Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

De peito aberto

22 de março de 2012 2

Durante a aula de abertura do curso de formação de policiais civis, segunda, na Acadepol, o secretário de Segurança Pública Cesar Grubba resolveu abrir seu coração e falou abertamente sobre o tamanho do pepino que o governo precisa descascar com a falta de efetivos da PC e PM em SC. Para se ter uma ideia da ‘dor de cabeça’, na Polícia Militar o quadro ideal é de 16.040 policiais e o existente, hoje, é de 11,6 mil.

Já a Polícia Civil trabalha hoje com 52% do seu número ideal, que é de 5.997 agentes, enquanto que o existente é de 3.288. Em contrapartida, a população passou de 5.356.360 para 6.178.603 de 1999 para 2011. Em números absolutos, um salto de 822.243 habitantes. Apesar de todo este déficit, Grubba projeta um 2012 menos complicado com a incorporação de 656 PMs e 345 novos policiais civis.

comentários

Comentários (2)

  • Richardson diz: 22 de março de 2012

    Olha Rafael, um dos maiores problemas em se tratando de segurança aqui na Grande Florianópolis é a falta de um lugar para colocar esses bandidos adolescentes (ontem, pelo jeito mais duas tentativas de latrocínio envolvendo menores) me diz uma coisa, o “novo” São Lucas tá quase pronto? Por que desse jeito não da mais, se tirar uns 50 bandidos adolescentes de circulação os índices de segurança melhoram muito.

  • Schell diz: 22 de março de 2012

    Abrir o coração? Ora, ora e ora, pensei que ele fosse secretário de segurança do estado de SC, ou seja, responsável pelas ações de sua pasta. Fosse para abrir o coração, melhor seria chamar o Orlando Silva, Nelson Gonçalves, Maysa, por aí. Haja paciência com a conversa fiada de sempre: e os raimundianos já estão no “pudê” há 447 dias e o que sobra é “abrir o coração”? Por favor, caro Colunista, poupe-nos dos detalhes eleitoreiros.

Envie seu Comentário