Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Os 25 anos do caso Norton

21 de abril de 2014 0

Na semana em que SC perdeu o delegado Renato Hendges, este Visor resgata o assassinato do colunista Norton Batista da Silva, morto a tiros, aos 43 anos, na noite de 15 de julho de 1989, no centro de Florianópolis. Renatão presidiu o inquérito do caso Norton. Considerado um dos mais rumorosos da crônica policial catarinense, o crime completa 25 anos em 2014 e repousa na lista dos que seguirão para sempre impunes.

O delegado chegou a indicar seis suspeitos por latrocínio (roubo com morte), mas todos foram absolvidos por falta de provas. O que até hoje intriga quem acompanhou os desdobramentos naquela época foi como os depoimentos de testemunhas-chave foram desconsiderados. O caso contou com todos os elementos da crônica policial clássica: violência, drogas, sexo e o envolvimento de gente da altíssima sociedade local.

Aliás

Se os autores quiserem levantar faixas na frente da DP assumindo a autoria do assassinato, supostamente motivado pela tentativa de roubo do veículo do jornalista, nada mais poderá ser feito. O crime prescreveu há cinco anos, como relatou o colega Diogo Vargas em reportagem especial do DC em 2009.

comentários

Envie seu Comentário