Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O desabafo de um cidadão

23 de fevereiro de 2012 10

  Prezado Rafael Martini,

 

É com tristeza e indignação que constatei mais uma sacanagem do setor publico na nossa Ilha Capital, contra o já tão massacrado cidadão contribuinte.

Terça feira de carnaval, fui à praia da Lagoinha e como faço a décadas, “quando consigo”, estacionei naquele local que todo mundo estaciona na areia ao largo do canto da praia, bem próximo ao rio.(o local tava entupido de carros)

O meu carro era um dos primeiros na entrada que dá acesso a praia, e como de costume, passei a tarde eu e minha esposa com muita paz e tranqüilidade aproveitando a bela tarde de sol.

Ao sairmos da praia, pra nossa surpresa, avistamos nosso carro encima de um caminhão guincho de uma empresa particular denominada “JURUNA”. (???????)

Não entendi nada, somente ao me aproximar percebi que a ação era coordenada pela nossa briosa Policia Militar de S.C. que multava vorazmente o que via pela frente e alguns poucos infelizes a critério da avaliação do olho do policial, eram sentenciados ao guinchamento, inclusive o meu.

Após apresentar os documentos do veiculo, perguntei se poderia desembarcá-lo, “negativo, somente no deposito” (???????), mas Senhor, estamos saindo da praia, cheios de areia, de shorts, com sacolas, cadeiras, etc. O policial teve senso de humor, sugeriu que pegássemos um táxi ou fossemos de ônibus.(ha,ha,ha)

Quanto a minha infração, fui informado que eu havia estacionado sobre o passeio.

Passeio (???????) que passeio, o local nem estrada é? Meu carro estava estacionado em local que dá acesso a praia e ali não tem rua nem passeio, muito menos pessoas caminhando.

Caro Martini, sou cumpridor das leis vigentes, pois faço parte desta cidade e também quero vê-la sempre limpa e ordeira. Estou indignado é com as ações que estão nos impondo. No caso, o veiculo não estava em via publica, não havia sinalização proibitiva, mas foi guinchado; A notificação é aplicada por policial militar, mas quem guincha é um terceirizado; Mesmo vc se identificando, seu carro é apreendido e só liberado no pateo do guincheiro; Detalhe importante, para liberação do veiculo, somente posterior o pagamento de R$ 125,00 em dinheiro ao gincheiro, o qual lhe apresenta um recibo em nome da SINASC (???????), que segundo ele é conveniada do Detran-SC, recibo este em papel xerocopiado contendo a seguinte frase:

“Recebemos a importância de R$ 125,00 referentes a pagamento de diárias e guincho”.

 

Desabafo: Coloquei um nariz de palhaço e me senti enganado e lesado pelo próprio Estado que está repassando o que deveria ser sua atribuição para empresas particulares prestarem “seus” serviços, amparadas em convênios alquimistas e a luz da legalidade, cobrarem sem dó nem piedade do indefeso cidadão.

 

João T. G. Almeida

Residente do Itacorubi-Fpolis

comentários

Comentários (10)

  • Fabiano Roberto Linhares diz: 23 de fevereiro de 2012

    Alem de infração de transito, cometeu crime ambiental provavelmente onde estacionou é região de restinga.
    Para de chorar e nas próximas eleições exige do teu candidato estacionamento e banheiro na praia.

  • Marcos diz: 23 de fevereiro de 2012

    Normal amigo, ninguém gosta de levar multa… muito menos ter o veículo apreendido.
    Na próxima, estacione em local adequado. Se você conscientemente assume o risco e coloca onde não deve, a culpa não é da polícia.

    Se a polícia não age e deixe se formar um pandemônio, a população reclama.
    Se coloca ordem e multa quem tá errado, também sempre aparece um inconformado.

    Não esqueça que o Sr. pode recorrer da notificação. O Rafael Martini, do jeito que gosta da PM, pode até auxiliar na defesa da multa. Podem até chamar o Cacau também pra dar uma mão…

  • Paulo Roberto diz: 24 de fevereiro de 2012

    Alguém está mamando nas tetas do Governo, hummm!!!
    Guincho terceirizado num domingo???!!!
    Não concordo com os comentários irônicos…”pimenta no dos outros é refresco”!

  • Maria Aparecida Nery diz: 25 de fevereiro de 2012

    A-DO-RO a Lagoinha, não somente por suas belezas naturais. É que lá tem estacionamento PARTICULAR a R$ 10 o dia todo, com sanitário e ducha. Um deles, meu preferido, fica em frente dessa APP na beira do rio, que os adoradores do pensamento politicamenete correto pretendem que papai estado tem obrigação de prover como estacionamento barato para quem quer curtir a praia). Isto é, se é APP, é área pública é, portanto, terra de ninguém. Só lamento que a PM nunca vá lá prender os espertalhões que cobram dos botocudos que estacionam ali.

  • Névio Fernandes Filho diz: 27 de fevereiro de 2012

    Meu caro João reconheço sua revolta, tanto a Polícia Militar, quanto o Estado estão em busca de multar do que informar ou orientar o contribuinte, aliado a policiais despreparados, mal educados, sem falar outros termos. Estamos completamente desprotegidos entregues a um Estado ganacioso e que não respeita os direitos fundamentais do cidadão.

  • Adalberto diz: 28 de fevereiro de 2012

    Prezado Névio,

    Se o cidadão é habilitado (CNH) deve possui conhecimento do Código de Trânsito Brasileiro. Ou seja, não cabe ao Estado orientar nada a alguém que sabe que está agindo de forma incorreta. É a mesma coisa que orientar um assaltante e não cometer mais roubos e liberar o mesmo.

    O problema é que o cidadão, além dos direitos, também possui DEVERES.
    O Policial só é mal educado quando o cidadão é mal educado, insistindo que é um anjo e que o errado da situação é o policial que está apenas cumprindo o seu dever.

    O concurso para a polícia é público, entre e faça a diferença.

  • Névio F. Filho diz: 28 de fevereiro de 2012

    Adalberto, muito obrigado pelo seu comentário, possuo esta opinião por já ter presenciado muitos exemplos de ineficiência estatal, pois também sou servidor público e o Estado ainda peca em ações que deveriam ser melhor estruturadas. Mas ainda acho que a pedagogia de mostrar o erro ainda é mais salutar do que multar friamente. Também conheço vários colegas que fazem a diferença em suas funções e não recebem a devida valorização, em síntese a evolução humana ainda é um desejo ao futuro. Abraços e continue participando com sua opinião valorosa.

  • LUIZ CALDAS diz: 1 de março de 2012

    “Tenho a nítida impressão que pode estar faltando planejamento nas praias e bairros da nossa querida Ilha. Não é admissível que ainda se coloquem automóveis de forma desordenada nos passeios, restingas, locais não autorizados, etc. Para tanto tenho como projeto apoiar a implantação de estacionamentos controlados, tipo zona azul nas praias de Floripa, monitorados pela Guarda Municipal, para incrementar inclusive a segurança. Aliás o efetivo da Guarda Municipal poderia ser aumentado e mantido exclusivamente pelos usuários da ZONA AZUL. O sistema deveria ser aplicado também nos bairros da Capital indiscriminadamente.
    LUIZ CALDAS, de Floripa capital cultural e turistica do Mercosul, dando exemplos para o mundo.

  • Maria Aparecida Nery diz: 1 de março de 2012

    Concordo com o Adalberto. Acho que os pais são os pais, os professores são os professores, e policial é policial. O resto, em matéria de cidadania é: flagrante delito? Sanção. Que é pra ver se as coisas melhoram. Principalmente para quem não tem boquinha no “serviço público”…

  • Edna de Carvalho diz: 15 de julho de 2012

    acho que temos problemas maiores para a PM se preocupar. Dias atrás uma amiga quase foi sequestrada por 2 menores numa moto e não havia sequer um policial na região.

Envie seu Comentário