Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

SOS Rio da Madre

23 de novembro de 2013 2

A Guarda do Embaú sedia hoje o festival Eu Abraço SOS Rio da Madre, com múltiplas atrações das 9h às 20h. Música, remada, surf, trilha guiada, boi de mamão, maracatu e atividades esportivas e culturais estão na programação, promovida pelo Movimento SOS Rio da Madre. A intenção é alertar para os perigos do crescimento urbano/industrial e a especulação imobiliária pretendidos no Plano Diretor de Paulo Lopes e no projeto do Plano Diretor para a região Sul de Palhoça, mais especificamente, a Baixada do Maciambu.

***

A região compreende as praias da Guarda do Embaú, Pinheira, Sonho e as localidades de Morretes, Albardão, Maciambu, Três Barras e Sertão do Campo.

comentários

Comentários (2)

  • carlos eduardo diz: 23 de novembro de 2013

    Parabéns à comunidade organizada e muito bem representada pelo SOS Rio da Madre !
    Este exemplo pode e deve ser seguido por todas as comunidades de bairros, para agregar em sua convivência os valores culturais e as personalidades locais em torno de objetivos nobres e promotores do bem-comum. Simples ações, imensos retornos para todos. Nos Estados Unidos, os pais estão presentes constantemente na rotina escolar dos filhos, em reuniões e eventos que congregam as gerações, as escolas, os alunos e os pais. Quanta diferença isto faz em uma comunidade? Toda a diferença do mundo!, conhecer os colegas e amigos dos filhos, e os pais destes.

  • carlos eduardo diz: 24 de novembro de 2013

    Bom dia Martini !
    Li hoje, na Folha, e fiquei pasmo! AWESOME!, como diria um yanke.

    “”Bares e cinemas do Paraguai proíbem entrada de senadores acusados de proteger caso de nepotismo ”
    DA EFE, EM ASSUNÇÃO
    A ira dos cidadãos contra a impunidade dos políticos corruptos explodiu de forma inédita e imprevista no Paraguai, onde mais de uma centena de estabelecimentos, como bares, restaurantes e cinemas, proibiram a entrada de alguns senadores acusados de proteger casos de nepotismo. “”
    Já pensou se aqui o povo parasse de fazer protesto por moda e tomasse atitude?

Envie seu Comentário