Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Prefeitura combate surto de bicho-do-pé no Norte da Ilha

05 de junho de 2013 0

Em uma ação inédita, o Centro de Controle de Zoonoses e o Bem-Estar Animal da Prefeitura de Florianópolis farão uma ação conjunta a partir das 9h desta quinta-feira (06) na Comunidade do Arvoredo, mais conhecida como Favela do Siri, no bairro dos Ingleses, Norte da Ilha.

A comunidade, que tem em torno de 600 habitantes, sofre com a infecção pelo parasita Tungas Penetrum, popularmente chamado de “bicho-de-pé”. Por esta razão, o Centro de Controle de Zoonoses vai fazer uma pulverização em todos os terrenos da região, que fica distante cerca de 800 metros do Centrinho dos Ingleses.

Já a Diretoria de Bem-Estar Animal vai medicar todos os 184 cães e os 47 gatos existentes no local, uma vez que estes animais são responsáveis pela proliferação do parasita. E, além disso, vai aplicar vacinas contra raiva nos 90 animais de rua considerados mais vulneráveis.

De acordo com o Diretor do Bem Estar Animal, João Eduardo Pereira Cavallazzi, a crítica situação por que passam os animais e os moradores da Comunidade do Arvoredo foi identificada há 45 dias. Neste meio tempo, então, foi efetuada a aquisição dos medicamentos necessários, que não estavam disponíveis.

“Não adiantava fazer o trabalho pela metade”, comentou João Eduardo, ao destacar que, em situações do tipo, é preciso fazer a pulverização e aplicar a medicação simultaneamente.

Conforme o responsável pelo posto de saúde do Santinho, que atende a Comunidade do Arvoredo, o epidemiologista Paulo Fontanive, o problema de saúde pública deve-se à grande presença de animais sem tratamento veterinário, que provocam contaminação ambiental e, consequentemente, doenças de pele.

comentários

Envie seu Comentário