Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Reféns

15 de maio de 2014 0

Paulino Pereira de Almeida, 69 anos, era nativo do Morro do Horácio, em Florianópolis. Foi assassinado a tiros no dia 2 de abril, em casa. Os mandantes seriam traficantes. Motivo: criminosos não teriam gostado de tê-lo visto falando com policiais militares.

Os familiares acabaram deixando o morro com medo de também virarem vítimas. Agora o tráfico estaria dominando tranquilamente a propriedade. E não estamos no Rio de Janeiro.

comentários

Envie seu Comentário