Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cartada final pelo anel viário na BR-101

09 de março de 2012 2

A rejeição à recondução de Bernardo Figueiredo para a presidência da ANTT, quarta, no Senado, foi considerada uma vitória da bancada catarinense no Congresso. Deputado Esperidião Amin (PP) lembra que Figueiredo advogava em favor da concessionária OHL, responsável pela obra do contorno viário na BR-101, e não na defesa dos interesses do Estado.
Para não perder mais tempo, o coordenador do Fórum Parlamentar, Edinho Bez (PMDB), marcou ontem mesmo uma reunião com o diretor interino da ANTT para a próxima terça, dia 13, em Brasília. Quer levar os prefeitos de Biguaçu, São José e Florianópolis, o secretário de Infraestrutura do Estado, Valdir Cobalchini, além dos demais deputados.

comentários

Comentários (2)

  • Juliano Wagner diz: 9 de março de 2012

    Isso é um bom sinal. Já deveríamos estar em obras já. O anel viário nascerá já saturado, mas será um alívio no trânsito da 101. O país não pensa em infra-estrutura, e sempre estamos 50 anos atrasados. Colocam a culpa nos caminhões, quando nós mesmos é que não percebemos que o país cresce, e como qualquer país continental, destas proporções terá que ter obras e rodovias que comportem o fluxo normal. Nos EUA uma região com a mesma densidade populacional (como a grande florianópolis) tem rodovias de 8 pistas para cada lado. Além do anel viário, que não vai ser o suficiente, uma rodovia elevada acima da br-101 atual, tbm duplicada, como mais uma ajuda ao fluxo local. O brasil precisa conhecer e ver como é em países mais organizados a questão de infra de rodovias. estamos muito atrasados. Temos somente 200 mil km´s de rodovias. os EUA tem 6 milhões.

  • Jacob Daros diz: 9 de março de 2012

    A meu ver esta não será a “cartada final” uma vez que, como a Autopista está recebendo, através das taxas de pedágio cobradas nas cinco praças o correspondente as obras da alça de contorno, SEM EXECUTAR NENHUM INVESTIMENTO na mesma, ela irá procurar protelar eternamente a discusão sobre traçado, início e término, valor adicional e itens contratuais. Lembro que a ANTT, no momento não tem nem diretoria formada. Infelizmente, muitas viagens ainda serão realizadas a Brasília.

Envie seu Comentário