Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Secretário-adjunto da SSP é indiciado por peculato

28 de maio de 2012 46

Confira abaixo a nota da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol) sobre o rumoroso caso do desvio de peças da SSP:

Hoje às 15 horas no Fórum da Comarca de São José os delegados Alexandre Carvalho e Rodrigo Green encaminham à Justiça o inquérito sobre as investigações do suposto desvio de peças de um ferro velho de Joinville.

Segundo o inquérito, José Theodósio de Souza Júnior, Sidney Martins, Rodrigo Nascimento e Elton Cesar Gonçalves foram indiciados por formação de quadrilha.

José Teodósio de Souza Júnior – Crime de Peculato

 Sidney Martins – Crime de Peculato

Rodrigo Nascimento – Crime de Peculato

Fernando Rodrigues de Menezes – Crime de Peculato

O artigo 312 do Código Penal tipifica o peculao como: crime de apropriação por parte do funcionário público, de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou privado de que tenha a posse em razão do cargo, ou desviá-lo em proveito próprio ou alheio.


Nota do colunista: Esta manifestação da Adepol evidencia o grau de tensionamento entre a entidade e a cúpula da SSP.

comentários

Comentários (46)

  • Priscila diz: 28 de maio de 2012

    Acredito que receber diárias indevidamente (dinheiro público) sem ter participado da viagem, ou seja, sem ter cumprido a missão e ainda por cima ter falsificado documentos para comprovar os gastos também seja crime de peculato. E o PAD contra do delegado que fez isso como está ADEPOL?

  • Fernando diz: 28 de maio de 2012

    Pois é, caro Colunista! Cadê o teu ímpeto jornalístico para apurar o desfecho do caso do Delegado Monteiro, que recebeu indevidamente diárias? Que falsificou documentos públicos? Você também ficou ofuscado com a cortina de fumaça criada pela ADEPOL para apagar o caso?

  • André diz: 28 de maio de 2012

    E as diárias como é que fica?

    Quer dizer que fazer um bom trabalho é excludente de ilicitude de crime de peculato sr delegado.

  • Padilha diz: 28 de maio de 2012

    Indiciar o Coronel Fernando é um afronta a uma pessoa que tem a Moral Ilibada. Tenho certeza, como leitor, que o Coronel vai provar sua inocência. Os documentos vão provar. Por outro lado isso vai é complicar o lado do Delegado Monteiro, pois eu, como pertencente a uma sociedade justa vou cobrar a mesma medida, tanto da imprensa quanto da comissão investigativa. Delegado Monteiro é um excelente profissional, mas esse ataque como forma de cortina de fumaça, vai é prejudicá-lo. Infelizmente o Delegado obrigatoriamente deverá ser demitido, por justiça.

  • Leo Bitter diz: 28 de maio de 2012

    Faltou dizer na notícia/ texto, quem é o Secretário Adjunto.. Qual dos quatro – quadrilha é o secretário.

  • Alvaro Porto diz: 28 de maio de 2012

    É isso mesmo… O exemplo tem que vir de cima…. Só espero que não caia no esquecimento, e que não seja apenas para aparentar que deram continuidade no caso…

  • Patrícia diz: 28 de maio de 2012

    Concordo plenamente com a Priscila. Sobre as diárias recebidas indevidamente foi silenciado… por que será?

  • Afonso diz: 28 de maio de 2012

    Concordo com o comentário da Priscila, pelo visto o que esses Delegados querem na verdade é a saída do Sec de Segurança,uma pergunta e se o MP não denunciar o Sec Adjunto? com que cara vão ficar esses delegados.

  • waldir goulart diz: 28 de maio de 2012

    Boa tarde,

    Não se pode mais acreditar em ninguem ate a lei esta fora, homens publicos que eram para dar respeito estão estaguinando nossa sociedade, é o governo do PMDB a muito tempo tem criado cobras e agora elas estao soltas, enquanto isso o atual governo so pensa em privatizar, o SAMU foi privatisado o Hosp Hanz Dieter de Joinville tambem esta sendo PRIVATIZADO, sera que todos sabem o que é privatizar? .
    Ele tem que privatizar a Assembleia ai todos vão trabalhar melho ate bater ponto, e tchau Fantasma.

  • Celso diz: 28 de maio de 2012

    Cargo comissionado deve ser ocupado por gente de fora das corporações públicas.

  • Edson diz: 28 de maio de 2012

    A policia civil nao se conforma hoje de ter um Coronel da Policia Militar e um Promotor de Justiça como secretarios da SSP. Cargo no qual maioria das vezes ocupado por Delegados Corruptos….Sujeirada e o Caso Monteiro vai ficar por isso?
    E o proprio Gordao seu processo em segredo de justiça, ninguem fala?

  • joel diz: 28 de maio de 2012

    Isso tudo é uma palhaçada, porque não prender o cachoeira,justiça pra que!!!!!! MONTEIRO É O MELHOR DELEGADO QUE EU JA VI!!!!!!!!

  • Adalton Andreolli diz: 28 de maio de 2012

    De cara a cara ninguém diz nada. Demagogos.

  • DUCA diz: 28 de maio de 2012

    Engraçado, será por que alguns gatos pingados defendem com unhas e dentes uma quadrilha que rouba do povo??????? Será por que são parentes?????? Alguma ligação deve ter, aida mais que esculacham justamente com quem foi o descobridor da gigantesca falcatrua!!!!!!! Cadeia pesada para eles!!!!!! Tomara que o processo continue fluindo de forma tranquila e esclarecedora, pois o povo acompanha atentamente seu desenrolar!!!!!!!

  • Rodrigo Santana diz: 28 de maio de 2012

    O desespero dos policiais civis, que não conseguem estabelecer-se pelo diálogo e competência, arrumam esta situação, injusta, contra pessoas idôneas…pena mesmo, uma cortina de fumaça para ofuscar o caso latente de irregularidade do Delegado Monteiro. Lastimável!!!!

  • Rodrigo Santana diz: 28 de maio de 2012

    Caro Duca,

    Talvez vc tenha chegado agora e não tenha ciência da verdadeira história que está por trás disso, é compreensível! Não tenho procuração para defender nenhum destes, mas sei da verdade…isso é uma cortina de fumaça para o caso Monteiro e “mais” uma tentativa da PC para derrubar o secretário de segurança pública, que está moralizando esta pasta.

  • Mauricio Dalla Costa diz: 28 de maio de 2012

    Uê! e o secretário Gruba não foi indiciado porque?só por ser promotor!Afinal ele faz parte da turma,e tem culpa já que foi conivente com a roubalheira. e o governador onde está que não tomou porvidência!? Que vergonha Governador,Santa Catarina quer uma resposta.

  • Marilia diz: 28 de maio de 2012

    Sei lá se vai acontecer alguma coisa,afinal eles se protegem e o governo passa a mão na cabeça. Vejam só que governo: no dia 11.5.12 o Tenente Coronel Ed Onner Paes Sá(aquele envolvido com maquina caça niquel) foi promovido a Coronel por ato 1020 do governador Colombo publicado no diario oficial 19.330. Voces acham que vai acontecer alguma coisa pra esse coronel Fernando? Se um cara respondendo um processo assim foi promovido imagina o resto.

  • Policial diz: 28 de maio de 2012

    Que saudade que os delegados estão do André e do Benedet na SSP hein??? Aquela época pintavam e bordavam, agora moralizou né? Que naba!!!
    E o Gordão? Por que ninguém comenta o processo contra ele?? Ahhh tá, tá em segredo de justiça…tolo ele!! Somos tudo uns bocó…salve-se quem puder..

  • rose diz: 28 de maio de 2012

    Olha pelo que estou vendo o QG do crime comandado pelo Sr.Grubba e bem servido de aspones que defendem toda essa sujeira,é maior do que a torcida do figueira e salve a pm catarinense…….

  • Paulo Pennaforte diz: 28 de maio de 2012

    A tropa de choque do escroque-secretário em peso comentando aqui.
    Concordo, um erro não justifica o outro, mas o delegado Monteiro foi exonerado, porque o secretário adjunto não? Me respondam, falsos indignadinhos.
    Seu Waldir, o (des)governo atual não é do PMDB, é do PFL>DEM>PSD. Tem que ler mais jornal, viu?

  • mano diz: 28 de maio de 2012

    Quero ver no que vai dar.Se as verdades vierem à tona p/ a população,qual será o desfecho.Moralidade já.

  • Roberto diz: 28 de maio de 2012

    É mesmo? Por que ninguém noticia o processo penal contra o Renatão? E o caso do Monteiro? Pq ta parado?

  • Mário C. Simas diz: 28 de maio de 2012

    Somente faço algum comentário publicamente em situações excepcionais. Esta é uma delas. Não se pode aceitar, em silêncio, que uma pessoa como o Cel fernando esteja sendo acusada de um crime. Conheço este cidadão há mais de 30 anos. Conheço sua família, seu círculo de amizades, sua história como profissional e como cidadão. É muito triste ver corporativismos idiotas e prejudiciais à sociedade provocar tamanhos desgastes para integrantes de instituições responsáveis pelo combate à violência e criminalidade, a maior demanda social dos últimos tempos. Lamentável, muito lamentável.

  • Luiz diz: 28 de maio de 2012

    Os cargos comissionados do gabinete da SSP estão fazendo plantão no blog. Também, tem mais é que ficarem defendendo o chefe, pois senão ficam coçando.
    Eu não cheguei agora, mas não tenho rabo preso e também sei o que aconteceu.
    Só que está para nascer o dia em que um Oficial da PM vai em cana.
    Pelo contrário, eles saem da linha, como o TC Paes Sá, e ainda são promovidos, vejam só que singelo.

  • Roberto diz: 28 de maio de 2012

    Rafael,

    Gostaria de saber: como está o processo penal contra o Renatao que todos estao comentando? E o do Monteiro?

  • kravo diz: 28 de maio de 2012

    O Gruba conduta ilibada? promotor de JUSTIÇA? ele praticar NEPOTISMO tendo a esposa como delegada regional em Rio do Sul, nao é crime? Se é p limpar, limpa TUDO.

  • Marcos Lucio diz: 28 de maio de 2012

    Essas denuncias, refletem os pecados de uns e de outros, é um balaio de caranguejo. Se for puxar “na vera”, vem um agarrado no outro. Nossa sociedade, mãe que é, sabe que isso é briga de irmãõs. Não adianta, quem tem telhado de vidro jogar pedra no telhado do outro. Melhor coisa a fazer . . fazer de conta que “tudo é tudo e nada é nada…” e a vida segue.

  • Daniel diz: 28 de maio de 2012

    O visor ta parecendo mais uma batalha entre a política civil e Militar do que um espaço de debate de idéias e opiniões.
    Não vejo um comentário imparcial, todos claramente demonstrando um acordo prévio e coletivo de defesa de uma classe, seja a Civil ou a PM. Nossos nobres policiais deveriam retornar ao seu trabalho e lutar por coisas que realmente importar, como o aumento do efetivo, combate a criminalidade e por que não, a integração das polícias.
    Eu que não faço parte de ambas as polícias, só consigo ver a escalada da criminalidade e a clara incompetência de inteligência da SSP.

  • Janaina diz: 28 de maio de 2012

    É lamentável toda esta situação em torno do Cel Fernando. Quem está tão preocupado em acusá-lo deveria estar preocupado em fazer uma pesquisa nos ambientes de trabalho por onde passou este homem idôneo, e verá que em quase 34 anos como policial militar sempre dispensou total dedicação e comprometimento com o serviço público prestado, o qual todos temos orgulho e que deveria servir de modelo para todo agente público.
    E o que será que aconteceu com o Delegado Monteiro? A sociedade espera uma resposta. Afinal, ele é réu confesso no caso das diárias, isto sim configura crime de peculato. Neste caso, sim, há provas. Já no caso do Sr. Secretário Adjunto, nada há contra ele. Querem é abafar o caso do Monteiro, para evitar constrangimentos e maiores investigações dentro da própria Polícia Civil.
    É…

  • Rose diz: 28 de maio de 2012

    Acho eu que essa lama deve se torna Publica Nacionalmente como foi o caso da boate da Marlene em Joinvile lembram onde varios Politicos, Cel e outros estavam fazendo festinhas( orgias )com nosso dinheiro,fato este levantado pela veja, tem muita coisas para serem descobertas tanto do lado da PMSC como Da Policia Civil

  • gilberto diz: 28 de maio de 2012

    E essa linha que divide policia de bandido hein?????? Cada vez mais tênue.

  • Valder Lemos diz: 28 de maio de 2012

    A investigação sobre o desvio de sucatas envolvendo altos cargos da SSP precede a denúncia de obtenção indevida de diárias pelo delegado Monteiro. Ambas as suspeitas merecem apuração e, se comprovada a culpa, a responsabilização dos culpados. O que não pode é continuar essa briga de comadres, com os dois lados trocando acusações e mobilizações em defesa própria sem apresentar provas concretas, ficando apenas no discurso. O mesmo se aplica ao delegado Renato Hendges, vulgo Renatão. Não o conheço pessoalmente, mas acompanhei muitos de seus trabalhos, como jornalista. Para mim, pode até ter méritos, mas sempre o vi como um delegado político, oportunista e de reputação manchada depois do fiasco nacional do caso do açougueiro Valdir Feroldi em Curitibanos, entre outros casos omitidos para não estragar o mérito das suas ações de sucesso. Deputado, secretário, delegado… Todos devem ser punidos quando praticam crimes, independente do cargo, função, posição social ou bandeira partidária. Aqui em Chapecó, o abastecimento da CASAN é precário, um risco à saúde pública. A Prefeitura e sua base eleitoral estão mergulhadas num mar de suspeitas e denúncias que vão das lombadas eletrônicas e merenda escolar até a morte de vereador da oposição, enquanto a cidade padece numa onda de violência e impunidade sem precedentes. Está na hora do MP, Polícia Federal e Judiciário acabarem com essa palhaçada!

  • Luiz diz: 28 de maio de 2012

    tomara que seja jugaldo como mande a lei

  • roberto diz: 28 de maio de 2012

    gostaria de dizer que a mascara tem que cair pois nao e possivel um policia que recebe no maxino R$5.000,00 por mes ter casa de prai, ter filho cursando universidade particular fazer festa todos os final de semana com esse salario acho que deviria renovar todo o detran/sc poisate que me prove o contrario todos estao envovido dar um investigada no comisario cunha e no delagado nivaldo

  • GIL diz: 28 de maio de 2012

    Agora o Coronel virou um anjinho, fez o que quis com o dinheiro público, agora tem que sofrer as consequências. Imagina como estão os coronéis, devem estar armando alguma para a civil. Falando em boate da Marlene, quem foi o promotor do caso que não deu em nada? A PM quer dominar o mundo, mas nem fazem o serviço direito, parece pinky e cérebro.

  • Antonio diz: 28 de maio de 2012

    Quantos motores “de ferro velho” o Coronel Fernando não deve ter pago por alguns comentários que apareceram aqui a seu favor… Francamente…

  • Realista diz: 28 de maio de 2012

    Na verdade funciona assim, cutucam de um lado, cutucam de outro, mais no final todos os cavalheiros sentam à uma mesa para um final feliz… arquive-se isso, arquive-se aquilo… abraços, beijos e administração feliz, pronta para tentar uma reeleição!

  • Ricardo josé de Souza diz: 28 de maio de 2012

    Com muito orgulho sou Cabo da PMSC e tive o prazer de ter o Cel Fernando como meu Chefe por muitos anos. Por isso posso falar com toda a certeza não baseado em informações de quem ouviu falar, mas sim de quem conviveu e por isso afirmo que o Cel Fernando é um homem de fé, caráter, personalidade e uma estrutura moral invejável. A justiça fará sua parte e será comprovada a inocência deste homem temente a Deus…

  • Paula Damasio diz: 28 de maio de 2012

    Meu Deus!!!!! Quanta gente desinformada. Escrevem o que querem sem a menor propriedade. Ao vencedor as batatas? AOS INIMIGOS A LEI AOS AMIGOS, TUDO!!! Esta é a máxima??? Quanta bobagem. A sindicância do Del Monteiro continua, e o indiciamento do subsecretário é fato. Mas enquanto a marcha da maconha tiver mais participantes do que a Marcha contra a Corrupção, enquanto achamos QUE O BRASIL AINDA É O PAIS DO FUTEBOL, vamos continuar patinando. Platão, Rosseau e outros refletiram sobre as nuances de uma democracia imperfeita. Corporativismo tem em tudo que é lugar!! É bom para a sociedade? É lógico que não. Antes de ser POLICIAL CIVIL, MILITAR sou cidadão. Precisamos aprimorar nosso Estado Democrático de Direito, pra isto precisamos estar em VÍGILIA PERMANENTE.

  • Tora diz: 28 de maio de 2012

    Vou dizer uma coisa, Lugar de Coronel é comandando Batalhão, Lugar de Delegado é em Delegacia, são policiais, têm que está é combatendo o crime e não no Detran se escondendo, tá cheio de militares e civis em cargos que deveriam ser de concursados, estão lá por apadrinhagem, achavam que nunca iam ser enchergados, agora terão que pagar pelo desvios que cometeram, a Justiça tem que ser feita pra punir se necessário.

  • Luiz Roberto de Quadros diz: 28 de maio de 2012

    Tomo a liberdade de me manifestar neste espaço, para dizer que conheço o Coronel Fernando há 35 anos, Policial Militar de conduta irrepreensível, tenho a maior certeza que sua honestidade será comprovada, pois essas acusações são infundadas e com certeza trata-se de uma cortina de fumaça para encobrir outras ações que acabarão mais cedo ou mais tarde vindo a tona, quem viver verá. Força Cel Fernando.

  • Paulo Roberto Fagundes de Freitas diz: 28 de maio de 2012

    Infelizmente, mais uma vez, o que se verifica são algumas manifestações desprovidas de quaisquer conhecimento das pessoas envolvidas nesse teatro montado por minoria da Polícia Civil, para desviar o foco do que , efetivamente, deve ser apurado e que parece já ter ficado no esquecimento do público, fruto do silêncio inexplicável da mídia. Na verdade o que ocorre é quase uma vindita contra o Coronel Fernando, que por ser da Polícia Militar nunca foi aceito como Secretário Adjunto da SSP ,por uma minoria influente da Polícia Civil, que, infelizmente, embora poucos, ainda resistem em seus quadros , servidores empedernidos, voltados ao passado, que não medem consequências, quando o alvo é a PMSC. E, pior, estão a contaminar os novos e competentes servidores da nova geração, incutindo nesses, com sua visão míope, viciada,retrógada, desconhecendo disciplina e hierarquia, sem respeito algum à instituição PM e seus componentes – repito – incutindo nos novos delegados, agentes, etc., um sentimento preconceituoso, calcado nas suas próprias, injustificadas e até odiosas paixões. O que, se um dia também e infelizmente ocorreu como recíproca na PM, graças à Deus, hoje é coisa de um passado já distante, visto o respeito, a consideração e a importância que os componentes da Polícia Militar, em todos os escalões, dão à valorosa Polícia Civil de nosso Estado, desde os bancos escolares de nossas Academia e Centros de Formação. O que ocorre é que esses velhos e rancorosos servidores da Polícia Civil entendem ser a Secrataria de Segurança um feudo deles , principalmente no que tange à cúpula diretiva. Para tais personalidades encarar um Secretário membro do Ministério Público e – absurdo dos absurdos – um Secretário Adjunto membro da Polícia Militar, mormente um Coronel, é simplesmente inaceitável, abominável!!!!!
    Lamentavelmente, essas pessoas, contaminando outras desavidadas, acabam criando um clima desfavorável, antagônico, conflitante entre as duas instituições, sendo a maior prejudicada a sociedade catarinense.
    Por isso alguns comentários, desprovidos de conhecimento de causa e das pessoas envolvidas, ditos por ouvir dizer ou por antipatias pessoais, além da agressividade que contém, não contribuem para nada. À esses, convido a visitarem as duas instituições ,o trabalho que realizam, o bem que praticam, a importância que tem na busca do Bem Comum, o sacrifício que fazem seus integrantes para , superando toda sorte de dificuldades, continuarem, como verdadeiros sacerdotes, levando segutrança à grei. Depois então exteriorizem com imparcialidade, sem paixões, sem sentimentos menores , seus juízos de valor!!
    Isto posto, quero unir-me a todos quanto manifestaram seu apoio ao Cel Fernando Menezes, que conheço muito bem, há muitos anos, bem como toda sua distinta família onde pontificaram e pontificam, outros membros, nas fileiras da Corporação, dois deles seus irmãos : um Coronel da reserva, que comigo serviu em duas os oportunidades , quando pude conhecer de perto os valores, os princípios, a orientação cristã trazida de sua família. Falo do Cel Roberto Menezes, hoje escritor e membro da Academia Josefense de Letras . Outro, Major Menezes, oficial do maior gabarito, também escritor voltado as coisas da PMSC. Faço esse preâmbulo, para agora referir-me ao Cel Fernando Menezes. Como aos seus irmãos, conheço-o desde aluno – oficial na Academia. Acompanhei toda a sua carreira , onde desempenhou as mais diversas funções, tendo uma passagem, já como coronel, na Diretoria de Finanças e Apoio Logístico, quando teve sob sua responsabilidade todos os processos de aquisição e pagamento dos mais diversos materiais, desde a compra de um fardamento até a aquisiçaõ de viuaturas , armamentos e equipamentos. Nunca, em tempo algum, o Cel Fernando maculou seus valores e princípios que sempre o nortearam como à sua família, como já afirmei antes. Cumpriu , SEMPRE, sua árdua função com absoluta honestidade e serenidade, ao tempo em que , dentro dos mesmos princípios, presidiu por duas exitosas gestões o Clube, hoje Associação dos Oficiais Militares, que também por duas gestões ,na década de 80, tive a elevada honra de presidir.
    Ficaria aqui, enchendo laudas e laudas, sobre a personalidade, a retidão, o compromisso com os cargos assumidos na PM ou agora na SSP; falaria de seu amor pela família, amigos e instituição PM; diria de sua condição de cristão praticante; registraria o que amealhou de patrimônio até hoje, ou seja, um carro já bem rodado e um modesto apartamento no bairro da Trindade; evidenciaria o respeito e a admiração que sempre tive E CONTINUO TENDO pelo Cel Fernando, fruto de uma convivência de mais de quarenta anos e que me permite sair em sua defesa nesse capítulo cruel em sua vida profissional e pessoal, proporcionado por motivos que nos levam a crer no quanto o ser humano pode ser leviano, inconsiderado , imprudente no trato de problemas , que conduzidos irrefletidamente, podem produzir sequelas muito graves de quem querem atingir de forma torpe, repugnante!!!!! Sim, por que indiciar o Cel Fernando Menezes em peculato , é não só agredi-lo injustificadamente e como forma de tentar jogá-lo à execração pública, como também estender essa agressão à própria Pollícia Militar e todos os seus componentes que, tenho certeza, o Coronel Fernanfo como uama das grandes referências na caserna!
    Infelizmente, à continuar tais procedimentos equivocados, viciados, mesquinhos,realmente fica muito difícil exigir que o outro lado atingido, agredido continue comportando-se como Cristo, dando sempre a outra face para a bofetada!
    Que o Ministério Público, seja , como sempre tem sido, na defesa da sociedade com isenção, idoneidade, equilíbrio, sendo referência em todo o Brasil, mais uma vez iluminado por Deus,na análise desse assunto e restabeleça a verdade!!!

    PAULO ROBERTO FAGUNDES DE FREITAS
    CORONEL RR EX COMANDANTE GERAL DA PMSC

  • Bandodetanso diz: 29 de maio de 2012

    Tolos somos nós, nos indignando, se estressando, debatendo, puxando sardinha pra um lado ou pro outro. E pra quê? Pra nada, no final de tudo, nada acontecerá, MAIS UMA VEZ. Na próxima campanha eleitoral lá estarão eles todos abraçados!!!

  • Janaina diz: 29 de maio de 2012

    Inteligentíssimo e verdadeiro todo o comentário postado pelo Cel RR Paulo Roberto Fagundes de Freitas. Conheço bem o nobre Cel Fernando e posso afirmar o homem de princípios, bom caráter, simples, honesto, de bem, cujos valores o nortearam frente à Diretoria de Apoio Logístico e Finanças, uma das muitas funções em que dispensou total dedicação e seriedade. Não levam em consideração que todas estas acusações agridem não só a ele, mas a toda sua família e amigos, que lamentam que tudo isto esteja acontecendo por conta de interesses políticos.
    Deveriam fazer uma investigação no patrimônio adquirido por cada um deles nesse tempo em que atuaram como funcionários públicos, e terão comprovações de quem verdadeiramente cometeu crime de peculato.

  • rose diz: 29 de maio de 2012

    Olha oficial da PMSC é igual a bananeira que ja deu cacho e tem uns da pior qualida para quem não lembra vou citar no minimo três ( Gainete,Caminha,Aton)o tempo do coronelismo ja foi,o que é um RR da PMSC? nada só mas um numero uma matricula e tem uns que não valem nem isso…

Envie seu Comentário