Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bonde da segurança

17 de outubro de 2013 3

Das 76 licenças concessões para táxis com irregularidades, conforme apontou a CPI e depois confirmadas pela procuradoria-geral do município, 68 delas estão ligadas a Isaías Gomes dos Santos, o homem considerado o mentor do esquema. Ou seja, quase 90% dos casos.

Ontem, Isaías foi até a prefeitura, acompanhado por um grupo de taxistas, para pressionar contra a cassação das concessões. O O prefeito Cesar Souza Junior confirmou que vai retirar as concessões. A dúvida é quando e como. Por orientação do MP, a decisão foi adiada…

Aliás

Um atento leitor entende que a virtual retirada de circulação de 76 táxis com placas irregulares das ruas de Floripa não mudaria muita coisa: “Seria igual a um  dia de chuva qualquer, quando eles desaparecem”.

comentários

Comentários (3)

  • QUERO SER PRESIDENTE – EU TAMBEM BEBO diz: 17 de outubro de 2013

    CONSTATADA A IRREGULARIDADE, HÁ QUE SE CASSAR AUTOMÁTICAMENTE. NÃO HÁ COMO ACEITAR “AJUSTAMENTO DE CONDUTA” COM O ILEGAL….TÁS COM MEDO DO QUE, CESAR??? ATÉ TU? ALÉM DISSO, AFASTAMENTO DOS “SECRETÁRIOS” CITADOS ATÉ O FIM DO PROCESSO, PELO MENOS………

  • Samuel diz: 17 de outubro de 2013

    Esse Isaías é o maior bandido… faz o que quer com os subordinados(taxistas) dele… até ameaças de morte já foram feitas … para aqueles que querem colocar as “coisas” no rumo certo.

  • Luis diz: 19 de outubro de 2013

    Martini, grande Martini
    Que jornalista ainda vai fazer o cômputo, o levantamento de todos os escândalos do ruinoso e prolongado reinado do Sr Dário Moeda Verde Berger? Quem vai juntar em reportagem, policial que seja, todas as maracutaias, processos, escândalos de oito anos- quem sabe dezesseis com os primeiros oito de São José ? Florianopolis precisa se depurar, se redimir e nunca mais se deixar envolver nesta lama. Um escandalometro, por favor, que levante as farras. Dos alvarás, dos táxis, do tenor e árvore natal, dos radares, da reforma do antigo prédio CMF, dos boxes do Mercado, de tantos mais a nos levar a descrer da justiça, do MP , de tudo.

Envie seu Comentário