar chama-se canal de comando, quando militares são cedidos para atuar sob as ordens de outro oficial. Vale lembrar que os 32 homens cedidos não são da P2, o serviço de inteligência.

Os arapongas da Polícia Militar também estavam circulando pela assembleia livremente. Se for somado ao efetivo do Bope que foi deslocado para a Assembleia, mais o corpo da guarda da Casa e outras viaturas que foram dar apoio, chega-se facilmente a um efetivo superior a cerca de 100 policiais militares mobilizados para conter os professores. Sob o ponto de vista operacional, os militares comemoraram o resultado da operação, já que conseguiram fazer a contenção sem o uso da força.

O problema é destacar 32 homens, que estariam nas ruas, para permanecer sentado, olhando a manifestação. Um PM chegou a questionar as ordens e foi ameaçado de detenção por insubordinação. O blog entrou em contato com a assessoria da PM e com o comando do 4º Batalhão. Só não não conseguiu conversar com o coronel Henn, na Assembleia.

comentários

Comentários (34)

  • Daniel diz: 14 de julho de 2011

    Acredito que foi desnecessário retirar os Policiais que fazem o serviço fardado,poderiam ter mobilizado Homens da P2 que poderiam realizar este trabalho,acredito que a Ordem foi incorreto do ponto de vista que estes PM’s poderiam está nas ruas realizando o Policiamento Ostensivo,além disso o BOPE também não deveria está no local,já que foi criado o Batalhão de Choque que deveria ter atuado nesta situação e neste local,já que está é a missão do mesmo,ou seja,o comando não agiu errado,mas poderia ter se utilizado dos recursos de uma forma muito melhor do que foi utilizada nesta oportunidade.

  • Olinda Rodrigues diz: 14 de julho de 2011

    Eles pensam que somos fora da Lei como eles? Não somos ladrões, baderneiros nem nada…somos professores, educadores a quem eles confiam seus filhos. E agora chamam um contingente desses contra nós? Esse é o governo do colombo….os assaltantes e estupradores e assassinos estão nas ruas….bem a cara desse colombo e desses parlamentares que estão aí agora….bem a cara deles.

  • Valter diz: 14 de julho de 2011

    Vergonha!
    Não estão devendo nada para a Ditadura.

  • Ervin Sperandiio diz: 14 de julho de 2011

    Afinal estamos em 1971, ou estou tendo um pesadelo? Devo ter hibernado durante 40 anos ou é a volta da ditadura? Pagar mal os profissionais da educação é marca registrada do partido do Governador, agora tratá-los como perigosos, achei que isso já havia ficado no passado. Abaixo a censura e a ditadura.

  • Luciana da Silva diz: 14 de julho de 2011

    Que absurdo…aposto que pra ir atrás dos bandidos que fugiram da penitenciaria não montaram uma estratégia tão bem planejada. Claro, eles sabiam que os professores iriam ficar bem revoltados…também, acabaram com o plano de carreira da categoria…Meu Deus, que pais é esse! Que estado é esse!

  • Ru diz: 14 de julho de 2011

    É, para prender os foragidos da penitenciária não houve contingente nem eficiência, mas para fazer média e enfretar professores desarmados houve. Deus, como Santa Catarina pode chegar à esse ponto do ridículo?
    É triste, policiais retirados da rua para enfrentar educadores e bandidos soltos, nas ruas e em outros lugares.
    A polícia reclama do salário que ganha, os professores só lutavam pelo salário digno, é senhores políciais, que vergonha!!!
    Á Santa Catarina fica o herança da completa ignorância vinda do descaso com a educação.
    http://wwwrubiasouzarocha.blogspot.com

  • GILMAR RITTA diz: 14 de julho de 2011

    Qdo um REI é covarde, ele manda os súditos e se esconde de medo. Qdo um REI é honesto (leia-se REI DAVI), um Rei de Deus ele cuida do sei povo. Quando um REi é o DEMOcratas, ele pisa no seu povo, no povo que cuida das suas crianças e educa. Colombo Cristóvam colombo….
    gilmar antonio ritta

  • GILMAR RITTA diz: 14 de julho de 2011

    TENHO PENA DESSES MILITARES QUE ESTAVA NA PRIMEIRA FILA, FORAM FORÇADOS A IR LÁ. MUITOS DELES TEM FILHOS NOS COLÉGIO ESTADUAIS. E MUITOS DOS QUE O governo MANDOU BATER, SÃO PROFESSORES DAS SUAS CRIANÇAS. Que maldade tu fez Colombo.
    Aparece um Rio do sul, pra inaugurar qualquer coisa e me avisa, por gentileza

  • Gmramos diz: 14 de julho de 2011

    Oficiais da PM ganharam no final do governo passado um abono de R$ 2.000,00 por mês, enquanto isso os professores sofrem…

  • Luis diz: 14 de julho de 2011

    Ih, rapaz, será que tambem retiraram os policiais que prestam serviço de bico em boates, postos de gasolina,supermercados,shoppings e por ai afora?? Como é que ficou a “cobertura” dessas áreas privadas?? Nossas polícias estão, alem de precárias, privatizadas, politizadas e partidarizadas. Numa hora tem PM fazendo palanque para campanha eleitoral, noutra tão fazendo número em manifestação e à paisana… É o fim!

  • Otávio Ferreira diz: 14 de julho de 2011

    Parabéns a PM que estava ali pra proteger o patrimonio público dos baderneiros. Se eles quebrassem tudo o povinho ia tá perguntando onde estava a polícia. Parabéns a PM e parabéns ao BOPE.

  • Adriana Duarte diz: 14 de julho de 2011

    Concordo contigo Gilmar cheguei a ver um policial do bope ontem mexer o nariz para conter a emoção enquanto os deputados da oposição tentavam comover a velharada corrupta e desgraçada da base aliada.
    É Colombo o que é teu tá guardado. Czar dos infernos. Maldito da educação.

  • vera sa diz: 14 de julho de 2011

    HUMILHANTE PARA O POVO DE SANTA CATARINA
    PROFESSOR NÃO É BANDIDO E SIM OS DEPUTADOS QUE VOTARAM UMA LEI PASSANDO POR CIMA DO REGIMENTO DA PRÓPRIA ASSEMBLÉIA.
    E PASSARAM POR CIMA DE UMA LEI FEDERAL ALEI DO PISO PARA O MAGISTÉRIO , ELES SIM É QUE ESTÃO FORA DA LEI OS DEPUTADOS E NOSSO GOVERNADOR

  • celia marilia ribeiro diz: 14 de julho de 2011

    Não culpo os militares por estarem lá!!! eles só obedeceram o DITADOR. Quanto aos deputados, também, pediram reforços porque sabiam que estavam fazendo ” COISA ERRADA “. Esconderam-se também atras dos militares. MEDROSOS, FICARAM COM MEDO DE PERDER A TETA ( SE NÃO OBEDECESSEM O ditador). Voces é que deveriam estar naquela prisão onde a poucos dias houve uma grande fuga.

  • Gustavo diz: 14 de julho de 2011

    É bom mesmo botar os PMs pra vigiar essa cambada (deputados), vejam bem colegas PMs são esses mesmos senhores (deputados), que também votam o teu salário. 28 bandidos (deputados), votaram a favor da destruição da educação catarinense, destruição por que com salários de FOME vai ser aluno dando aula pra aluno. O sinal verde esta aberto, hoje qualquer um pode dar aula basta querer nem diploma vai ser cobrado. Um viva aos deputados que mostraram sua fiel incompetência partidária. Mostrar que o carater não é nescessario a um deputado.

  • rafael diz: 14 de julho de 2011

    Pelos videos que vi na propria RBS, de vandalos tentando quebrar os vidros do plenario da ALESC, tenho certeza que se nao fossem os PMs, esses militantes travestidos de professores teriam quebrado tudo…

    Tinha ate gente do MST dizendo que era professor… Maioria dos professores que conheco esta na sala, o resto que esta em greve era cabo eleitoral que perdeu a eleicao e acha que ganha no grito…

  • Angela diz: 14 de julho de 2011

    É!!!!! Voltamos a ditadura??????? O que é isso minha gente???? esse governo é vergonhoso !!!!!

  • Juliana Pereira diz: 14 de julho de 2011

    Agora já sei como fazer para ter segurança no meu bairro… é só programar uma manifestação de professores que o efetivo até então em falta aparece do nada… E ainda ser chamado pra proteger os maiores ladrões do país…Palhaçada!!!

  • Cidadão Indignado diz: 14 de julho de 2011

    Bando de políticos cretinos e hipócritas!! É sempre assim, quando são questionados legitimamente ou sentem a pressão dos cidadãos de bem; esses que se travestem de representantes do povo pedem a proteção policial. Queria ver se algum desses policias teria coragem de erguer a mão para um dos manifestantes, pois muito deles têm as esposas professoras, filhos na rede pública etc. A população vulnerável diante da ação de criminosos e uma tropa inteira protegendo essa corja de safados. Dinheiro para bancar a putaria que rola na administração, qualquer governo tem, agora quando se trata de dar melhores condições de trabalho para aqueles que, arduamente, tentam imprimir cultura e conhecimento nessa juventude descabeçada que temos hoje, aí todo e qualquer dinheiro é tido como despesa incompatível com os cofres públicos. Melhor coisa a ser feita no país todo e fechar todas as câmaras de vereadores, assembléias e o congresso nacional, pois se economizaria bilhões de reais por ano e tais políticos não fariam falta alguma para o povo em geral.

  • Ronaldo Farias Pereira diz: 14 de julho de 2011

    Se o pessoal da PM nao estivesse ali, esses bagunceiros que se dizem professores estariam quebrando tudo! Parabens aos PMS que demonstraram que ali nao é lugar pra quebra-quebra…Eram professores ou os militantes do PSTU que estavam la? Porque a Joaninha era a que mais berrava… E se o PT quer ensinar o colombo a governar, que primeiro faça o exemplo. A Deputada Ana Paula Lima era outra louca gritando no plenario, mas nao disse aos presentes que em Joiville, maior cidade do estado, os professores ficaram 40 dias de greve e ganharam 2% de aumento…

    ISSO MESMO, 2% DE AUMENTO O PT DEU AOS PROFESSORES DE JOIVILLE…

    Essa greve é política, parabens aos pms,,, Baderna se contem na borracha…

  • Cidadão Indignado diz: 14 de julho de 2011

    aguardando moderação??? essa é liberdade de manifestação do pensamento defendida pela rbs?? lamentável…é só falar alguma verdade que vai para análise, tsc, tsc, tsc…

  • Zaira Wagner diz: 14 de julho de 2011

    O QUE PENSAR HEIN???
    Se eles tinham ampla maioria na ALESC não precisariam ter deixado a greve se alongar…
    se o percentual de professores em greve era tão baixo, não precisaria desse policiamento pesado…
    se o nível de satisfação de vários professores fosse tão bom como anunciou PONTICELLI não haveria reclamação nem tumulto algum…
    Portanto com esta conduta do DESGOVERNADOR Colombina, chegamos facilmente a conclusão:
    ELE TEM MEDOOOO DE NÓS PROFESSORADA… Sua conduta mostrou a sua fragilidade.
    Ganhou a batalha jogando sujo e pesado, ditatorialmente… Mas não ganhou a guerra não…
    Nós somos os vencedores, somente nós que entramos dignamente nesta batalha, lutamos
    francamente e tivemos e ainda temos o apoio de grande parte da comunidade.
    E digo mais, faremos uma campanha massiva de repúdio às atitudes arbitrárias deste desgoverno.

  • Alexandre Schilickman diz: 14 de julho de 2011

    Eu quero saber porque não foi informado que não foi registrado nenhuma agressão da PM para com os professores.
    Quem foi “agredido” tinha esse direito…A verdade vai aparecendo. Polícia é que tava sendo agredida ali. Por um bando de militantes partidários.

    Ah, também foi divulgado que foram 1,5 professores no local. Só esqueceram de dizer que tinha chego 6 onibus de manifestantes que nada tinham com a causa do professores e adentraram pra fazer baderna.

  • Mãe diz: 14 de julho de 2011

    Nossa, Rafael, estou impressionada com a tua grandeza de pensamento…not.

    #vergonhaemsantacatarina

  • Marco Antonio Schmidt diz: 14 de julho de 2011

    Assembleia Legislativa lotada. Manifestantes de todos os lados. Quem garante que nas galerias só haviam professores do bem?
    Deixemos de ser demagogos. Não é novidade que em momentos como este centenas de pessoas aproveitam para fazer farra, muitos sem o mínimo conhecimento do assunto.
    Os professores deveriam ser os primeiros a agradecer o trabalho da polícia, que estava ali para garantir segurança. Em qualquer festa, evento com aglomerados de pessoas, haverá segurança, no caso da assembleia, por ser um poder do Estado, cabe a polícia garantir este direito de todos.
    Sinceramente? Tem gente que passa dos limites. Chega de discursinho barato e sem conteúdo. A segurança sempre existiu!

  • Maria Luah diz: 14 de julho de 2011

    Militares recebem seu soldo baseado em trabalho efetuado em prol da comunidade.
    Estavam lá p/isso, afinal, tdo o espaço fisico da assembléia, foi adquirido com o meu e o seu dinheiro, e, com o bando de
    vãndalos q lá estavam, (ñ me refiro aos profs, q lutam pela educação), mas sim aos baderneiros de plantão, contratados para isso! Conclusão: Obgados caros militares, por nos protegerem de tais pessoas!

  • Rosangela Barreiros diz: 14 de julho de 2011

    Esses “vandalos” meu amigo Rafael,são professores que não são bocas alugadas nem cargos comissionados do governo.São aqueles mesmo que educam sua familia,(se é que vc tem familia).Que estavam naquele momento,vendo um plano de carreira,(se é que vc sabe o que é isso),ir por ralo abaixo.Esses sacanas,e são verdadeiros sacanas,que esquecem do povo,quando estão no poder,mereciam mais que um empurrãozinho no vidro,sim…O povo pode ter memória curta,mais lembraremos por muitos anos,esse traidores da educação…Comparem nossos salários aos deles,em que são melhores que nós????Vendidos,corruptos essa é a denominação melhor.

  • Luciana da Silva diz: 14 de julho de 2011

    Muitos anos de estudo para qualificar a minha prática docente e ontem estava na ALESC, lutando sim, pelo meu plano de carreira que foi extinto pela corrupção. Os vândalos não estavam do lado de fora batendo no vidro, mas do lado de dentro exercendo o que eles mais sabem fazer: o mal as pessoas. Eu sou fraca e não tenho poder nenhum e eles provaram isso ontem ao ludibriar e exercer a lei conforme lhes convém. Com certeza, quem não depende da escola pública para educar seus filhos, como é o caso dos deputados, devem achar tudo aquilo um vandalismo mesmo, mas só quem vive a realidade da escola´pública, da escassez e da luta diária do magistério em qualificar o ensino, para compreender o mal que esse projeto de lei 026 vai fazer estado de santa catarina…mas o mundo dá voltas ….

  • Maria Luah diz: 15 de julho de 2011

    Como disse anteriormente em meu comentario ( q ñ foi postado), policias militares são pagos p/ defender o patrimônio público, e a assembléia é um deles; Vi tb, que se houvesse ali apenas educadores reinvicando seus direitos, ñ haveria necessidade de força armada, mas como bem vi e li, haviam lá pseudos educadores, militantes partidários sei lá do que, travestidos de educadores, por isso, meu muito obrigado aos nobres policiais que com determinação fizeram mais uma vez seu trabalho, nos protegendo de vândalos, baderneiros.

  • Melina Sadrax Cubinhese diz: 15 de julho de 2011

    Essa informação foi dada pelo militar, q ñ queria estar na assembléia?
    Bom, eu faço o q gosto e faço com competência, caso o x9, esteja tb descontente, simples…
    Junte-se aos petralhas da educação, militantes das próprias causas umbilicais , alheios aos alunos e a sociedade!
    Coronel Henns, parabéns pela competencia na área de segurança em nosso estado!
    Falhas existem, mas sei q o senhor tdo fará para saná-las!

  • Melina Sadrax Cubinhese diz: 15 de julho de 2011

    Essa informação foi dada pelo militar, q ñ queria estar na assembléia?
    Bom, eu faço o q gosto e faço com competência, caso o x9, esteja tb descontente, simples…
    Junte-se aos petralhas da educação, militantes das próprias causas umbilicais , alheios aos alunos e a sociedade!
    Coronel Henns, parabéns pela competencia na área de segurança em nosso estado!
    Falhas existem, mas sei q o senhor tdo fará para saná-las!

  • PATRICK diz: 15 de julho de 2011

    ENHO PENA DESSES MILITARES QUE ESTAVA NA PRIMEIRA FILA, FORAM FORÇADOS A IR LÁ. MUITOS DELES TEM FILHOS NOS COLÉGIO ESTADUAIS. E MUITOS DOS QUE O governo MANDOU BATER, SÃO PROFESSORES DAS SUAS CRIANÇAS. Que maldade tu fez Colombo.

    Aparece em JAGAURUNA, pra inaugurar qualquer coisa e me avisa, por gentileza

  • Daniel diz: 20 de julho de 2011

    Senhora Olinda Rodrigues,alguns dos Manifestantes se tornaram sim baderneiros e inclusive agrediram um Oficial da Policia Militar da Casa Militar da Assembléia.Além disso os senhores estão a 2 meses em Greve,e me desculpa aqui na minha cidade só ocorreu manifestação em uma única semana,e as outras,onde estes Professores estavam?Alguns estavam viajando(como um vizinho meu fez),outros estavam passeando pelo o Calçadão realizando compras,senhora foi uma minoria que ainda estavam ativamente em greve.Os Bandidos e os Traficantes,não estão soltos na rua não como a senhora afirma,pois a PMSC faz um belíssimo trabalho,mas acho que é complicado a gente elogiar a PMSC,é mais fácil criticar não é mesmo?Ainda bem que a PMSC e a PCSC,mesmo ganhando um salário miserável,nunca se esqueceram da sua Missão,ao contrário dos Professores que a esqueceram,e prejudicaram vários alunos,acho sim que vocês devem ganhar um salário muito melhor,claro que merecem,e concordo que se faça a Manifestação,mas não ficar 2 meses parados e comprometer os alunos que irão realizar o Vestibular,ENEM e entre outras provas,que seriam importantes para o futuro dos mesmos,poderiam ter pensado nestes alunos também.

  • Daniel diz: 20 de julho de 2011

    Luciana da Silva,como não montaram uma Estratégia tão bem feita?Senhora,a PMSC descolocou TODAS as Unidades do 4ºBPM,21ºBPM e 22ºBPM,além do BOPE,Batalhão de Choque e Batalhão de Aviação da Policia Militar,sem contar os Policiais do Comando Geral e da Agência de Inteligência-P2,e agora a senhorita vêm me dizer que ela não montou uma estratégia para recapturar os fugitivos da Prenitenciária?Além disso comunicou e enviou as fotos para os outros BPM de Santa Catarina,e contatou a Policia Rodoviária Federal(PRF) que realizou um grandioso cerco,claro a PM não fez nada e nem planejou nada.Acredito que a Senhora é mais um destes,que acha que a PM só atua em Manifestações,95% do trabalho da PM é combatendo o crime,e algo que eles fazem com total efetividade e capacidade de atuação.A senhorita deveria acompanhar mais os Telejornais,e procurar ter um conhecimento maior sobre a PMSC,eles têm site também.

Envie seu Comentário