Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Não é comigo

24 de julho de 2013 2

A prefeitura de Florianópolis está construindo uma creche às margens da Via Expressa Sul, em direção ao aeroporto. O terreno é área de aterro e cedida pelo Governo Federal.

A regra de segurança mínima estabelece distancia de 12 metros, mas o muro da creche está a quatro metros da pista. O Deinfra, que cuida da faixa de domínio ao lado das rodovias catarinenses diz que não pode intervir, porque ali quem manda é a União. A prefeitura diz que fez o projeto de acordo com o código municipal de obras, com o recuo calculado para vias municipais, e que não foi notificada pelo Governo do Estado sobre o recuo correto para beira de estrada.

Afinal, quem irá responder pelas crianças que estiverem brincando ao lado do murro da creche se um caminhão escapar da pista e não tiver ali a tal faixa de domínio para desacelerar com segurança?

comentários

Comentários (2)

  • José Jardào diz: 28 de julho de 2013

    A assim se constrói o Brasil. É impressionante como os servidores públicos são ineficientes e omissos. E onde está o MP? Para derrubar o bar do Seu Chico tinha um monte de engravatado.

  • MARCELO diz: 29 de julho de 2013

    Floripa é capital nacional das construções bizarras, inúteis e mal projetadas.
    Onde a natureza caprichou e reuniu tanta beleza, os homens conseguem produzir as piores e mais feias obras entre as capitais nacionais.

Envie seu Comentário