Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Transparência na academia

21 de agosto de 2013 0

A reitora Roselane Neckel assinou a criação do PRO-UFSC, programa destinado a resguardar a ética e a transparência na universidade e dificultar favorecimentos, desvios, desperdícios e atos de corrupção na administração.

As duas primeiras medidas são a criação da Corregedoria-Geral e o maior controle sobre o patrimônio em especial na relação de doações feitas pela UFSC.

Foi identificado, por exemplo, a concentração de doações em algumas ONGs.

Só uma delas recebeu R$ 4,2 milhões em bens, incluindo 895 computadores, 20 notebooks, 271 impressoras, 66 microscópios, seis obras de arte, um micro trator e uma carreta-tobata.

Até carro tido como “inservível” está hoje circulando com um proprietário particular. As medidas dependem de aprovação do Conselho Universitário.

comentários

Envie seu Comentário