Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bola oito

01 de outubro de 2013 6

O prefeito Cezar Souza Junior terá um abacaxi para descascar assim que voltar da viagem à França. O Ministério Público encaminhou pedido para exoneração do secretário municipal de Cultura, Mourkazel. Primeiro nome a ocupar o cargo da pasta recém-criada em julho, foi condenado em processo na Justiça do Trabalho e se esquadra na Ficha Limpa. Caso se confirme, será o segundo caso na atual administração.

comentários

Comentários (6)

  • Joao diz: 1 de outubro de 2013

    E o João Batista Nunes ? CPI não serviu pra nada mesmo, É PIZZA!!

    O thiaguinho ainda dúvidou que iria virar pizza!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • rogério cardozo diz: 1 de outubro de 2013

    Visite Tubarão http://www.galeriaarte.net/

  • BAR diz: 1 de outubro de 2013

    COM AS PIZZAS O GADO JÁ ACOSTUMOU, MAS O QUE MANTEM O REBANHO SOB CONTROLE É MÚSICA E CHICOTE, é disso que o povo gosta.

    E o CANTOR ITALIANO, o TCE está esperando que a agenda do mesmo tenha vaga ou aguardará o término da reforma da PASSARELA NEGO QUIRIDO, para espetáculo tapa buraco.

    CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO E DA UNIÃO DEVERIA SER CARGO, TÉCNICO, ELEITO PELO POVO.

  • Ricardo Amorim diz: 1 de outubro de 2013

    João Batista Nunes foi acusado camarada não condenado, há uma diferença.

  • Bernunça diz: 1 de outubro de 2013

    Desde que assumiu a Fundação Franklin Cascaes e agora a Secretaria de Cultura de Florianópolis, Infelizmente o Sr. Luiz Ekke Moukarzel, com o seu tratamento bi polar, vem tratando com desprezo quase todo o seguimento cultural da nossa cidade: prepotência, arrogância, soberba e elitismo.
    É sua intenção: o fim do Boi de Mamão e a destruição da centenária Festa do Divino (neste último caso, ele falou para um vereador e ainda quis proibir a contratação de alguns artistas.
    Ações já providenciadas e que já estão em vigor:
    • – proibiu os patrocinadores de colocarem as suas marcas nos projetos aprovados na lei municipal de incentivo a cultura (só para se ter uma idéia, a UNIMED patrocinava em torno de R$ 1.600.000,00 por ano e com esta atitude, ela está fora);
    • - acabou com a Orquestra Escola que atende várias crianças de comunidades de Florianópolis, onde alegou e continua alegando que a orquestra é uma merda e muito desafinada (estas palavras foram proferidas a ex esposa do maestro Carlos Alberto ao vivo e a cores). O referido maestro trabalha com música em Florianópolis a mais de 40 anos.
    • - O mais grave: proibiu o Charles, menino negro e pobre que nasceu e mora no morro do Mocotó, de entrar nas dependências da Escola Básica Silveira de Souza que fica Rua Alves Brito, 334, Centro, esta escola está sendo administrada pela nova secretaria de cultura. Este menino toca viola e depende deste instrumento para sobreviver.
    • - vejam o menino Charles solando um concerto para viola com a Orquestra Escola, regida pelo maestro Carlos Alberto:
    http://www.youtube.com/watch?v=X0rsdAp83b8

    • - O menino Charles tocando no calçadão da Felipe Schmidt:
    http://www.youtube.com/watch?v=Ujko3rOygE4

  • carlos alberto diz: 2 de outubro de 2013

    Sim o João Tranca Rua – nada vai acontecer com ele…. além de ter servido o governo Dario, está mais sujo que puleiro de galinheiro…. com a CPI dos Taxis… e não adianta a atual administração querer defende-lo…

    Aqui no Continente, só faz caca…. só promete… mas nada faz.

    Só começa a fazer alguma coisa quando a imprensa faz alguma denuncia… ou fala ou escreve alguma coisa que ele não goste… ai sai correndo procurando resolver…

    Ele só está preocupado com a MIDIA e nada mais…

    Então Prefeito… quando ele sai… não aguentamos mais ele e sua “equipe” que só prometem ….

    Fora João Tranca Rua.

Envie seu Comentário