Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Em reunião com Cesar, Liesf apresenta proposta para o Carnaval 2013

11 de dezembro de 2012 1

Em reunião com o prefeito eleito Cesar Souza Júnior no início da tarde desta terça-feira, a Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf) apresentou uma proposta para viabilizar a realização do desfile na Passarela Nego Quirido em 2013.

Os presidentes de todas as Escolas de Samba pediram ao prefeito eleito a autorização de cessão de uso da Passarela para a Liesf, que então buscaria  na iniciativa privada os recursos necessários para realização dos desfiles.

- Se o prefeito autorizar a cessão da Passarela a Liga viabiliza o desfile – afirmou Zeca Machado, presidente da Liesf.

De acordo com ele, algumas agremiações contam com 60% do trabalho nos barracões já realizados, como é o caso da União da Ilha da Magia, por exemplo.

O prefeito eleito afirmou que vai avaliar as “implicações jurídicas da medida” para depois tomar uma posição. Cesar afirmou que ainda nesta terça-feira se reúne com o futuro procurador jurídico e futuro secretário de Administração para analisar a proposta. O prefeito se comprometeu a anunciar sua decisão nesta quarta-feira.

- Em princípio me agrada a cessão de uso da Passarela para a Liesf, mas precisamos avaliar as implicações jurídicas e administrativas da medida – afirmou o prefeito eleito.

Todos os presidentes concordaram com a medida tomada por Cesar de não repassar recursos públicos às Escolas de Samba no ano que vem. De acordo com os presidentes, “desde agosto a atual administração não conversa com as Escolas”.

 

comentários

Comentários (1)

  • Moises martins diz: 12 de dezembro de 2012

    Porque as escolas de samba não pedem para as fabricas de cerveja, de cahaça e cigarro ou até mesmo para as fabricas de camisinha patrocinarem esta bandalhera a céu aberto que :
    1) nenhum turista sai de casa pensando vou para Florianopolis ver o carnaval, pois quem quer ver carnaval vai para cidades que tem tradição nisto como Rio e Bahia. Aqui eles vem pelas belezas naturais.
    2) enquanto uma instituição filantrópica ganha para trabalhar o ano todo menos de 10 mil mensais para atender muitas vezes 24 horas, as escolas de samba ganham 400 mil cada uma para desfilar um dia por ano
    3) tem bastante emprego na cidade para costureiras, aderecistas e seja lá quem for que depende do carnaval, a única coisa que esta ficando escasso na cidade pelo jeito é teta no governo municipal para mamarem!!!!!!!

Envie seu Comentário