Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Juiz fará vistoria in loco na estrutura das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo

29 de julho de 2014 19
Foto: Jessé Giotti / Agência RBS

Foto: Jessé Giotti / Agência RBS

O Juiz Luiz Antônio Zanini Fornerolli, da 1ª Vara da Fazenda Pública, fará uma vistoria in loco na estrutura das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos nesta quarta-feira, às 14h. Será acompanhado por três engenheiros que atuarão em auxílio ao Judiciário. São eles: Miguel Daux Neto, Honorato Tomelin e Wellington Longuini Repette. Todos concordaram em participar sem custos.

A Justiça solicitou ao Corpo de Bombeiros para que indique um oficial para acompanhar os trabalhos, além de disponibilizar embarcações para a vistoria sob as pontes e apoio da Polícia Militar para garantir a segurança no local. Após a inspeção, o resultado será anexado aos autos para que o juiz decida sobre a ação em que o MP solicita a imediata manutenção das estruturas.

Leia mais:
::: Atraso em estudo dificulta manutenção das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, em Florianópolis
::: Ministério Público questiona destino de recurso que seria usado para estudo da situação das pontes Pedro Ivo e Colombo Salles

 

comentários

Comentários (19)

  • Walter Souza diz: 29 de julho de 2014

    Finalmente algo mais serio será feito. Parabéns ao Fornerolli pela iniciativa. Com relação aos engenheiros, o Tomelin sabe tudo de tudo e como estão as coisas por baixo do nível de água. Os problemas outros, os remadores que passam por ali todos os dias, competindo ou treinando, podem apontar com total conhecimento. Só lembro que a Pedro Ivbo entra e a Colombo Salles.

  • Alcidinei Pacheco diz: 29 de julho de 2014

    Lamentável! usar a estrutura judiciária, que já é capenga, para que se exija que seja feito aquilo que o executivo deveria fazer “de ofício”. Qualquer olhar leigo percebe que algo precisa ser feito e ainda pagamos mais de um milhão para que um especialista diga isso. Fim da picada…ou do executivo.

  • joão de oliveira diz: 29 de julho de 2014

    absurdo um juiz ter que mandar o executivo fazer o que tem que fazer. Anote aí: ainda chegará o dia em que os poderes executivo e legislativo serão desnecessários.

  • LEONETE THIESEN diz: 29 de julho de 2014

    Já ando em pânico, devido a essas pontes, e tenho que atravessá-la todos os dias. É uma vergonha para a cidade, além da insegurança, tem o fator estético…pois é bem visível o descuido e zelo com a principal ligação do continente com a ilha. O governo (prefeito) deve manter um contrato de manutenção permanente para as obras públicas, tais como passarelas, pontes, jardins, praças, vias públicas…Esse orçamento já deve estar privilegiado no orçamento anual.

  • Mario diz: 29 de julho de 2014

    Será que teremos mais uma novela de dezenas de anos para fazer a manutenção das pontes. Obras que levam milhões dos contribuintes. Espero também que nao deixem CERTAS empresas participarem das licitações senão levaremos décadas e termos aditivos para que a reforma seja concluída, se for.

  • Schell diz: 29 de julho de 2014

    Caro Martini, e a 4a. ponte, aquela que ligaria a ilha à Biguaçu? E os aeromóveis? E os grandes barcos de passageiros? E o pequeno catamarã que foi notícia por único dia? E a integração continente/ilha via ônibus, barco e bondinhos por sobre os morros até a UFSC? E o restante das mentiras? E a ponte Hercílio Luz há mais de 20 anos? Tudo isso li na imprensa desde a posse do sr. Colombo… E dizer que o reelegerão… Pobre Santa Catarina.

  • Walmor diz: 29 de julho de 2014

    Isso é uma vergonha, um Juiz ter que vistoriar as condições das pontes, tudo porque o órgão público responsável por sua manutenção se omite da sua função. Se houver problemas nas estruturas das pontes, que os responsáveis sejam penalizados por colocar a vida da população que usa as pontes em risco.

  • Valdi Francisco diz: 29 de julho de 2014

    A recuperação da Ponte Hercílio luz já vem se arrastando por 32 anos e só nos últimos 12 anos foram investidos em torno de 300 milhões de dinheiro público e até agora nado foi feito. Seriam as pontes Colombo Salles e Pedro Ivo mais duas “vacas de tetas” bem robustas para serem ordenhadas por mais 32 anos?

  • Gualberto Cesar dos Santos diz: 29 de julho de 2014

    Ação responsável em favor da vida de um número significante de pessoas que passam pelas Pontes nas vinte e quatro horas diariamente. Parabéns ao Magistrado que cumpre a sua finalidade legal em parceria com o Ministério Público. É de se rogar que responsabilidades sejam apuradas em favor da Moralidade Pública.

  • Evantuir J Pereira diz: 29 de julho de 2014

    O Magistrado (Juiz) Luiz Antônio Zanini Fornerolli, da 1ª Vara da Fazenda Pública, que fará uma vistoria in loco na estrutura das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos nesta quarta-feira, às 14h, foi meu professor de Direito na UNISUL, pessoa do mais alto gabarito, homem de pulso firme e competente. Creio que Ele cobrará com certeza e no rigor da Lei, o que deverá ser feito. Tacali o Pau… Tacali o Pau… Tacali o Pau… Excelentíssimo. Não dá mole pro Governo!

  • Ricardo diz: 29 de julho de 2014

    espero que olhem a ponte como um todo, e não apenas a parte de baixo. Está tudo necessitando de reformas. Os guard-rails estão em péssimo estado de conservação. Muitos destes estão amassados e não são substituídos. As passarelas estão caindo. Outras coisa, é porque essas passarelas não foram entregues junto com a ponte prontas e completas. Estão pela metade!

  • Antonio diz: 29 de julho de 2014

    Parabéns aos engenheiros que farão o serviço sem cobrar, o erário e a população agradecem, quanto ao juiz não fez nada mais que sua obrigação, espero que não tenha cobrado uma diária.

  • Mauri Meira diz: 29 de julho de 2014

    Elogiavel a postura do judiciário e do magistrado neste caso.

  • Rogerio diz: 29 de julho de 2014

    Deveria ser obrigatória a presença de um Eng, especializado em estruturas de aço e concreto armado, por indicação do CREA.
    É o mínimo que se pode exigir do CREA, ausente até o presente momento.

  • MARA diz: 30 de julho de 2014

    GENTE,ISSO JÁ ERA P TER FEITO Á MT TEMPO.Á QUALQUER MOMENTO UMA DAS DUAS PONTES PODEM CAIR.SE CAIR,NÃO CAIA,QUANDO EU ESTIVER EM CIMA.ELA QUE CAIA,QUANDO TIVER OS POLITICOS PASSANDO,E O GOVERNADOR.ÁS PONTES ESTÃO TODAS PODRES….

  • Vanessa Oliveira diz: 30 de julho de 2014

    Lamentável mesmo!! Não deu para ver a falta de estrutura da ponte nos jornais?? Um juiz tem que ir ver as pontes para atestar o que já foi visto… a manutenção tem que ser imediata!! Sem chororo e sem demora!! muitas pessoas depende disso! e Deus nos livre de uma desgraça enquanto fica esse passa e repassa…

  • QUERO SER PRESIDENTE – EU TAMBEM BEBO diz: 30 de julho de 2014

    E CERTAMENTE VÃO REELEGER ESSA CAMARILHA QUE “HOMENAGEIA” O SIR LUIS XV% E DESONRA TANTO A NOSSA QUERIDA SANTA CATARINA……….DE PONTE EM PONTE, NÓS NÃO CHEGAMOS A LUGAR NENHUM…..DENTRO EM BREVE TUDO VAI ESTAR COMO GOSTAM OS ECOCHATOS, POIS VÃO CAIR AS TRES PONTES E FICAREMOS ILHADOS…..A ILHA ESTARÁ SALVA!!!!!!!!

  • Marcelo diz: 30 de julho de 2014

    Já sei!! Estão deixando o problema ficar ainda mais sério do que já se encontra… para enfim efetivar a contratação de uma “empresa” sem licitação, pois claro, a obra será de caráter EMERGENCIAL… (como sempre)…

  • Lucas Palhares diz: 30 de julho de 2014

    Tomara que tenham ido a pé …..pois ao tentarem atravessar as pistas, notariam um cano pendurado sobre os carros, que só vai ser consertado após provocar um acidente.

Envie seu Comentário