Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pressa

20 de novembro de 2013 4
Infrasul / Divulgação

Infrasul / Divulgação

A direção da empresa Infrasul, de Joinville, que está construindo a nova praça de pedágio no km 243 da BR-101, em Palhoça, cogita aumentar os turnos de trabalho para acelerar a entrega da obra de R$ 11,6 milhões à Autopista Litoral Sul. Hoje 80 trabalhadores atuam no local. A previsão inicial era concluir a estrutura até março de 2014 para depois a concessionária instalar as cabines.

A justificativa da Infrasul é o transtorno que as obras podem provocar no trecho durante a temporada de verão. A antiga praça de pedágio de Palhoça está fechada desde junho deste ano.

comentários

Comentários (4)

  • diogo diz: 20 de novembro de 2013

    Claro todos $abemos que o intere$$e é por cau$a do tra$torno na temporada.

  • Leonardo diz: 20 de novembro de 2013

    quando é pra cobrar da população as obras saem rapidinho…

  • Décio diz: 20 de novembro de 2013

    Se a Empresa LITORAL SUL tivesse a mesma competência com que executa mais uma praça de pedágio da Br 101, certamente o anel rodoviário da grande Florianópolis pelo menos estaria sendo construído. Enquanto ninguém cobra nada da Emprêsa ela continua empurrando de barriga e a população sofrendo.

  • Cansado de Filas na Br/101 diz: 21 de novembro de 2013

    Quando a classe política catarinense,esta turma de pulhas,irá exigir o mais rápido possível o início das obras do Contorno Viário? Só espero que aquele vereadorzinho de Palhoça,cuja relevância política é a sua capacidade de tentar obstruir as obras de tal contorno,não apareça para “alegar” mais problemas com tal obra.

Envie seu Comentário