Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Reflexão sobre o trânsito

24 de novembro de 2011 1

Prezado Rafel

 

Gostaria que meu comentário seja publicado no seu blog Visor que aborda alguns problemas em Floripa entre eles o de transito.

Venho emitir minha opinião sobre algo que acontece rotineiramente em Florianópolis o desrespeito às leis de trânsito a exemplo do acidente que aconteceu na última sexta feira no final da beira mar norte próximo ao clube de remo, o automóvel que capotou por excesso de velocidade mostra como abusam do alcool e como excedem a velocidade, aquele carro poderia ter batido em outro que estivesse trafegando de forma correta.

Bastaria multar os motoristas que se acham espertos, bastaria algumas blitzes nas saídas das festas para multar e apreender o carro dos engraçadinhos que saem dirigindo após ter consumido e continuarem consumindo bebidas com por exemplo a vodca.

Bastaria multar os espertos que desrespeitam a fila no sentido beira mar norte continente e fingem que vão para o sul da ilha para no inicio do elevado forçarem a entrada.

Bastaria multar os apressados que não entendem ou fingem não entender os limites de velocidade.

Bastaria multar os miopes que não “vêem” a faixa exclusiva de ônibus na ponte.

Acredito que a prefeitura iria ganhar muito dinheiro se seguisse o exemplo de outras cidade como Fortaleza que criou uma autarquia de trânsito que juntamente com a polícia militar disciplinam o trânsito através da área mais sensível das pessoas o bolso, blitz lá é algo rotineiro tanto na cidade como nas saídas da cidade.

Fica a pergunta para refletirmos será que os infratores dos exemplos acima após pagarem pelas infrações repetiriam as “façanhas”?

É isso que tenho para comentar e gostaria que seus leitores refletissem.
 
De seu leitor habitante de Florianópolis, pagador de impostos e natural de Fortaleza.

Um abraço

Francivaldo

comentários

Comentários (1)

  • Mauricio Maciel Santos diz: 2 de dezembro de 2011

    Concordo 100%. É bem isso mesmo. No Rio as pessoas, sem distinção, de Romário a Desembargadores, estão sendo punidas pelo desrespeito a Lei. Enquanto houver impunidade, não vai ser possível melhorar o trânsito e outros aspectos da vida em sociedade

Envie seu Comentário