Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Suspeição no Pleno do TRE

30 de abril de 2014 1

O eventual impedimento da juíza Bárbara Lebarbenchon Thomaselli para julgar ação de propaganda eleitoral antecipada do governo do Estado dividiu opiniões no Pleno do TRE, em sessão realizada na segunda-feira. Por ser na sua área de responsabilidade no tribunal, a juíza colocou em pauta uma ação movida pelo PT contra o governador Raimundo Colombo por propaganda eleitoral, cumprindo rigorosamente todos os ritos do processo.

Foi quando o juiz Hélio do Valle Pereira pediu a suspeição da magistrada como relatora, alegando que ela vive em “condição marital” com o procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins Neto. Logo, tem vínculo com o representante de uma das partes. Foi então aberta a votação entre os juízes. A sessão foi suspensa após o pedido de vista do juiz Marcelo Peregrino, quando estava com três votos pelo impedimento e dois pela liberação.

comentários

Comentários (1)

  • Sérgio diz: 30 de abril de 2014

    Martini,por favor,procure que nota de repúdio é esta:NOTA DE REPÚDIO À FESTA: I ENCONTRÃO JIUDESC & HORA X. Será que a Reitoria da Udesc está sabendo? Afinal,de que se trata? Está inundando as redes sociais esta nota de repúdio.

Envie seu Comentário