Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Leitor faz defesa do coronel Fernado

29 de maio de 2012 15

Coronel Fernando
 
Pessoas inteligentes falam sobre idéias; pessoas comuns falam sobre coisas;  pessoas medíocres falam sobre pessoas. Falar mal do Coronel PM Fernando Rodrigues de Menezes é coisa de quem não o conhece, até porque ninguém valoriza aquilo que não se conhece. O Cel Fernnando é um ser humano inigualável, de comportamento ilibado, corretíssimo, sempre pautando sua conduta pelos princípios da moral, da honestidade e das boas relações que devem existir entre as pessoas. De formação familiar exemplar, é um ser humano muito querido por todos e jamais cometeria dolosamente qualquer ato que desabone sua conduta. Ser subordinado do Cel Fernando é uma coisa muito prazerosa, um privilégio de poucos. Não aceitá-lo simplesmente por sê-lo Coronel da PM, aí é outra coisa completamente diferente que só o Miguel Livramento explicaria.
 
Atenciosamente,
 
José Cordeiro Neto

comentários

Comentários (15)

  • Tás tolo diz: 29 de maio de 2012

    Caro José Cordeiro Neto, pergunte a familiares, amigos e torcedores do flamengo se goleiro Bruno também não é um bom sujeito.

  • fernando diz: 29 de maio de 2012

    Tal declaração , hoje em dia , não se vê nem de filho para pai, muito menos de pai para filho… Vivemos em um mundo que pai estupra filho, homem quer ser mulher e mulher quer ser homem, mulher deixa marida para casar com outra mulher e homens fazem o mesmo… cara muito rico, quer ser bilionário e se quer tem tempo para gastar seu dinheiro, politico cheio da grana rouba dos pobres e se quer curte o seu dinheiro pois só deslumbra o poder , mente humana é assim mesmo, difícil de entender, as vezes esta em baixo de nosso nariz e não conseguimos ver … para bens pela declaração e no voto de confiança dado a “toridade”, afinal botar a mão no fogo assim tem que ter bravura … Tem nego que não bota nem pelo pai …

  • Humberto diz: 30 de maio de 2012

    só poderia ser subordinado mesmo.!!! se tem todos esses princípios conservados, é bem facil de se defender.!!!

  • fernando diz: 30 de maio de 2012

    Falou tudo Humberto …

  • Antonio diz: 30 de maio de 2012

    Engraçado… quando fizeram aquele fuzue por causa de um suposto crime de peculato (Que diga-se de passagem deve ser investigado), gerando a exoneração “ex officio” do Delegado Monteiro, antes mesmo de qualquer investigação ou IP, praticamente a sociedade catarinense inteira parou, houve movimento no facebook, passeata em floripa, mas ainda assim o indivíduo perdeu o cargo.

    Agora, que depois de vários meses de investigação constata-se indícios suficientes de autoria que levem ao indiciamento de tal oficial, vejo apenas outros oficiais ou subordinados defendendo-o e ainda assim o cara continua na pasta……

    MAS QUE BELEZA

  • Roberge diz: 30 de maio de 2012

    Antonio,

    A diferença é que o Monteiro confessou o crime. E não há provas contra o Coronel. Faz toda a diferença…

    Realmente causa perplexidade tanta comoção da imprensa vendida e dos amigos do delegado em pról de um réu confesso…

  • Antonio diz: 30 de maio de 2012

    Roberge,

    O sr. tem acesso ao IP? Como pode ter tanta certeza que não há qualquer prova?
    Será que os dois delegados presidentes do IP iriam se expor a ponto de indiciar alguém sem qualquer fundamento, por mera política?

    Não estou dizendo que pelo simples fato de haver indícios o indivíduo seja culpado, apenas digo que seria muita falta de inteligência por parte dos delegados indiciarem alguém sem conteúdo probatório algum. Caso o fizerem, e sendo provado que foi uma decisão política, o oficial que promova um processo contra as autoridades policiais.

    Ah e quanto ao delegado monteiro, até onde eu sei, ele confessou que houve um erro na emissão da diária, em virtude de uma viagem que iria realizar e acabou não o fazendo, e que só foi perceber o erro tempos depois. (Até onde eu sei é claro… mas também deve ser analisado e investigado…)

    OBS: O que eu quero dizer, é que é engraçado como o governo possui dois pesos e duas medidas:

    Num caso o delegado que estava investigando uma baita denúncia de suposta formação de quadrilha e desvio de peças envolvendo a cúpula da SSP é exonerado do cargo por causa de uma diária…..

    No outro, o indivíduo que se encontra no cerne da investigação, sendo o braço direito do chefe da pasta é blindado sistematicamente pelo SSP e o Governo….

    Interessante né

  • Paulo diz: 30 de maio de 2012

    Falta de inteligência em acusar inocentes, hmmmm… Voltemos à história e relembremos alguns erros absurdos cometidos pela Polícia Civil, com pessoas inocentes.
    Vamos refrescar a memória: o caso do Sr. Valdir Feroldi, de Curitibanos, que ficou preso durante 33 dias, acusado de ter assassinado com requintes de crueldade toda a família, quando todos sabiam que ele era inocente, passando por desgastes emocionais irreparáveis. E, mais grave ainda, um caso que, na época, foi muito discutido na mídia, inclusive em rede nacional. Quem não se lembra da pequena Gabrielli Cristina Eichholz? Supostamente estuprada e assassinada na pia batismal, em uma Igreja Evangélica na cidade de Joinville/SC. Pois é, o cidadão Oscar Gonçalves do Rosário foi preso na época (2007). Em 2008 foi condenado a 20 anos de prisão. Detalhe: no Tribunal, Rosário disse ter sido FORÇADO pela polícia a assumir a autoria do crime. Em 2010 o TJSC decidiu pela anulação do processo e soltura do rapaz por causa de uma série de irregularidades nos procedimentos policiais, constatando fragilidade nas provas obtidas. Em 2011 o processo foi arquivado e a Igreja Evangélica foi condenada a pagar R$ 200mil de indenização a família da pequena Gabrielli, pois, para a Justiça, o caso não passou de um acidente por NÃO HAVER vestígios de violência sexual contra a menina. A Igreja foi culpada por ter sido negligente.
    Não podemos esquecer que todos esses acusados possuem família, amigos, pessoas que gostam e acreditam na inocência destes, que tudo não passa de uma confusão de ideias. Infelizmente no Brasil, até que a justiça seja feita, estes inocentes e suas famílias estão amargando dias difíceis porque a sociedade que se manifesta e acusa desconhece a verdade.
    Pergunto: Até quando inocentes serão culpados por algo que não fizeram?

  • Bonassis Jacomino diz: 30 de maio de 2012

    Antonio,

    Eu li todas as matérias sobre as duas questões.

    Muito engraçado é o Monteiro receber dinheiro na conta dele e dizer que não sabia. Eu pelo menos sei de cada centavo que entra na minha conta. Até porque diária de delegado pra uma semana deve dar um valor bom né?

    Por outro lado, nenhum delegado mostrou nenhum documento nem nenhuma testemunha sobre o caso do Coronel. Até agora só tem a palavra deles.

    Interessante também é que todas as notícias dizem que o suposto envio de peças teria acontecido em dezembro, mas só botaram na imprensa quando surgiu o problema do Monteiro.

    Interessante é que primeiro vieram com um negocio de usurpação de função publica e não indiciaram por isso. Mudaram todas as acusações no final.

    E por que o Monteiro nao foi indiciado ainda se o caso dele ocorreu antes e é bem mais simples de ser provado? É só juntar meia dúzia de documentos e o depoimento dele próprio.

    Eu fui numa delegacia no final do ano passado reclamar de um furto. Eu sei quem foi o cara que me roubou. Eu disse onde tavam as minhas coisas e levei o nome de testemunhas. Sabe o que eles fizeram até agora? Simplesmente nada. Só posso concluir que eles trabalham apenas naquilo que é interessante pra eles.

    E por que atingir o gover é interessante pra eles?

    Qual o interesse do delegado Alexandre de levar pessoalmente o inquérito ao forum e ainda chamar a RBS pra filmar? Que eu saiba é um agente que entrega todos os outros inquérito. Por que esse deve ser tratado diferente?

    Então não dá pra negar que tudo isso não passa de uma briga política por meio da mídia. E quem perde são os cidadãos…

  • Maryana Corrêa diz: 30 de maio de 2012

    Vamos santificar o Coronel Fernandes!!! Ele é um santo!! E nós trouxas!!

  • LOURIVAL AFONSO diz: 30 de maio de 2012

    Sr. Paulo, qual sua certeza para afirmar que o Cel. é inocente, olhando seus comentários vejo que Vossa Senhoria é “Vaca de Presépio” de oficiais. Talvez toda sua indignação seja porque pela primeira vêz um Cel. da PM foi ” ouvido e indiciado” por delegados de policia. E olha que foi feito de tudo para isso não ocorrer, mas lamentavelmente e para desepero de meia dúzia inclusive a sua, o Cel. foi ouvido e indiciado, agora o processo segue o trâmite no judiciário é só aguardar. Calma, prudencia e canja de galinha, não fazem mal a ninguém.

  • eu diz: 30 de maio de 2012

    Olha vocês nem imaginan que a PMSC tem um trio de oficiais que é especialista em fazer investicação faudulenta ……..

  • Paulo diz: 30 de maio de 2012

    Sr. Lourival, estou defendendo os que são acusados injustamente. Os fatos citados acima, só ilustram que temos uma polícia que se atrapalha e que comete erros. Então não vamos acusar sem provas e culpar inocentes, como já aconteceu e provavelmente voltará a acontecer, porque é o jeito mais fácil de mostrar à sociedade que o trabalho foi finalizado com sucesso, mesmo que não haja culpados.
    Ao contrário do que o Sr. pensa, não sou “vaca de presépio” de oficiais, já que não pertenço a classe militar. Essa politicagem que virou a nossa Segurança Pública é nojenta, assim como em qualquer outra instituição pública, ou você se corrompe ou pede pra sair! Vamos aguardar o desfecho e espero, sinceramente, que tudo acabe bem. Porque enquanto os peixes grandes lutam em favor de seus próprios interesses, nós – a sociedade – estamos à mercê desta falsa Segurança.

  • Osni Dutra diz: 31 de maio de 2012

    Nos comentários tou vendo é um jogo em defesa de interesses. Vamos defender “fatos” e não “pessoas”.
    Temos uma PM e uma PC que para santos não servem, mas as defenderei até minha última vírgula ou ponto final.

  • Politicamente incorreto diz: 1 de junho de 2012

    Estou em dúvida, ajudem-me: Agora com o sumiço dos pneus do complexo da SSP, a Secretaria de Segurança Pública é uma pasta do governo estadual ou virou uma revenda de auto peças? com o Sr. Grubba de gerente e o cel. blindado como vendedor. Isso ainda vai dar muito lucro, menos pra população catarinense, é claro…

Envie seu Comentário