Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pressão alta

30 de setembro de 2013 0

O Tribunal de Justiça acolheu o recurso do Ministério Público e cassou benefício de prisão domiciliar concedido para um detento que cumpria pena de oito anos e nove meses em regime semi-aberto, sob a alegação de ser hipertenso e depressivo. Vai voltar para o regime fechado em penitenciária no Norte do Estado, porque as doenças também podem ser tratadas no cárcere.

comentários

Envie seu Comentário