Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A caminho de Roma

23 de outubro de 2013 5
Silvio Gomes / Divulgação

Silvio Gomes / Divulgação

O Papa Francisco recebe dia 20 de novembro no Vaticano uma delegação catarinense que vai postular pela canonização da catarinense Albertina Berkenbrock. Lá estarão o presidente da Assembleia, deputado Joares Ponticelli, o deputado Padre Pedro Baldissera (PT), o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, e o prefeito de São Martinho, José Schotten, cidade onde nasceu a beata. O Santo Padre será presenteado com uma imagem de Santa Catarina de Alexandria (foto), esculpida pelo artista de Treze Tilias, Werner Thaler.

comentários

Comentários (5)

  • QUERO SER PRESIDENTE – EU TAMBEM BEBO diz: 23 de outubro de 2013

    SOCORRO…….ESSA CAMBADA DE VAGABUNDOS NÃO TEM MAIS NADA PARA FAZER? TOMARA NÃO PEÇAM A CANONIZAÇÃO DE SIR LUIS 15%, APESAR DE QUE NO CASO DELE, DEVERIA SER A CLAUSURA, MESMO, EM RECINTO VIGIADO……….FAÇA-ME O FAVOR……..ISTO QUE O ESTADO É LAICO, NÃO É???

  • Antonio Domingos Machado diz: 23 de outubro de 2013

    Só gostaria de avisar que A Beata Albertina nasceu em Imarui – SC na comunidade de São Luiz, que ainda pertence a Imarui, não sei pq esta informação totalmente errada, que ela( A Beata), nasceu em São Martinho, que na época no nascimento da Beata,(São Martinho) também era uma comunidade de Imarui, favor colocar a informação correta !!!!

  • Antonio Domingos Machado diz: 23 de outubro de 2013

    Agora só falta dizer que o Pedro Raimundo (Cantor e Compositor), nasceu em Laguna!!!!!

  • Lucas Selh diz: 23 de outubro de 2013

    A cidade de São Martinho não existia em 1919. Albertina nasceu em Imaruí, e não podemos deixar que alguém mude a história dela por interesse político/econômico, por maior que seja ou tenha sido o descaso da administração municipal de Imaruí com São Luiz – Comunidade de Albertina limítrofe com o município de São Martinho.

  • Elina diz: 23 de outubro de 2013

    Não se pode mudar os fatos, a história. Albertina nasceu em São Luís, comunidade pertencente a Imaruí. A luta deve ser na busca de parcerias entre os municípios de Imaruí, São Martinho e o governo do estado para que tenhamos acesso (boas estradas), apoio na construção do memorial, entre outras melhorias. Precisamos das forças políticas, precisamos do apoio do deputado e presidente da Assembleia, Joares Ponticelli, bem como da parceria com São Martinho. Juntos seremos mais fortes e conseguiremos fazer valer nossas solicitações. Solicitamos (população de Imaruí) que seja feita a correção dessa matéria, no sentido de informar que Albertina nasceu em Imaruí. Obrigada Rafael Martini.

Envie seu Comentário