Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Intimidade na rede

02 de outubro de 2013 0

A 5ª Câmara Civil do TJ manteve sentença que condenou um homem a pagar R$ 20 mil, a título de indenização por danos morais, a uma mulher que teve vídeo íntimo — filmado sem seu consentimento quando ela tinha apenas 16 anos — divulgado na internet. A autora relata que, em setembro de 2005, tomou conhecimento de que circulava na rede um vídeo no qual aparecia em relações sexuais com o réu.

comentários

Envie seu Comentário