Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Aprasc manifesta apoio ao comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar

18 de julho de 2012 3

A Associação de Praças do Estado de Santa Catarina (Aprasc) manifesta seu irrestrito apoio ao comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel José Luiz Masnik, quando este se recusa a reduzir as escalas de serviço dos bombeiros militares, mesmo diante da pressão, ou da ordem, do governo do Estado.

O objetivo do governo com a mudança de escalas nas instituições de segurança é reduzir os gastos com pagamento de horas extraordinárias. No entanto, esta medida prejudica diretamente a sociedade, uma vez que, obedecida a vontade do Palácio, teremos 25% a menos de efetivo em cada turno de trabalho. Em muitas cidades redundará até mesmo no fechamento do Corpo de Bombeiros Militar, mas, mesmo nas grandes cidades, teremos menos efetivo de serviço. Mudar as escalas dos bombeiros militares é deixar a sociedade ainda mais desprotegida.

Entendemos que o governo do Estado pode, e deve, conter gastos públicos, mas que comece fazendo por serviços não essenciais, como nas funções administrativas, na redução do número de Secretariais Regionais, por exemplo. Cortar recursos numa área tão sensível quanto a defesa da sociedade é uma atitude de irresponsabilidade política e social.

Entendemos que o pedido de exoneração feito pelo coronel Masnik é motivado pela sua resoluta posição em defesa da instituição que comanda, pelo respeito que tem pelo trabalho de seus subordinados, pelo interesse público e pela segurança da sociedade. Sua atitude é digna do cargo que exerce e, portanto, deve permanecer exercendo.

 

Apelamos às autoridades do governo do Estado para que mantenham o coronel Masnik no Comando do Corpo de Bombeiros Militar, e que sejam respeitadas as necessidades sociais e institucionais incontestáveis em termos de segurança.

 

Florianópolis, 18 de julho de 2012.

Associação de Praças do Estado de Santa Catarina – APRASC

Amauri Soares – Presidente

comentários

Comentários (3)

  • Amilton diz: 18 de julho de 2012

    Agora o Governador esquece que bombeiros, policiais, professores também votam. As eleições para Prefeitos e vereadores estão aí… Daremos uma resposta nas urnas NÃO VOTANDO nos candidatos apoiados por este GOVERNO MEDÍOCRE.

    Novamente, parabéns ao Coronel Masnik pela postura de defesa da sua corporação e dos seus comandados.

    São destes representantes que precisamos.

    Enquanto isto, 36 SDR’s consomem mais de R$ 336 milhões por ano.
    E as pessoas? que se danem…

  • Lourival Afonso diz: 19 de julho de 2012

    Em solidariedade ao bravo ex comandante,todos os atuais comandantes e cargos comissionados da Policia militar deveriam colocar seus cargos a disposição. Nada como um dia após o outro, há pouco tempo atrás quando a PC fazia reivindicação os Srs. oficiais deram apoio amplo e irrestrito ao governo. Agora,estão até citando os professores,mas quando foi para apoia-los a PM os agrediu no interior da Assembleia Legislativa. Tá na hora do governo moralizar e pagar hora extra integral para quem realmente trabalha e não para quem faz meio expediente.

  • marcelocardosodasilva diz: 19 de julho de 2012

    …Perguntar não ofende!!!…….quem vai pagar o soldo dos bombeiros “VOLUNTÁRIOS”???…….quem vai ser o “PATRÃO” destes “VOLUNTÁRIOS”???…….quem dará às “ORDENS”???…….estes “VOLUNTÁRIOS” irão “FISCALIZAR” o próprio “PATRÃO”???………Parabéns Comandante Masnik; …PELA RESPONSABILIDADE!!!…….”vamos para o STF!!!… na assembléia “APOSENTADORIA S.A.”; não se confia!!!

Envie seu Comentário