Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Empresários do Oeste repudiam auxílio-moradia

21 de dezembro de 2012 12

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) manifesta sua contrariedade e repúdio à recente deliberação da Assembleia Legislativa de Santa Catarina em aprovar um aumento de 79% no próprio auxílio-moradia, retroativo ao mês de setembro de 2011, valor também atribuído aos juízes, desembargadores, procuradores e promotores do Estado. O valor do benefício sobe de R$ 2.400 para R$ 4.300 mensais.

A decisão do Poder Legislativo fere a consciência da cidadania e ignora o quadro de dificuldades que vive Santa Catarina, onde, em face da limitação dos recursos públicos, convive com graves e acentuadas deficiências logísticas em todas as regiões, com insuficiências na rede básica de saúde, com carências no sistema escolar e prementes necessidades nos serviços de segurança pública.

A decisão dos senhores legisladores ignora que Santa Catarina vive um processo de desindustrialização, com dificuldades para manter o dinamismo de sua economia e a competitividade de suas empresas.

         Mais uma vez, de forma irresponsável, ignorando que o Estado dispõe de menos de 5% para investimentos, abrem-se as portas do erário público para irrigar com dinheiro do contribuinte o rendimentos de alguns setores do funcionalismo público estadual, a quem, aqui, não cabe discutir sobre o mérito do privilégio ora concedido, mas a inconveniência de sua concessão.

Percebe-se que a sociedade divide-se, hodiernamente, em dois segmentos. Um é formado pelo Estado e seus servidores, cuja manutenção absorve a totalidade dos recursos público e, entre os quais, situam-se alguns estamentos que detêm elevados privilégios salariais, muito acima do que seria justo e razoável prover, pois, acima da realidade do mercado de trabalho.

O outro segmento é constituído pelo sociedade que trabalha duro e entrega quase a metade do que produz para o Estado. Empresários de todos os setores da economia, produtores rurais, trabalhadores do campo e da cidade entregam parte de seus ganhos para um Estado cada vez mais ineficiente e perdulário.

Além de pagar pesados tributos e ser despojado dos serviços que caberia ao Estado garantir, o contribuinte é compelido a pagar do próprio bolso por serviços privados de ensino, segurança e assistência a saúde.

Nessa contextura, a decisão da Assembleia Legislativa foi extremamente infeliz e totalmente dissociada da vontade da população barriga-verde. Nessa matéria, os senhores deputados não representaram o povo nem levaram em conta os superiores interesses da coletividade.

Chapecó, 20 de dezembro de 2012.

 

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE CHAPECÓ (ACIC)

Diretoria Executiva

Conselho Consultivo

 

comentários

Comentários (12)

  • Valtir Macedo diz: 21 de dezembro de 2012

    Apoio este manifesto, em seu inteiro teor.
    So falta divulgar os nomes dos deputados (relação) que deu apoio a esta decisão, para que seja divulgada na midia; para cobrança futura .
    Att
    Valtir Macedo

  • Carlos diz: 21 de dezembro de 2012

    Parabens senhores empresarios do oeste catarinense pela atitude. Seria melhor ainda se outras associaçoes do estado tambem se manifestassem contra esse descaso com SC. Só assim, esses politicos que votaram a favor desse aumento, iriam sentir que a sociedade catarinense esta indgnada.

  • cezar diz: 21 de dezembro de 2012

    E ninguém faz nada! é um absurdo. Entendo essa decisão dos deputados como um ato de corrupção num país pobre e medíocre como o nosso.
    Nenhum cidadão vai sair às ruas para protestar ?
    Um abraço.Cézar

  • carlos jasonrodrigues diz: 21 de dezembro de 2012

    Sugiro que a mídia diivulgue o nome dos deputados estaduais que votaram a favor dessa urgia com o dinheiro público.
    sou contra ao pagamento do auxílio-moradia, inlcusive, aos que moram no interior do Estado. Para que serve os seus salários,se não para cobrir suas despesas. Pode ser legal mais é imoral. Também sugiro que seja divulgado o nome dos vereadores que votaram a favor do aumento do número de cadeiras na câmara de vereadores, embora alguns já foram expulsos,mais certamente ainda existam alguns deles que foram reeleitos.

  • Fernando LB diz: 21 de dezembro de 2012

    Pessoal, não culpem somente quem votou a favor do aumento, pois pelo menos foram sinceros. Todos lá estavam acertados para que o projeto fosse aprovado, até mesmo a oposição. Nas reuniões das comissões todos abaixaram a cabeça quando projeto foi lido, não pediram nem mesmo vistas para que fosse protelado e acabou aprovado por unanimidade de votos. Já o Plenário, com suas ações sendo acompanhadas pela categoria da saúde e transmitida pela TV da Assembleia, a oposição votou contra. Uma ação pra platéia, claro, uma vez que já estava acertado nas reuniões de líderes que o projeto seria aprovado. Todos lá tem participação nesse aumento aviltante e devem ser cobrados por isso, seja agora ou nas próximas eleições.

  • Lairton scheffer diz: 22 de dezembro de 2012

    Cada dai tenho mais vergonha de ser brasileiro e mais asco dessa corja politica que assola nossa nação. Tenho verdadeiro pavor de politico pilantra e tambem, por que nao dizer, do “povão” que adora um “futebolzinho e, desde que o “Coringao” ganhe…que roubem!!! Ôôô ..raça…Ôôô…maldição.

  • Nelson Filomeno Steiner diz: 22 de dezembro de 2012

    Ja nao basta os seus altos salarios, carros alugados ( Toyotas Corolas ), telefones celulares, auxilio alimentacao, passagens aereas, etc…., ainda mais esta.
    Vergonha para os trabalhadores dos setores publicos ( funcionarios bagrinhos ) e privados e para a populacao catarinense em geral, parabens pela coragem destes verdadeiros guerreiros, denunciando a sociedade mais este absurdo.

  • dalton diz: 22 de dezembro de 2012

    Continuamos a votar nestes politicos safados, sem carater que vivem legislando sempre a seu favor, pendurando e mamando nas tetas do estado! Na hora de pedir votos são caras de pau! Por favor, queremos a relação dos nomes dos vereadores que votaram a favor do aumento do número de cadeiras na câmatra de vereadorse, vamos correr com esta cambada de safados na proxima eleição! Os reeleitos e os que entraram devem estar dando risadas pois atingiram seus objetivo!

  • Jonah Falcon diz: 22 de dezembro de 2012

    Só há um caminho: Intervenção federal em SC! vamos dar um basta!

  • Pedro Alves de Oliveira diz: 22 de dezembro de 2012

    Jesus Cristo nos abane desta situação!!! Como professor ha 30 anos e com mestrado não ganho isso no estado. Não pude financiar uma casa de 80 metros. Pois a burocracia ainda é muito grande sobre isso. Imagine a bela gorja do dinheiro publica nas mãos dessa gente. Que sacrilégio!!!!!

  • anezia anita de souza diz: 22 de dezembro de 2012

    para fazer uma faculdade é quase impossível,para pagar a prestação do apartamento é dificil,pois não temos auxilio moradia,se não trabalharmos muito, seremos despejados,e eles que não fazem nada tem todos estes direitos,auxilio moradia!já são endiheirados,repassem este dinheiro para a saúde que está um caos,várias escolas em sc, estão caindo,isso eles não estão vendo…

  • Oswaldo L. Souza diz: 4 de janeiro de 2013

    Isso é dinheiro para dar um abafa na Operação Tapete Negro, em Blumenau. Negociação?

Envie seu Comentário