Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Exemplo

07 de janeiro de 2014 5
Marcos Porto / Agência RBS

Marcos Porto / Agência RBS

Por Diogo Vargas (diogo.vargas@diario.com.br)

O gigante Empress é o primeiro transatlântico a atracar na temporada em Itajaí. O navio que chegou ontem veio de Santos (SP) e zarpa para Montevidéu, no Uruguai. Estão previstas 30 atracações até 22 de março e 42 mil passageiros – brasileiros e estrangeiros. Enquanto isso, em Florianópolis não se ouve falar nada de concreto sobre o assunto.

comentários

Comentários (5)

  • Décio diz: 7 de janeiro de 2014

    Enquanto isto em Florianópolis nossos governantes administram de costas para o mar, aliados a meia duzia de imbecis que sofrem de fobia ambiental em que nada pode ser feito pois interfere no meio ambiente. Alem disto muitas vezes as ações destes idiotas encontram guarita em orgãos da Justiça. Pobre Florianópolis……que futuro nos espera ?

  • Ernesto São Thiago diz: 8 de janeiro de 2014

    Bastante informação qualificada sobre o assunto aqui: http://www.ernestosaothiago.blogspot.com

  • Rafael Gonzalez diz: 8 de janeiro de 2014

    Este senhor Décio que gosta de chamar os outros de imbecis e idiotas deveria saber que Floripa não aguenta mais receber tanto turista a cidade esta colapsando, não é a questão ambiental e sim a infraestrutura para receber tantos navios e passageiros. Para receber navios deste porte necessita de rebocadores, shipservices, Moles, piers, práticos, aduanas , acesso rodoviários etc…O problema de Floripa hoje é populacional e querem ainda colocar mais gente dentro, que fique por Itajai mesmo .

  • Eduardo Alves diz: 8 de janeiro de 2014

    Vamos então aqui ilustrar bem bonitinho o círculo da desculpa do governo e de algumas pessoas menos esclarecidas de Florianópolis?

    Não temos infraestrutura > Não podemos receber turistas > Porque não temos infraestrutura > Para receber turistas > ad eternum…

    Simples assim. Não ter estrutura não é desculpa para jogar fora milhões de reais. É preconceito, ignorância e xenofobia. É a burrice fincando âncora na cabeça de quem não depende do fruto de seu trabalho para ganhar dinheiro, de quem acha que “como está tá bom”, de gente pior que esse bando de acomodado que trava todo o nosso crescimento econômico.

    Apóio as palavras do sr. Décio, todas elas. E ainda acho que ele foi delicado nos adjetivos.

  • QUERO SER PRESIDENTE – EU TAMBEM BEBO diz: 9 de janeiro de 2014

    É ESSE BARQUINHO QUE VAI LIGAR BIGUAÇU À CANASVIEIRAS, NÃO TEM……..

Envie seu Comentário