Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Corrida contra o relógio

06 de maio de 2014 0

O prazo para que a defesa do deputado Romildo Titon (PMDB) obtenha uma decisão do STJ favorável à tese de que os recursos identificados pela Operação Fundo do Poço eram federais, e por consequência anulariam as decisões do Judiciário de SC, está se esgotando. É que as sessões no Superior Tribunal de Justiça vão até 11 de junho, véspera da Copa. Depois vem o recesso de julho. Ou seja, só vão se reunir lá por agosto em Brasília.

comentários

Envie seu Comentário