Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Desabafo enviado por um agente penitenciário

02 de setembro de 2013 2
Estamos cansados! Estressados e  começamos a ficar doentes.
Em janeiro, começaram os plantões extras e em maio o governo prorrogou até o final de outubro. Agora será renovado ,possivelmente até maio de 2014.
A Constituição Brasileira diz que o servidor público trabalha 40 horas semanais,perfazendo um total de 160 horas/mês.
Os agentes penitenciários laboram em escala de plantão de 24 horas e descansando 72 horas.,fazendo por mês mais de 200 horas e recebem 40 horas extras.
Só que com os reforços ,estamos fazendo mais 96 horas,além das 200 horas previstas na lei.
Na Capital,mesmo com a convocação ,há falta de efetivo.
Desde janeiro,a metade dos agentes,que faziam os plantões já saíram.
A Tribunal de Justiça já deu ganho de causa para mais de 200 agentes ,que aguardam a convocação e o governo protela a nomeação.
Estamos cansados,estressados e a maioria dos agentes ,que fazem plantão extra  estão ficando abalados emocionalmente e engordando e principalmente suas famílias estão cobrando o retorno a seus lares.
O governo do Estado está nos impondo trabalho análogo à escravidão,estatal.
E essas 96 horas, o governo não nos paga.
Na Capital,há movimento para nenhum agente faça mais plantões extras.

E mais ,estamos ficando mais expostos,ao perigo e ameaças,principalmente do PGC.
Obrigado.

comentários

Comentários (2)

  • Povo Catarinense diz: 2 de setembro de 2013

    Um jornalismo investigativo poderia melhor esclarecer essas criticas. Sem a presença do corporativismo. Será realmente que falta efetivo??? Será realmente que esses cidadãos ganham tão mal em comparação a maioria do povo que não vive do emprego vitálicio, NÃO TEM APOSENTADORIA INTEGRAL e expedientes desse tipo trabalha 01 folga 03.
    O Brasil precisa de uma reforma AMPLA , GERAL E IRRESTRITA NO SETOR PÚBLICO.
    OS CARA SÓ RECLAMAM.
    E QUANDO O POVO PRECISA DELES OS CIDADÃOS NEM OLHAM PARA A CARA DAQUELE QUE LHE PAGA O TAL DO MÍSERO SALÁRIO.
    NOSSO POLITICOS PRECISAM REPRESENTAR O POVO BRASILEIRO QUE TRABALHA NO CHÃO DA FÁBRICA E OS JORNALISTAS TEM DE COMEÇAR A INVESTIGAR MELHOR ESSES CHORÕES.

  • almanaque do roberto diz: 2 de setembro de 2013

    Aqui em Garopaba-SC, estou hospedado hoje na POUSADA VILLAGE,em frente ao quartel da Polícia Militar. Sabe o que isto significa ? NADA.
    EXEMPLOS:
    1 – Em São Joaquim-SC,dois ladrões tentaram roubar a minha mochila com documentos.Uma moça de sobrenome SILVA aconselhou a ligar do orelhão para o 190. Quando liguei a polícia disse que no momento não tinha nenhuma viatura disponível.
    2 – Em Itajaí-SC, fui registrar uma queixa contra as ameaças da diretora do Colégio Nereu Ramos,que me proibia de entrar em sala de aula para estudar,só porque do lado de fora eu vendia mais salgadinhos que a cantina interna da escola. Chegando na delegacia central,o policial queria cobrar para registrar o BOLETIM.Era uma taxa obrigatória. Desisti.
    3 – Em Florianópolis-SC,fui assaltado dentro do HOTEL AQUARIUS,que fica no bairro estreito. O assaltante rendeu o funcionário,invadiu o meu quarto,me mordeu,me deu facadas.E a polícia nunca achou o marginal.Tinha câmeras internas no hotel e câmeras da PM na esquina muito bem iluminada.Etc…

    FONTE: http://www.robertocarlosmoreira.com.br

Envie seu Comentário