Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vai demorar

23 de agosto de 2013 2

Por conta da complexidade dos dois projetos de mobilidade apresentados ao governo Estado será necessário a elaboração de um estudo de impacto ambiental, que sequer estava agendado.

Logo, o calendário de abertura da licitação, previsto para o final do ano, será adiado para 2014. Agora, sequer existe prazo para tirar as propostas do papel.

Colombo ameniza e diz foi dado o primeiro passo. É do jogo!

A PRÓPÓSITO

 Os dois consórcios gastaram quase R$ 10 milhões para montar o mais profundo estudo sobre mobilidade urbana em Florianópolis. E até agora nem uma linha sequer sobre a importância das bicicletas.

comentários

Comentários (2)

  • reinaldo diz: 26 de agosto de 2013

    Chegamos ao CAOS, resultado da incompetencia e descaso dos nossos ilustres politicos que permitiram essa farra da construção civil . Hoje somos refens desta ´´imobilidade urbana´´ e ainda gastam essa fortuna somente com os projetos..

  • aldo diz: 28 de agosto de 2013

    Martini, por favor, confira bem essa informação relacionada com o pagamento de dez milhões de reais somente com os projetos. Isso não pode ficar somente no campo da informação. Investigar é preciso.

Envie seu Comentário