Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Acusados de matar dono de sítio após serem flagrados caçando vão a Júri Popular

10 de maio de 2013 0

Já está marcado para o próximo dia 28 de maio, 10hs, na Câmara de Vereadores de Correia Pinto, o Tribunal do Júri dos réus acusados de terem matado a vítima Hogenir Lourenço dos Santos, proprietário de um sítio localizado no interior do município de Ponte Alta, Comarca de Correia Pinto.

Segundo a denúncia, no dia 21/12/2004, os réus, Carlos Gilvano da Silva, Salésio Luiz do Amaral, Valério da Silva Amaral e João Paulo Requeira se deslocaram até o interior do município de Ponte Alta, na localidade de Cerrado, indo à propriedade rural da vítima Hogenir, com o intuito de caçar.

Ao serem flagrados pelo proprietário, os réus, cada um de posse de uma arma de fogo, passaram a disparar contra ele, atingindo-o com oito tiros e mais quatro golpes de faca.

Na sequência, com o objetivo de acobertar o crime, os réus envolveram a cabeça da vítima em um saco plástico e enterraram o corpo da vítima em um buraco, feito pelos próprios denunciados para esse fim.

Pela repercussão causada na época, é esperado um grande público para assistir ao júri, já havendo, inclusive – segundo informações de servidores do Fórum de Correia Pinto – diversos pedidos de autorização para assistir ao julgamento.

comentários

Envie seu Comentário