Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Urucubaca na hora errada

28 de junho de 2012 9

Coronel Nazareno Marcineiro, comandante-geral da PM, está chateado nesta quinta-feira. E com razão. Ele e sua equipe trabalharam pesado para organizar o seminário sobre tecnologia em Segurança Pública, recebendo policiais de todo o país, e o destaque na mídia foi… a mulher com farda, além do indiciamento dos soldados no caso da vaquinha.
Durante as manifestações no encontro, oficiais e civis fizeram questão de lembrar que a PM de Santa Catarina é maior do que estes episódios, tem tradição de quase 177 anos e é composta por 11 mil homens. O que magoou foi a exposição negativa por causa de ações impensadas de meia dúzia, que acabaram manchando a imagem de toda a corporação.

comentários

Comentários (9)

  • luiz fernando diz: 28 de junho de 2012

    Faz tempo que podíamos nos orgulhar desta corporação.
    Hoje são mais uma vergonha para nosso Estado e sua gente!
    E vamos parar com esta falácia de que eles não representam a corporação, representa sim a degradação daquilo que já nos orgulhamos.
    Fizeram o Luiz Henrique por duas vezes nosso Governador para poder se indisciplinarem!

  • Osni Dutra diz: 28 de junho de 2012

    Como é que é? Ele ficou “chateado” com policiais pegos em atos menores e não comentou os atos maiores de oficiais pegos pela DEIC?.
    Então tá. Chama a mãe que o pai tá doido.
    Sr. Comandante, a postura ética e moral que o Sr. deseja aos subordinados, exija primeiro dos oficiais e o Sr. terá nosso respeito.
    PS. Não sou militar, apenas um simples pagador do seu e dos outros salários públicos.

  • Schell diz: 28 de junho de 2012

    “Seminário sobre tecnologia em segurança pública”, ora, ora e ora: séria candidata ao título anual da série “me engana que eu gosto”. A insegurança é total, falta policiamento ostensivo e nas delegacias. Não se vê um mero policial fazendo ronda, no entanto (ó, ó, ó) o “negócio” é “aplicar” em tecnologia: haja paciência. Gostaria que tais “otoridades” disponibilizassem o quanto o estado gastou de dinheiro público na “efeméride”. Pobre Santa Catarina.

  • Carlos Alberto da Silva diz: 29 de junho de 2012

    Caro Martini,
    O comandante Geral tem toda razão, não cabe confundir as coisas, o que aconteceu com as fotos divulgadas, são fruto da imaginação, libido de seres humanos que tem a necessidade de fantasiar as relações, dai a documentar são outros quinhentos, mas ainda assim, são de caráter personalíssimo, alguém sacaneou alguém neta história que acabou sendo superdimensionada por falsos moralistas de plantão.
    Quanto ao evento em si, sobre as Autoridades Civis presentes ao evento, é preciso dizer que, nenhuma Autoridade Policial Civil de Santa Catarina ou mesmo do Brasil (27 Estados), faz parte do Grupo de debates ou mesmo organização do referido.
    Em um programa que, se refute a grande importância que tem e que na abertura foi discursado sobre a integração dos Órgãos que integram o Sistema de Segurança Pública, não haver sequer o convite a uma corporação tida como “Coirmã”, causa estranheza ou não haveriam em todos os Estados Brasileiros alguém com conhecimento no setor que pudesse discursar sobre o tema. Mas como dizem por ai, a festa é minha e pra ela eu convido quem eu quero.

  • Adelino João Marques diz: 29 de junho de 2012

    Olá Rafael,

    Fiz uma pesquisa e constatei que casos como o da vaquinha, das meninas fardadas e outros casos de repercussão sempre vieram à público quando de eventos positivos em que a PM se projetaria publicamente, como grandes operações policiais, aniversário da Corporação, liderança e inovação em Seminários etc.

    Ainda vou descobrir quem repassa tais informações – embora às vezes verídicas e sim, devem ser noticiadas – mas o faz somente para criar uma cortina de fumaça.

    Uma pergunta que não quer calar: como anda o caso dos policiais civis alunos da academia de polícia civil roubando e extorquindo???

  • Benevenuto Chaves Neto diz: 29 de junho de 2012

    Realmente com toda razão, até porque pelas informações que se tem na cidade de Videira acerca das fotos publicadas pelo DC, dão conta de que os PM estavam de folga, as mulheres não são prostitutas, a arma e munição fotografadas são de propriedade particular do PM e principalmente, foi em ambiente privado (casa do PM), ou seja, houve crime sim, mas o de violação da intimidade do PM e das mulheres. Espero que quem se apoderou indevidamente das fotografias e quem as publicou, respondam tanto na esfera cível como penal.

  • Fernando diz: 29 de junho de 2012

    Sinceramente, já passou da hora dos PMs começarem a boicotar a RBS.
    Como já mencionado, é impressionante como a RBS joga os holofotes pra alguma situação menor* sempre que a corporação está planejando algo de destaque (aniversário, operações, seminário internacional, etc).
    Até porque o policial não é obrigado a passar informação alguma para repórter. Pode até alegar sigilo funcional.
    E um excepcional isolamento de local de crime (30m) deixa a imprensa no veneno… e sempre que estão sem pauta, ficam ligando pro COPOM.

    * = convenhamos, existe coisa muito mais importante para se noticiar com destaque do que policial tirando onda com uma vaca de fibra de vidro, ou um homem e uma mulher terem fotos de sua intimidade reveladas aos quatro cantos, só por ser policial)

  • José M S Ribeiro Neto diz: 29 de junho de 2012

    Sou Polícial Militar aposentado e, tenho muito ORGULHO da farda e da organização em que trabalhei…trabalhei. Orgulho e Respeito por Políciais Militares e Civis, com os quais Trabalhei, Convivi. Muitos foram CORRETOS e de Moral. Cabe aqui o que aprendi em Minha Escola de Soldado e jamais esquecerei…(Cada Povo tem a Polícia que Merece). Se o Povo, a Comunidade é Corrupta, o que espera das Autoridades, de Policiais, de Juízes, etc.,…..Pergunto; De Onde Vem? De Onde nasce o Político, o Magistrado, o Promotor, o Médico, o Policial Militar e Civil etc.,…..se não do POVO, da COMUNIDADE…….REFLITA…nas Grandes Cidades, nos Grandes Centros, O POVO, A COMUNIDADE está Podre…a FAMÍLIA já não existe, poucos sabem criar seus filhos, educar e a orientar para um bom caminho. Nossa Geração, anos 40, 50, 60 e 70 modificaram PODERES que HOJE aí estão… a copiar as Nações do 1º Mundo Falidos, na Soberba de Nações Desenvolvidas e esquecemos de nossos Substitutos, Elegemos um Collor de Mello, Aturamos um Sarney e muitos Outros, aplaudimos o LULA, a Nossa Presidenta Dilma…que no passado faziam Guerrilhas e Seguestros, Assaltos para fazer, criar, Ideal baseado na DITADURA (Comunismo) em que queriam e DERRUBARAM a Ditadura existente…apoiado até então pelo EUA e outros países com fins intereceiros e agora José??? O exemplo vem de Cima, e depois de tudo apurado Vira PIZZA ou PASTELÃO. BLÁ…BLÁ….Os Puliça pegaram a VACA…os outros PEGARAM as Gatas…vão preso? Excluidos a EXEMPLO para a Tropa……E Aí José ? E Aí Rafael ? E Aí Osni ? Pergunto? Há!!! Pergunto sim, Os da Cueca, Os dos Bicheiros, Os das Fazendas, Os dos Caça-Niquel e Bingãos, Vão para onde? Prisão Domiciliar e com os vencimentos pagos por nós…Lógico eles já eram aposentados tadinhos e mal podem por o pão na mesa da sua próle…O ser humano é corrompido e erra…MAS AQUI ERRA…ERRA…E MUITO, Temos um Supremo Falho e até Corrupto…e assim sucessivamente…até chegar ao magistrado e aos Policiais (Militares e Civis) e ao Civil que enverga o Cargo Público…Brincando….”O que é uma mijadinha para os que fazem tanta CAGADA”. (Rezem muito pelos seus Filhos) Liberem a Maconha e a Cocaína…deixem os Di Menor na Boa, não interfiram na EDUCAÇÃO, deixem a SAÚDE tá na boa, Segurança por que Mané, o Rio de Janeiro (Tá ficando Lindo) e Sampa São Maravilhosos, vamos copiar eles……ACORDA BRASIL. Paz e Bem, para quem é do Bem…

  • Luis diz: 2 de julho de 2012

    As polícias querem se limpar, então que interrompam o processo de privatização(bico), politização e partidarização em curso. Em tempo, não justifiquem o bico por conta dos baixos salários, não é argumento. Policial que presta bico para posto de gasolina, estabelecimentos comerciais, casas noturnas, também , e com frequência , presta serviço para puteiro, jogo clandestino e até, por que não, tráfico. O bico, tolerado por corregedorias, governo, justiça e MP militar e até imprensa, é a porta aberta para o envolvimento da tropa com o crime. Não faltam exemplos. As polícias estão sofendo om mesmo processo de degradação que vemos em todos os âmbitos e esferas. O tempo de uma polícia respeitada, já passou.

Envie seu Comentário