Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

MPF quer proibir circulação veículos em áreas de preservação de Florianópolis

27 de maio de 2014 1

Com base em denúncias realizadas no início deste ano, o Ministério Público Federal ajuizou ação civil pública com o objetivo de proibir o acesso, trânsito e permanência ilegal de veículos automotores nas áreas ambientalmente sensíveis da zona costeira de Florianópolis. Mais especificamente seriam o trecho entre a Ponta do Lessa, na Agronômica, e o final da Praia do Campeche, divisa com a Joaquina.

O procurador da República Eduardo Barragan pede que prefeitura, Fundação do Meio Ambiente (Floram), Instituto de Planejamento Urbano (IPUF) e Secretaria do Patrimônio da União (SPU) promovam a fiscalização e atuação nos locais citados e nas demais regiões costeiras do município. Em caso de descumprimento, a ação pede que cada uma das autoridades pague multa diária de R$ 1 mil.

Barragan também solicita a elaboração de um estudo ambiental elaborado por equipe formada por órgãos do município e da União, coordenada por um cientista social. O objetivo seria identificar os usos irregulares da zona costeira.

comentários

Comentários (1)

  • Lucas diz: 27 de maio de 2014

    APOIO O PROCURADOR, mas tem um porém… Quando que ele vai mexer na ferida da COSTA DA LAGOA ? Quer dizer que até vereador comprou casa lá? JA DEMOROU PRO PROCURADOR METER BRONCA E MANDAR TIRAR TODAS AQUELAS CASAS IRREGULARES A BASE DA BALA SE FOR PRECISO! PEDE REFORÇO PRA MARINHA, UMA METRALHADORA E VAI PASSANDO E METENDO TIRO SE NAO QUISER SIAR RSRSRSRS

Envie seu Comentário