Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Lista de ex-diretores da Casan com os bens bloqueados

28 de fevereiro de 2013 16

Reprodução de um trecho da sentença do juiz Luiz Antônio Fornerolli, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Florianópolis:

Trata-se de Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público em face de Walmor Paulo de Luca, Pedro Bittencourt, Jucélio Paladini, Neri Antonio Nader, Nelson Gomes Mattos, Marco Antônio Koerich de Azambuja, José Ari Vequi, Antônio Varella do Nascimento, Laudelino de Bastos e Silva, Valmir Humberto Piacentini, Osmar Silvério Ribeiro, Cezar Paulo de Luca Adelor Francisco Vieira, Osny Souza Filho e Paulo Eli, em face de atos praticados na CASAN que culminou com a distribuição de participação nos lucros em favor dos administradores e dos empregados nos anos de 2009 e 2010.

Afirmou que, em razão da natureza jurídica da CASAN e diante da situação financeira da empresa, essa conduta não seria legal e atentaria contra os princípios da “legalidade, moralidade e, principalmente, ao interesse público que deveria reger toda a atividade estatal”. Busca em sede de liminar a indisponibilização dos bens dos requeridos no equivalente a R$ 10.348.837,76 (dez milhões, trezentos e quarenta e oito mil, oitocentos e trinta e sete reais e setenta e seis centavos), a fim de resguardar futura e eventual sentença condenatória de ressarcimento ao erário. Ao final, busca a declaração da nulidade da destinação dada aos lucros que foram objeto da 39ª e 40ª Assembléias Gerais Ordinárias, bem como o ressarcimento integral do prejuízo causado ao erário, além da imposição das penas previstas nas Lei de Improbidade Administrativa pelos atos por eles praticados.

comentários

Comentários (16)

  • João diz: 28 de fevereiro de 2013

    Rafael,

    Parabéns pela matéria, e outras que o sr. Tem mostrado com transparência a sociedade catarinense.

  • VALMOR FIORINI diz: 28 de fevereiro de 2013

    E TEM PESSOAS Q ACHAM QUE O MENSALÃO SÓ EXISTE EM BRASILIA.
    É ATÉ CÔMICO UMA EMPRESA QUE SÓ CONSEGUE INVESTIR BUSCANDO EMPRÉSTIMOS INTERNACIONAIS SE DAR AO LUXO DE DIVIDIR LUCROS .
    PARABÉNS DR:LUIZ ANTONIO.

  • MIRO AVAIANO diz: 28 de fevereiro de 2013

    PARABÉNS AO COMPETENTE JUIZ LUIZ ANTÔNIO FORNEROLLI, PELA SENTENÇA CONDENATÓRIA!!! ANTES MUITOS SABIAM DAS FALCATRUAS, POREM NADA ACONTECIA, AGORA AS COISAS COMEÇAM A TOMAR SEUS LUGARES!!!

  • Ivan de Souza diz: 28 de fevereiro de 2013

    Poxa, com essa grana toda daria pra comprar os tais de tratadores da agua, bombas de pressão, porque aqui em casa esta faltando agua todos os dias. Está aí o motivo da falta de recursos da Casan!

  • volmes frasson diz: 28 de fevereiro de 2013

    Pois é O Sr. Valmor de Luca novamente envolvido em maracutaia e sua esposa Secretaria da Justiça.Da para acreditar nesses governos(LHS e Colombo)Lembro que recente veio a tona também aquele caso da Ceramica em Jaguaruna quando o Sr, Valmor de Luca era deputado Federal.Quando esses maus políticos continuarão ainda em cargos? E esse Pedro Bittencourt é o mesmo que recentemente foi relacionado naquelas aposentadorias irregulares da assembléia Filho do Sr Epitácio?

  • O. Sikeira diz: 28 de fevereiro de 2013

    Uma pergunta:se a justiça tiver que usar um bem bloqueado como forma de pagamento

    da pena aplicada ,qual o valor que é considerado? Seria o valor declarado ou o valor

    realmente pago,tipo aquele que é levado em sacolas de supermercado ou sacolas de vi

    agem, na hora do pagamento? REsponda,se possivel,Martini.

  • Edemilson diz: 1 de março de 2013

    Eqto isso tenho que trabalhar para pagar R$ 56,00 mensais como taxas de água/esgoto em um pqno imóvel que comprei mesmo sem utilizá-lo.
    Qto a condenação, parece que o Sr juiz fez a sua parte, contudo não duvido que em um novo recurso os réus revertam a situação. Afinal isto, infelizmente, é Brasil!

  • Roberto Ribeiro Jr diz: 1 de março de 2013

    A decisão é apenas “liminar”… Pode ser modificada a qualquer tempo. O importante é a sentença e a confirmação pelo Tribunal, se houver recurso. O início está bom… Vamos ver o desenrolar dos fatos.

  • clementina pinto da silva diz: 1 de março de 2013

    Não passa um dia que eu não veja ex-presidentes desta estatal com o carrinho cheio de produtos importados fazendo compras num dos supermercados mais caros do centro da cidade, cujo nome lembra o de um paquiderme.
    Além de funcionários fantasmas da Assembléia Legislativa.

  • Ronaldo diz: 1 de março de 2013

    Bom dia,

    Ótimo, tem um passivo irrecuperável, este o motivo de muitas Prefeituras passaram a fazer Estações de Tratamento de água sózinhas e não mais subordinadas ao Estado.
    Parabéns Meretíssimo!

  • Paulo César Ferreira diz: 1 de março de 2013

    Este Jucélio Paladini não é o presidente do PCdoB em Florianópolis?

  • Carlos de Almeida diz: 1 de março de 2013

    A Famílio Luca tá em toda parte em, se não tiver com a familiares estão os seus serviçais.

    Casan um esgoto onde o dinheiro não vai para o ralo, mas para o bolso de alguns!

  • Sczip diz: 1 de março de 2013

    Parabéns Rafael pela matéria, temos de saber o que realmente ocorre neste limbo chamado SC. Na ditadura nos enfiavam goela abaixo receitas nos jornais, hoje é tênis, garota top model e mais receitas. A casan já devia ter sido privatizada e os políticos mandados pra rua. Tomem como exemplo a Águas de Joinville!Orgulho e Excelência em tratamento e qualidade em uma empresa criada por joinvilenses, coisa que a casan nunca foi para o povo joinvilense, anos e anos sem investimento naquela cidade. Assim que a casan perdeu a maior cidade do estado todo o povo já deveria se perguntar pela causa de tamanho desmando.Enfim ai está a resposta. Parabéns ao Juiz que determinou a sentença.

  • Henrique diz: 1 de março de 2013

    Até que enfim. É uma vergonha faltar água porque não chove e faltar água porque chove demais e ouvir declarações de diretores da Casan dizendo que a empresa não tem dinheiro para investir e melhorar a captação das águas enquanto seus diretores enchem o bolso.

    Empresa pública tem um objetivo: servir o contribuinte. E a Casan faz mal.

  • Décio diz: 2 de março de 2013

    A Casan na época do VALMOR DE LUCA, diga-se durante o Governo de Luis Henriqe da Silveira apresentava anualmente lucro, nem que fosse só contabilmente para poder ser repassado aos Diretores um percentual do lucro apresentado. Pouca gente sabe é que VALMOR DE LUCA recebia em duplicidade, como Presidente da Empresa, e de Presidente do Conselho de Administração. O Pior de tudo é que a dinastia de VALMOR DE LUCA que tratava o então Candidato Raimundo Colombo durante a eleição com termos pejorativos impublicaveis contina firme e forte no primeiro escalão do Governo, com a sua Esposa icompetente ADA DE LUCA. Se formos fazer uma pesquisa nos anais da Assembléia Legislativa vamos encontrar denuncia efetuada pelo então Deputado ANTONIO PLINIO DE CASTRO SILVA, hoje Prefeito do Municipio de São José do Cedro a respeito desta imoralidade de distribuir parte dos lucros aos Diretores, afinal quando da prejuizo quem pag aa conta são os catarinenses e não os Administradores da CASAN.

  • Alfredo diz: 2 de março de 2013

    Valmir Piacentini não é o mesmo que foi nomeado para Secretário de Transportes da Prefeitura de Florianópolis?

Envie seu Comentário