Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Risco de morte

23 de dezembro de 2011 15

arquivo pessoal

Leitor envia foto do termômetro na UTI do Hospital Regional de São José, marcando 32ºC. O ar-condicionado estaria com problemas há mais de um ano. Não precisa ser especialista em saúde para imaginar que um calorão destes, numa área de terapia intensiva, representa alto risco para os pacientes. Inclusive de contaminação.

comentários

Comentários (15)

  • João Carlos diz: 23 de dezembro de 2011

    E o ar-condicionado da sala do diretor estava com problemas também???

  • Mariana diz: 23 de dezembro de 2011

    Isso é o normal nas unidades de saúde do estado. Aqui em Florianópolis não é diferente. Prioridade é o turismo.

  • rafael_martini diz: 23 de dezembro de 2011

    é no regional de são josé

  • Fernando Wisintainer Luz diz: 23 de dezembro de 2011

    Caro colunista,

    Em resposta a sua nota, como Chefe de Gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, faço as seguintes ressalvas frente as informações publicadas:
    1) Ao primeiro sinal de defeito no ar-condicionado que atende a UTI do Hospital Regional de São José, esta Secretaria acionou, em caráter emergencial e urgente, uma empresa especializada em climatização visando a manutenção corretiva do aparelho. Há de se entender que um Sistema de Ar-Condicionado Central de um hospital do tamanho do Regional de São seja bastante complexo, prolongando seu tempo de reparo, o que no entanto não tardou a ser executado, tanto é verdade que a atual situação da climatização é estável, ou seja, dentro dos parâmetros aceitos;
    2)Aproveitando-se dessa infelicidade, em paralelo ao reparo, foi realizada completa limpeza e desinfecção do sistema que atende a UTI, manobra visando a não interrupção futura da climatização daquela sensível área e aumentando a proteção frente à possíveis contaminações;
    3) A Secretaria de Estado da Saúde já tem programada para o início do próximo ano a revitalização completa do sistema de ar-condicionado central que atende ao Hospital Regional e ao Instituto de Cardiologia, adotando assim a política da otimização dos custos e programando de forma sistêmica e não pontual essa importante recuperação. O sistema atual, que funciona há mais de 25 anos, necessita de renovação tecnológica e troca de peças que dificilmente seriam cobertas por um contrato de manutenção preventiva mensal. Neste ínterim, porém, manutenções corretivas tem mantido o sistema em funcionamento, não comprometendo o atendimento aos pacientes. Em meses quentes, entretanto, o sistema pode, devido a sua sobrecarga, apresentar defeitos como o ocorrido esta semana, que devido também as altas temperaturas tornam-se mais perceptivas em locais fechados como a UTI;
    4) Todo hospital da rede própria de Santa Catarina possuí um serviço de Controle de Infecção Hospitalar que monitora esses e outros fatores externos que podem comprometer o atendimento aos pacientes. Não sendo este o caso o serviço não recomenda a cessão da assistência no local, liberando a atividade de assistência de forma técnica e não por achismo.
    No mais reforço que o trabalho na Secretaria de Estado da Saúde tem visado o planejamento das ações de manutenção de forma criteriosa e completa, otimizando assim o Erário Público e o prolongamento e qualidade dos serviços realizado.
    Continuo à disposição para esclarecimentos.

    Att.,
    Fernando Wisintainer Luz
    Chefe de Gabinete
    Secretaria de Estado da Saúde

  • mariana diz: 23 de dezembro de 2011

    Rafael, está bastante claro na matéria que é o regional de Joinville. Não houve equívoco.

  • Thiago Meyer diz: 23 de dezembro de 2011

    A resposta oficial esconde que NÂO SE FAZ MANUTENÇÃO HÀ UM ANO. Todo verão tem crise lá. Economizaram com a coisa errada, agora funcionando precariamente. Não adianta tapar o sol com a peneira!!! Como tentam fazer fumaça para esconder a decadência da coisa publica, ppte saúde e educação. Agora, ponte, viaduto, duplicação sem ciclovia… Denuncismo?? O povo não vê nem a metade!!

  • Marcelo Andrade diz: 23 de dezembro de 2011

    Mais é um sem vergonha, cara de pau essa turma da secretaria da saúde mesmo.
    Queria ver se eles teriam coragem de dormir nessa UTI mesmo sem nenhum problema de saúde. Seus pilantra. assume tua imcompetência safado.

  • Funcionaria diz: 23 de dezembro de 2011

    Com a alta temperatura instalada dentro da uti do HrSj, devido o defeito do Ar condicionada, a proliferação da Bacteria Acineto Bacter é algo inevitável, a uti vai acabar passando por um surto de acineto novamente, ai fica muito fácil depois colocar a culpa na enfermagem.

  • andre souza de lima diz: 24 de dezembro de 2011

    Ao Senho Fernando Luz, Chefe de Gabinete. Faço das minhas as palavras do Thiago Meyer, Voces sao uns tremendo CARAS DE PAU, todos voces NUNCA tivemos um GOvernador DECENTE!!!! Todos sao da mesma laia Amim, Kleinubing, Pedro Ivo, Maldaner, Paulo Afonso, LHS, e agora este ex DEMonio, que agora esta adotabndo o discurso de mudar???? Mudar o que CANALHADA??????
    2012 teremos eleicoes…. FEREMOS A NOSSA FICHA LIMPA, nao votando neste canalhas que vc defende pra ter um emprego, PUXA SACO!

  • Sabrina diz: 24 de dezembro de 2011

    Acho q vc está falando do Hospital Regional de São Jose Dr Homero de Miranda Gomes, em São José, não é?

  • sandro diz: 24 de dezembro de 2011

    Como todas as outras materias o estado pronuncia que ano que vem tera melhoria e assim por diante. O engrassado e que sabe do problema mas os esconde. Sem contar que o Regional passou por algumas reformas no periodo de 2011 e pelo que eu sei tinha uma empresa de manutencao e cade ela ?

  • Henrique Specht diz: 24 de dezembro de 2011

    O chefe de gabinete da Secretaria de Saúde deveria então trocar a empresa que presta este tipo de serviço, pois o termômetro não deixa mentir… Quem sabe o dia que uma pessoa querida dele estiver lá lutando pela sobrevivência algo seja feito e então não será preciso esperar até o “próximo ano”. Não é secretário? De qualquer forma acho que ele deveria ser primeiro demitido e então contratar uma empresa seria para o serviço…

  • COM CALOR!!!!!!!!!! diz: 24 de dezembro de 2011

    Que bom essa matéria no clic.. No centro cirurgico da cardiologia , no Regional, o ar condicionado vive dando problema, fora que não previram instalação de ar nos corredores, onde passa-se um calorão dos infernos!!! VOU COBRAR A MANUTENÇÃO DO AR CONDICIONADO QUE O FERNANDO DA SECRETARIA POSTOU EM SEU COMENTÁRIO….

  • Marcos diz: 24 de dezembro de 2011

    O povo tem mania de reclamar de tudo. Querem que o poder publico seja responsável por tudo. Porque nao levam um ventilador de casa ? Uma hora querem segurança, outra educação, outra saúde. Vão plantar batata ! Assim nao vai sobrar nenhum dinheirinho que o povão paga de impostos para a turminha levar pra casa. Vamos deixar de ser chatinhos reclamando de tudo. Afinal nossas autoridades também passam por muitas dificuldades em suas vidas e nunca reclamam do povo. A única coisa que precisa ser feita é deletar este tal de Brasil.

  • Marcos Moretti diz: 24 de dezembro de 2011

    Tem que escolher o dia que o ar condicionado estiver funcionando pra cair na u.t.i aqui em sc , esse e o descaso com a saúde publica,o equipamento já tem vinte anos, e as empresas especializadas não querem se comprometer com a manutenção . Sem contar com a economia de enegia elétrica que um equipamento novo resultaria.É assim no Brasil um remendo, aqui outro ali,e a nota……..a nota???????

Envie seu Comentário