Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 9 novembro 2011

Risco de colapso na Hercílio Luz é iminente, alerta engenheiro

09 de novembro de 2011 7

“A situação da ponte Hercílio Luz é de alto risco. Ela pode cair hoje, amanhã, a qualquer hora. Seu estado de degradação é deplorável”, alertou o engenheiro mecânico Honorato Tomelin, na reunião da Câmara de Transporte e Logística da Fiesc, realizada nesta quarta-feira, em Florianópolis. Esta foi a primeira reunião presidida pelo empresário Mario Cezar Aguiar, que acaba de assumir a Câmara.

Na opinião de Tomelin, que acompanha o tema desde 1991, “o andamento das obras está completamente parado por falta de recursos financeiros”. Ele afirmou que o “coração da ponte”, que é o vão central – com cerca de quatro mil toneladas de peso, precisa ser calçado urgentemente para não cair. Mas esse não é o único problema e Tomelin usa metáfora para explicar a situação. “A ponte tem cinco tipos de aneurisma. Qualquer um deles pode causar o colapso final”, disse, destacando, entre eles o processo contínuo de corrosão dos olhais (espécie de anel metálico usado no topo dos pilares da ponte) e a sustentação das torres.

Ainda de acordo com Tomelin, a ponte não tem mais nenhum “compromisso” com a mobilidade urbana, mas no curto prazo, poderia ser uma alternativa. Ela tem capacidade para a passagem de 45 mil carros por dia e condições de receber um corredor de ônibus.

A reunião teve a presença do engenheiro egípcio Khaled Mahmoud, um dos maiores especialistas em pontes suspensas no mundo, que concordou com Tomelin sobre o risco de colapso da ponte. Ele lembrou que a “irmã” da Hercílio Luz, a americana Silver Bridge, caiu em 1967 por causa do rompimento de um olhal. “Hoje, a proposta é substituir os olhais por sistemas de cabos, que mantêm a ponte com o mesmo visual, mas tem manutenção mais fácil”, disse.

Bookmark and Share

Estado inicia credendiamento para autogestão na Saúde

09 de novembro de 2011 0

Secretário de Administração Milton Martini dá entrevista nesta quinta-feira à tarde para falar sobre o lançamento do edital para credenciamento dos prestadores de serviço no novo plano de saúde dos servidores estaduais , o SC-Saúde. O objetivo é habilitar os consultórios médicos, clínicas, laboratórios e hospitais interessados. Para se inscrever, basta acessar www.sea.sc.gov.br e baixar o edital. A expectativa do governo é de aproximadamente cinco mil credenciamentos até o final do ano.

Com base nos preços praticados pelo mercado, o Estado elaborou uma tabela dos valores que serão pagos aos médicos, laboratórios e hospitais. Na Capital, por exemplo, será R$ 53 por consulta ao médico, enquanto no Oeste e Meio-Oeste este valor sobe para R$ 62. Atualmente, via convênio da Unimed, são pagos R$ 38 por consulta. O modelo de autogestão deve entrar em operação a partir de janeiro. Cerca de 180 mil pessoas utilizam-se do plano de saúde oferecido pelo governo do Estado.

.

Bookmark and Share