Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Defesa Civil de SC alerta para risco de alagamentos, inundações e deslizamentos nos próximos dias

19 de setembro de 2013 1

A Defesa Civil de Santa Catarina alerta para a chegada de uma frente fria nesta sexta-feira, 20, que causará fortes chuvas no Estado até domingo, 22. A previsão é de que em apenas três dias chova um volume maior que o esperado para o mês inteiro, com risco de alagamentos, inundações e deslizamentos. Deve chover uma média de 100 a 200 mm em todas as regiões. No Oeste, Sul e Norte há possibilidade de até 300 mm em alguns pontos. Na segunda-feira, 23, a chuva deve diminuir.

Na sexta-feira, a chuva é bem distribuída e a média prevista é de 40 a 60 mm em todas as regiões. No sábado, o volume aumenta para 80 a 140 mm do Oeste ao Litoral Sul e permanece entre 30 a 60 mm da Grande Florianópolis à região Norte. No domingo, a previsão é de chuva intensa, com média de 80 a 140 mm para todo o estado.

A população que mora em regiões costeiras deve estar atenta. A previsão meteorológica para a variação do volume das marés não é favorável ao escoamento da água. Há risco de alagamentos no período de maré alta, durante madrugadas e tardes de sexta e sábado. E, no período de maré baixa, entre domingo e segunda-feira, o vento sul poderá continuar dificultando a redução do nível da água.

As defesas civis e órgãos estaduais das regiões Oeste, Litoral Sul e Planalto Sul, onde há maior confirmação de risco de alagamentos, já foram mobilizadas pela Defesa Civil estadual e estão preparadas para atender a população. “A equipe da Defesa Civil estadual está em estado de alerta e concentrada na previsão do tempo em todo o estado”, explica o diretor de Prevenção e Preparação da Defesa Civil, Fabiano de Souza.

O volume de chuva esperado para setembro na região Oeste, por exemplo, é de 210 mm. No Litoral, esse valor varia 110 e 150 mm. Caso a previsão se confirme, até esta segunda-feira, terá chovido mais que o previsto para todo o mês.

Orientações
Em caso de inundações e alagamentos, a Defesa Civil orienta a população a evitar o contato com a água e transitar em lugares alagados e pontes submersas. É importante tomar cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Em tempestades com descargas elétricas e vento, deve-se permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. É aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.

Quanto a possíveis deslizamentos de terra, deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. A Defesa Civil do Estado conta com atendimento de 24 horas, com equipes de prontidão. O telefone para contato é o (48) 3664-7000.

comentários

Comentários (1)

  • karmen diz: 20 de setembro de 2013

    Muito bom o alerta, pena que só ficam no alerta e investem só no preparo da Defesa Civil, e se negam a resolver os problemas básicos de esgoto publico, fico indignada, na minha residencia tem um psicinao debaixo do quintal do esgoto da via publica da rua de traz e ja fiz de um tudo com politicos na ultima eleiçao, veio em reuniao aqui em casa Senador Luiz Henrique, prefeito Udo Dohler, vice Rodrigo, e vereador Claudio Aragao, e toda comitiva deles prometeram mundos e fundos para todos nós, entregamos documentaçao do problema do bairro assinada com protocolo em maos, nao podem negar que desconhecem o problema, procuramos eles na primeira enchente que teve em janeiro deste ano de 2013 todos empurraram de barriga nada resolveram , empuraram p tudo que secretaria que mandavam de uma para outra, quando linterpelados sobre assunto no facebook eles nos bloquearam para nao ficar nos ouvindo nas reinvendicaçóes, igualzinhos politicos de Brasilia, sabem tudoooooooooooooo para continuarem no poder sem fzer nada comendo nosso DINHEIRO, PRONTO FALEI!

Envie seu Comentário