Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Advogados querem vagas do TJ

03 de julho de 2012 11

Apesar das divergências políticas, representantes dos grupos de situação e oposição da OAB/SC estão unidos em pelo menos um objetivo: conseguir que a prefeitura de Florianópolis garanta vagas de estacionamentos para advogados no entorno do Fórum e do Tribunal de Justiça.

Nesta segunda-feira, os advogados Tullo Cavallazzi Filho e Marcus Silva protocolaram ofício dirigido ao prefeito Dário Berger reforçando pedido já feito pelo advogado Eduardo Pizzolatti e pela OAB.

Eles querem que as vagas do atual estacionamento usado por funcionários do Tribunal de Contas do Estado, ao lado da Praça dos Três Poderes, sejam cedidas o quanto antes aos advogados que militam no Fórum e no TJ.


comentários

Comentários (11)

  • Edenir Silva diz: 3 de julho de 2012

    Rafael – Não vejo, sinceramente, razão para privilégio aos advogados nesta questão. Que se deixe o estacionamento livre para todos. Quem chegar primeiro, estaciona. A OAB está arguindo – palavrinha que os causídicos gostam de usar – uma benesse que não lhe é prioritária.

  • Eduardo diz: 3 de julho de 2012

    A OAB, como se auto-denomina uma autarquiaa sui-generis, fugindo portanto da necessidade de realização de licitações e concursos públicos, bem como dificultando a fiscalização sobre a aplicação de seus recursos, deveria era locar, ou mesmo comprar, vagas em estacionamentos próximos e disponibilizá-las aos seus.

  • EDUARDO PIZZOLATTI diz: 3 de julho de 2012

    Edenir, não se trata aqui de privilégio para a OAB ou qualquer outro órgão ou pessoa. O que se pretende é resgatar as vagas retiradas dos advogados junto ao TJSC, que inclusive requisitaram as mesmas para seus funcionários. Hoje os advogados contam com apenas 5 vagas destinadas aos mesmos quando precisam “trabalhar”, ao largo que antes tinham 26… Ou seja, nada mais que um resgate do que lhe é de direito e em prol do jurisdicionado catarinense.

  • Guilherme Bossle diz: 3 de julho de 2012

    É impressionante como, toda vez que se fala em assegurar vagas de estacionamento para advogados, nas proximidades dos Fóruns e Tribunal de Justiça, aparecem sempre alguns desavisados falando em privilégios. Não há privilégio algum. O que há, da parte desses desavisados, é puro preconceito inconsequente. Saiba-se que, como eu, a esmagadora maioria dos advogados já arca com o custo (elevado) das mensalidades nos estacionamentos particulares da cidade. Porém, quando precisam se deslocar para audiências e sessões de julgamentos, têm que retirar o carro dos estacionamentos que pagam e, ao chegar próximo ao Fórum e Tribunal, não encontram vagas (nem pagas) para estacionar, pois a maioria delas já está ocupada gratuitamente por funcionários dos órgãos governamentais. Nós, advogados, não vamos ao Fórum ou ao Tribunal como as pessoas vão aos Shoppings. Esses locais constituem-se na extensão de nossos escritórios. Portanto, merecemos um tratamento condizente com a importância que a própria Constituição Federal diz que temos.

  • Carlos Amancio diz: 3 de julho de 2012

    Parabéns ao Doutor Tullo e também ao advogado Pizzolatti OAB pela iniciativa. O que não pode é o que acontece atulamente, vagas destinadas gratuitamente a funcinários de órgãos governamentais.
    O Sr, Bossle foi muito feliz em suas colocações!

  • Fagundes diz: 3 de julho de 2012

    Se não se mobilizarem, os advogados acabarão perdendo as vagas de estacionamento. Os funcionários do Tribunal de Justiça e do Tribunal de Contas estão de olho nas vagas. E olha que eles já têm seus estacionamentos. Reservá-las aos advogados é necessário para compensar a perda das vagas que existiam no estacionamento do TJSC. É bacana ver que todos estão trabalhando por esta justa causa.

  • Mendes diz: 4 de julho de 2012

    Eu também quero uma vaga de estacionamento para “trabalhar” no centro….
    KKKKK….

    Acho que os Advogados deviam é batalhar para uma maior fiscalização no cumprimento dos horários de Zona Azul proximos aos Fórum e a principalmente pela eliminação dos Flanelinhas que cobram mensalidades e fazem o que querem nas proximidades dos fórum e nos fundos do IEE…

  • Messias diz: 4 de julho de 2012

    Eu tava em dúvida em quem votar nestas eleições, mas a postura do Dr. Tullo, mesmo sendo oposição, apoiando a iniciativa da OAB/SC, mostra maturidade dele em não misturar as “coisas”.
    Parabéns.

  • kesio diz: 5 de julho de 2012

    O engaçado disso tudo é que ninguém fala que a Assembléia e o próprio Tribunal de Contas, este que deveria fiscalizar, ocuparam área públicas (fecharam ruas) para fazerem de estacionamentos para os seus………Eta cambada de metido……..e, a prefeitura nada faz.

  • Patricia Silveira diz: 5 de julho de 2012

    Eu sou advogada, mas sinceramente não vejo razão alguma em a OAB querer “tomar” para os advogados as vagas de um estacionamento que está sendo utilizado por funcionários de órgãos públicos. Os advogados não querem pagar estacionamento enquanto os servidores têm que pagar? Todos nós sabemos que 26 vagas não resolviam o problema da falta de estacionamento para os advogados, mesmo porque muitos deles deixavam os seus carros no TJ e saíam para fazer outras atividades no centro ou até mesmo estudar a tarde inteira na biblioteca. Trabalhando, meu caros, todos estão. Se estão achando muito problemático lugar para estacionar, que utilizem o serviço de vans já disponibilizado pela OAB e que está sempre às moscas. Ademais, como dito acima, com o valor exorbitante da anuidade paga por nós é bem possível à OAB que alugue um estacionamento próximo ao Fórum e disponibilize as vagas para os advogados.

  • marcelocardosodasilva diz: 11 de julho de 2012

    …estes “elementos”; digo PSEUDOs DRs.não se enxergam???…….Cambada!!!…Quando este “ESTADO” de coisas vai acabar???…Querem “ESTACIONAMENTO”???…Já à “INjustiça”; campeia de norte a sul e de leste a oeste; neste “ESTADO” DESgovernado!!!

Envie seu Comentário