Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A despedida de Dário

28 de dezembro de 2012 5

Depois de 16 anos seguidos como prefeito em São José e em Florianópolis, hoje é o último dia útil com a caneta de chefe do Executivo para Dário Elias  Berger.

Muito criticado por uns, idolatrado por outros, numa coisa todos concordam: o homem tem política na veia.

Mesmo que, por vezes, seja adepto de métodos não ortodoxos.

Afinal, não é qualquer um que se reelege com Operação Moeda Verde nas costas.

comentários

Comentários (5)

  • anezia anita de souza diz: 28 de dezembro de 2012

    tomara que eles nunca mais voltem para o cenário politico,pois na prefeitura de são josé tirou o direito dos funcionários de terem tres dias sem abonar seus atestados pelo cesar,aquele asqueroso,e seu irmão no seu primeiro ano de mandato queria dar aos funcionários 0,5%em tres vezes.Que deus nos abençoes com a saída de ambos AMEM

  • clementina pinto da silva diz: 28 de dezembro de 2012

    Este já vai tarde!!!
    Que nunca mais volte.

  • Pedro diz: 28 de dezembro de 2012

    Triste e melancólica despedida. Melhor teria sido para os dois municípios e seu povo que este dia não tivesse que ocorrer.

  • AURELIO PEREIRA diz: 28 de dezembro de 2012

    Não resta a menor dúvida que o Dário foi um bom prefeito, talvez, se não tivesse a presunção de ser imbatível nas urnas, fôsse melhor, pois ganhar dos amins, diversas vezes não é prá qualquer um, hoje, é comum! Grande erro dele foi imaginar que ESTAVA ACIMA DO PMDB, pois não foi leal ao partido que lhe acolheu, menosprezando-o com participação pífia em sua administração, com promessas não cumpridas, fica o recado: ninguem consegue governar sózinho, sem um esquema que possa lhe dar sustentação política/administrativa, como se não bastasse oportunizar personagens já rifadas do contexto político de nossa cidade, o que lhe proporcionou diversas ações na justiça, exemplo: àrvore de natal e o tenor botelli, poderia, com certeza, ser o próximo governador do Estado, se escutasse mais quem queria REALMENTE, o melhor p/ nossa cidade, ESPERO QUE APRENDA!

  • Luis diz: 29 de dezembro de 2012

    O Aurelio, PMDB e Dario se merecem! Tem o mesmo DNA, da fisiologia, do oportunismo. Oito anos de escândalos, oito anos de crescimento desenfreado e pior, incorrigíveis. Oito anos sem Plano Diretor, oito anos com a agenda da cidade no colo(ou bolso?) das construtoras. Oito anos de Sinduscon, de Berger, de PMDB…Cruz. credo!!

Envie seu Comentário