Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Começou a troca de farpas na campanha...da OAB

06 de julho de 2012 14

Confira, abaixo, a íntegra da nota enviada pelo presidente da seccional catarinense, advogado Paulo Borba:

Uma pergunta que não pode deixar de ser feita: por que somente após ter lançado com estardalhaço seu nome como candidato à presidência da OAB/SC é que Tullo Cavalazzi, juntamente com Marcus Silva, escancara uma ação pela advocacia, quando podiam ter unido há muito mais tempo o seu nome à constante luta da instituição por mais vagas de estacionamento para advogados no fórum e no TJ? “Além de terem chegado atrasados, pois essa reivindicação já foi feita, eles candidamente admitem que estão reforçando pedido da OAB/SC”, ironiza o presidente Paulo Borba. “Por que não estavam lutando há mais tempo – sem demagogia – pela classe que propõem representar?

 

Nota do blog:

A informação a que Paulo Borba refere-se também foi publicada neste Visor.

 

 

comentários

Comentários (14)

  • Messias diz: 6 de julho de 2012

    Que violência ! Para que tamanha truculência ?
    Vc fez uma pergunta e eu te respondo
    Porque Marcão e Tullo vão suceder Vossa Excelência!

    Rimou ! kkkkkk

  • Márcio Gomes Lucio diz: 6 de julho de 2012

    Prezado Colunista, todos os advogados do Estado sabem que a ideia original para o estacionamento foi do Dr. Pizzollati. Ele pode fornecer a documentação pertinente. Mas fora a polêmica o que importa é que, de fonte segura, o presidente do TCE acenou com a possibilidade de ceder as vagas para os advogados já a partir de agosto.

    Att.
    M.G.L.

  • deborah diz: 6 de julho de 2012

    A proposta que viabilizou a abertura de vagas de estacionamento para advogados no Forum e TJ foi feita pelo dr. Eduardo Pizollatti, militante da oposição, um dos principais nomes do grupo que apóia Tullo Cavallazzi Filho.

  • Luiz Fernando diz: 6 de julho de 2012

    Por que a Justiça tem que prover estacionamento grátis para advogados?
    Se é para ser de graça, que seja para todos os cidadãos! Abaixo os privilégios de poucos abastados.
    Que pauta mais pobre a desta categoria.

  • Sérgio diz: 6 de julho de 2012

    A OAB/SC “anda” sempre muito parada.Agora,terá que “parar” para poder andar.Essa é uma representação de profissionais ou máquina de lavar roupa suja? Cruz credo!Te esconjuro OAB/SC.Péssimo exemplo para a sociedade.

  • marcelo diz: 6 de julho de 2012

    Olha Senhores da Toga…. que vergonha… que falta de que fazer…. será que é para isto que a OAB, existe….. brigar e lutar por vagas de estacionamento no forum… e as pessoas que eles defendem, e as pessoas que pagam e não é pouco para serem defendidas por eles.. será que também não teriam direito a este previlegio…

    Olha não sou da classe, mas o responsavel pela liberação ou não deste previlegio… deveria instituir a zona da toga…. e comprar R$ 1,00 por hora de estacionamento e os recursos serem voltados para campanhas.. principalmente da O QUE VOCÊ TEM HAVER COM A CORRUPÇÃO… seria mais que um gesto, seria a prova que a instituição deseja isto para o Brasil mais republicano…

    Ou ter uma vaga em estacionamento em área pública para apenas uma classe…. não seria uma FORMA DE CORRUPÇÃO…

    Por favor procurem coisas mais importantes para lutarem…

  • kesio diz: 7 de julho de 2012

    Gostaria de ver um dia o Luiz Fernando aguardando seu Advogado para uma audiência, e este chegar atrasado porque não conseguiu estacionar seu veículo. Cara, não é privilégio não, é coerência com as necessidades da profissão.

  • Fernando diz: 7 de julho de 2012

    Primeiramente, quero parabenizar o Messias pelo seu messiânico e divertido comentário.
    O presidente Paulo Borba perdeu totalmente a compostura.
    Primeiro inventou números de uma pesquisa e divulgou-os na coluna do Cacau Menezes, inflando-os para favorecer seu candidato oficial, o atual vice-presidente Márcio Vicari. Desmentido pelo site jurídico Migalhas, não veio a público corrigir a informação falsa.
    Depois resolveu atacar pessoalmente o Conselheiro Federal Paulo Brincas, ao invés de responder as críticas feitas por este.
    Agora ele ataca os advogados que se dispuseram a ajudar a classe e tiveram a hombridade de reconhecer que a OAB também trabalhou no mesmo sentido.
    Paulo Borba e Márcio Vicari lideram um clubinho fechado que pensa que só pode exercer cargos na OAB quem eles querem. Se seus opositores nada fazem, são criticados por omissão. Quando fazem algo pela classe, também são criticados.
    FALTA ALGUÉM DIZER QUE ELES NÃO SÃO OS DONOS DA OAB!!!

  • ODIR CALDAS diz: 7 de julho de 2012

    “A quantidade de veículos que trafega ou tenta trafegar em Florianópolis, uma ilha, impressiona e estarrece qualquer expert em mobilidade urbana ou planejamento. As fábricas não param de produzir, lógico, e o governo reduz impostos para o setor afim de manter o nível da arrecadação, mas, aumentando os danos ao meio ambiente. É a cultura do automóvel. Contudo, Florianópolis não é mais uma cidade provinciana do século passado onde a maioria dos motoristas consumidores iam às compras e estacionavam seus veículos em frente as lojas, principalmente da Rua Felipe Schmidt. Os tempos são outros. Entretanto, os advogados são indispensáveis à administração da JUSTIÇA e nessa ótica seria razoável que pelo menos a administração pública disponibilizasse junto ou no entorno dos Fóruns, vagas de estacionamento para os advogados que participassem de audiências, visto que as suas ausências ou atrasos injustificados prejudicam cidadãos comuns. Até deveria ser na ZONA AZUL que poderia ser monitorada pelos guardas municipais.

    Cordialmente;
    ODIR CALDAS, de Floripa dita capital imobilizada, cultural e turistica do Mercosul.

  • Alexandre diz: 8 de julho de 2012

    As notas recentemente encaminhadas pelo presidente Paulo Borba à imprensa revelam que ele não tem o mínimo respeito pela chamada liturgia do cargo. Somadas ao fato de que na semana passada ele “despejou” sumariamente o Sindalex da sala ocupada no prédio da OAB/SC (apenas porque foi divulgada no blog do sindicato uma notícia que o desagradou), elas revelam toda a sua PREPOTÊNCIA, ARROGÂNCIA e TRUCULÊNCIA. Em suas manifestações públicas ele também tem feito uso de IRONIA, repetida e inoportunamente, para atacar seus adversários políticos. Deveria cultivar outras características, como ELEGÂNCIA, ALTIVEZ, EQUILÍBRIO e RESPEITO.
    O Dr. Borba não pode esquecer que quando fala como presidente da OAB/SC está representando a classe dos advogados. Não pode, por exemplo, divulgar à imprensa números falsos de pesquisa eleitoral para favorecer seu candidato (MÁRCIO VICARI) e, após ter sido desmentido (pelos números verdadeiros da pesquisa, publicados no site Migalhas), esquecer que deveria ter cumprido sua obrigação de corrigir a informação.
    Paulo Borba foi eleito por apenas 31% dos eleitores aptos a votar. Justo ou não o sistema eleitoral da OAB, que permite uma situação dessas, o fato é que Paulo Borba foi eleito. Sua obrigação mínima, portanto, é comportar-se à altura da classe e da instituição que representa.

  • Giselle diz: 9 de julho de 2012

    Não concordo que esteja ocorrendo troca de farpas, Rafael. Você publicou primeiramente a notícia de que advogados de oposição teriam reforçado pedido feito pelo advogado Eduardo Pizzolatti (de oposição) e pelo presidente da OAB/SC ao prefeito da Capital. Em resposta (se é que uma notícia como essa justifica uma resposta), o presidente Paulo Borba passou a atacar aqueles que, como ele, estão trabalhando pelos advogados. Farpas, portanto, partiram apenas do Dr. Paulo Borba.

  • Luiz Fernando diz: 9 de julho de 2012

    Sr. Késio,

    Costumo deslocar-me com antecedência prudente quando tenho compromisso em regiões de difícil estacionamento. E costumo pagá-lo!

  • Névio S. Filho diz: 9 de julho de 2012

    A nossa OAB hoje está entregue a um bando de maçons que se vale de cochavos politicos para com a adminstração do Estado, um corporativismo escorchante e atentatório contra a verdadeira instituição. Há coisas mais importantes para resolver, parece coisa de mané, ficar brigando por vagas em estacionamentos ou em entradas em festas, nossa cidade está cada vez mais provinciana e atrasada. Como advogado me envergonho de classe mais sem compostura como essa dos advogados, não existe amizade na classe só uma fogueira de vaidades por parte destas famílias ditas tradicionais na cidade, que só repassam status e má educação a seus filhos.

  • kesio diz: 10 de julho de 2012

    Sr. Luiz Fernando;
    As pessoas não sabem que muitas vezes os advogados saem de uma audiencia em m determinado forum para participarem de outras em outros foruns, e se chegarem atrasados, o prejudicado é o cliente, já que os advogados não tem controle sobre a duração das audiencias, e mesmo sobre sua marcação.

Envie seu Comentário