Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Policiais reclamam que subsídio reduziu o salário líquido em agosto

21 de agosto de 2014 28

Policiais Civis e Militares estão reclamando que tiveram redução de salário líquido com o pagamento da primeira parcela do subsídio prevista para o dia 30 de agosto. Os valores dos contracheques estavam disponíveis para consulta no sistema do governo nesta quinta-feira, mas a confusão foi tão grande que as informações com os salários foram retiradas do ar. Oficialmente, a retirada teria sido para corrigir uma dedução de imposto de renda que estaria errada.

O Sinpol (PC) e a Associação dos Praças (Aprasc) confirmaram que foram procurados por inúmeros policiais nesta quinta para reclamar da perda salarial. A nova proposta salarial do governo para a área da Segurança Pública foi aprovada pela Assembleia Legislativa em novembro do ano passado e que começa a entrar em vigor a partir do final deste mês de agosto. A intenção era reduzir o número de horas extras e penduricalhos nos salários dos policiais, uniformizando os reajustes. Na prática, não é o que se viu.

Um agente policial com 36 anos de serviço, por exemplo, esta perdendo cerca de R$ 1.200 em seu salário, do mês de julho passado para agosto. A dúvida das entidades representativas é sobre o cálculo utilizado para o pagamento do subsídio. Há quem veja falhas no modelo.

CONTRAPONTO

O Centro Administrativo informa que não houve redução de salário. O fato é que as horas extras de julho estão sendo processadas e serão pagas em folha suplementar e estão analisando apenas o contracheque da folha disponível.

A Secretaria de Estado da Administração, a Secretaria da Fazenda e a Secretaria de Segurança Pública estão analisando as variações dos contracheques individuais ocorridas com o novo modelo de remuneração por subsídio e irão tomas as medidas cabíveis visando a garantir a irredutibilidade  de salário garantida pela constituição federal.

 

 

comentários

Comentários (28)

  • Pedro diz: 21 de agosto de 2014

    O Centro Administrativo informa que não houve redução de salário?
    Houve sim. Tiveram o ano inteiro para planejar a folha e efetuar as modificações necessárias, e ainda assim não o fizeram. Se tudo está correto, porque tantos estão reclamando? Porque o acesso ao contracheque não está disponível? Sinceramente Governador, o Sr. necessita rever seus cargos de confiança, pois como cabos eleitorais seus, simplesmente são horríveis.

  • Policial indignado diz: 21 de agosto de 2014

    Como assim horas extras? Nesse novo modelo foram cortadas horas-extras e não serão mais pagas sendo esse o nosso salário desde então!

    Mais de dois anos para implantar todo esse “projeto milagroso de pagamento” e engoliram nossa Data-Base, ou seja, ficaremos no total 3 anos sem reposição de inflação… só isso já deixa para trás toda ladainha desse novo plano de salário!

    Sem falar em direitos individuais que o servidor adquiriu durante anos de exercício (ex: triênios e pós graduação) que deixaram de ser pagos!

    Quem mais ganhou com isso foi o Governo que tirou do salário dos Policiais da base para fazer economia e de quebra deu uma parcela para os Delegados e Oficiais….
    Parabéns ao Raimundo Colombo e os deputados que desvalorizam a cada dia quem realmente faz a Polícia acontecer!
    Muitos de vocês são candidatos hoje e pode ter certeza que serão lembrados negativamente nas eleições!!!

  • cristiano diz: 21 de agosto de 2014

    O centro administrativo informou que ainda falta o pagamento das horas extras, correto ainda falta. Então vamos aguardar o pagamento de setembro e ai comparamos com o de julho… Esse é o reconhecimento e o respeito com a segurança pública.

  • Gustavo Fachini diz: 21 de agosto de 2014

    Impressionante como a imprensa ainda escuta o lado do governo(versão governista). Os caros são mentirosos até o último nível. É óbvio que se os policias da base sejam Civis ou Militares estão reclamando é por que houve redução salarial. Se houvesse ganho salarial ninguém ia reclamar. Entenderam ou será que tem que desenhar????
    ACORDA POVO!!!

  • MARCELO LEONARDO diz: 21 de agosto de 2014

    De fato no mínimo tivemos perdas significativas, no meu caso fiquei no 0 a 0 em termos de valores, não ganhei nada, não perdi nada, mas no panorama correto, tive umas desvalorização de no mínimo 20% pois a inflação não foi corrigida nos últimos anos… Esse governo de SC só tem picareta…bando de mentirosos.

  • Alan Amaro da Costa diz: 21 de agosto de 2014

    Sim, serão pagas as horas extras feitas em julho. Mas como em agosto não haverá hora extra, no final de setembro os policiais receberão somente o valor que consta hoje. Alguns, mais novos tiveram acrescimo de 50,00 ou 100,00 no máximo, porém aqueles que tinham mais de 10 anos de casa, viram seu salário ser reduzido em até 1600,00 reais. Que beleza, votem Raimundo pessoal….PACTO PELA INSEGURANÇA PÚBLICA…..estão perdidos, perdidos….

  • marcelo sales diz: 21 de agosto de 2014

    é mais um golpe nos policiais civis do Estado. Que já estão desanimados com a falta de estrutura da PC, não foi analisado cada caso. Um policial com quase trinta anos de profissão, com pós graduação, vintenaria, trienios foi colocado no mesmo nível que um policial com 05 anois de profissão. O que mais irrita é que nosso sindicato é um simples espectador dessa sacanagem.

  • Carlos A. da Silva diz: 21 de agosto de 2014

    Importante o Jornalista Rafael Martini dar profundidade a esta situação.
    Policiais Civis de Base ou o resto como costumeiramente nos chamam aqueles que, privilegiados neste momento, esqueceram-se dela, como sempre, diga-se.
    Temos, infelizmente, duas Polícias Civis, dentro da Polícia Civil, a dos Delegados (agora regiamente pagos) e o RESTO, nós, da Base, aqueles Policiais que todo Cidadão ao chegar em uma Delegacia terão como recepcionistas de suas ansiedades e seus problemas latentes.
    O governo, visando atingir não se sabe quem, atingiu toda uma categoria, principalmente aqueles que, em atividade ainda, que deram o melhor de suas juventudes, a força enquanto amadureciam, e agora recebem como premio, reduções consideráveis em seus salários.
    Parece, condenando os que ainda produzem e no nível de excelência pelos conhecimentos adquiridos e que buscaram formação superior, a antecipar suas aposentadorias, sejam elas literais ou permanecendo ainda no serviço como se aposentados fossem.

  • Servidor do IGP diz: 21 de agosto de 2014

    Pior é a situação dos servidores de base do IGP, que diferentemente da PC e PM, nem sequer receberão no mês de agosto a indenização dos 17 %… E olhe lá se receberemos no mês de setembro. É muita sacanagem!

  • Povo de SC diz: 21 de agosto de 2014

    Ter no governo ( Raimundo Colombo) alguém que não da a mínima para a segurança pública de nosso estado nos dias de hoje é simplesmente achar que estamos andando nas ruas com uma segurança perfeita! Sinto-me envergonhado de ter votado no governador achando que melhoraria a segurança publica de meu estado. Coitado dos Policiais Civis que foram desmotivados com uma proposta salarial ilusória! O único jeito de tentar solucionar o caos da PCSC seria prover a base para iniciar no nível VI e promovendo todos automaticamente! Ou teremos o fim de excelente Policia Civil que não sobrevivera apenas de Delegados! E quem paga é eu e você, povo catarinense! Acordaaaa SC! Segurança nos dias de hoje não pode ser tratada como o COLOMBO vem tratando!

  • Ieda diz: 21 de agosto de 2014

    Vergonha. Redução de mais de mil reais no meu salário, mesmo com a lei do subsídio prevendo literalmente a irredutibilidade. A lei? Ora Lei.

  • Joaquim Nabuco Donosor diz: 21 de agosto de 2014

    Caro marcelo sales, se esse for realmente seu nome, voce precisa se informar mais antes de dizer besteira num veiculo de comunicação como é o DC e falar que o sindicato é um simples espectador. Não sou advogado do sindicato nem policial civil ou militar, mas mesmo de fora acompanho esta briga. Digo isso por que já fui dirigente sindical. Vc foi nas assembléias? tenta estar por dentro de todas as questões? já foi conversar com os dirigentes do sindicato? Sua posição mostra que a categoria não é tão unida como deveria ser, e gostaria de crer que são poucos os que tentam depreciar os outros sem conhecimento de causa. Sua posição ao meu ver é governista ou tendenciosa.

  • Anderson Vieira Amorim diz: 21 de agosto de 2014

    Quanta imbecilidade hein Marcelo, afirmar que o Sindicato não está fazendo nada.
    Realmente, as ações para reavermos nossos direitos devem estar saindo da tua cabeça e das tuas ações, se é que és Policial mesmo e não mais uma boquinha alugada.
    Te informa antes de escrever tanta bobagem.

  • fernando diz: 21 de agosto de 2014

    Conheço PC, com segundo grau que não sabe nem ligar um computador e tem medo do mouse e fica todo tempo atras de uma mesa de expediente, que vai se aposentar agora e ganha 8000,00, esta ótimo. Farinha pouco meu pirão primeiro é cada um puxando para o seu lado.

  • Leandro diz: 21 de agosto de 2014

    Isso é um requerimento para JAMAIS SER ELEITO NOVAMENTE.
    LEANDRO ARNOLD

  • Carlos diz: 21 de agosto de 2014

    Só quem teve proveitos reais com essa nova modalidade de pagamento foram os delegados e oficiais, que tiveram ganhos expressivos. Houve perdas para a grande maioria dos policiais da base, os quais efetivamente enfrentam crime. Principalmente na Polícia Civil. Isso desmotiva a categoria e quem perde com isso é a população, a qual, pelo que parece, o governo não se importa.

  • Jussara diz: 22 de agosto de 2014

    O Centro Administrativo informa que não houve redução de salário, realmente não houve no salário deles é claro, mas no meu “COM CERTEZA HOUVE REDUÇÃO SIM”, tenho 26 anos de profissão na Policia Civil.

    “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.” (Rui Barbosa) . É assim que me sinto hoje. envergonhada depois de tantos anos me dedicando pela instituição.

  • Márcio diz: 22 de agosto de 2014

    Que a populaçção contrate uma inviolável ou patrimonial para sua segurança, e cada se vire como pode como o colombo.

  • Servidor da Base diz: 22 de agosto de 2014

    Fernando, não são somente os da base que não sabem mexer em um computador,as carreiras que foram privilegiadas(com subsídios exorbitantes), são na verdade uns verdadeiros analfabetos tecnológicos no âmbito laboral e em casa tem Smartfones, computadores e aparelhos eletrônicos de ultima geração.

    O pior é que existem pessoas que deveriam ter a obrigação de ser “entendidos” em informática e necessitam ajuda elementar das pessoas de base para fazer tais proezas e depois ainda se gabam de “os melhores”

  • Pedro diz: 22 de agosto de 2014

    Breve comentário: se já lançam uma nova lei salarial prevendo que seu salário não pode reduzir, imagina a beleza que é!!! Porém a mesma lei diz que não terá reposição de inflação nesse durante aplicação desse plano (data-base). Não só tem a chance de empatar com o que já era como não será reposto a inflação (que hoje não é pouca) e ai se perde muito… já perdemos no a passado cerca de 6% não corrigidos… este ano vamos a 8% e ano que vem mais 6,7,8% (se não piorar). Só ai já perdemos sim e não empatamos…. perderemos cerca de 21% que esse Governo tirará de nossas mesas, de nossos lares. Os policiais civis repetiram por diversas vezes que tal plano não era benéfico… pagaram para ver (quer dizer… não pagaram). Ganharam rejeição e insatisfação… ainda bem que estamos em época eleitoral! Fora Raimundo!!!

  • BEM FEITO…JA SE ESPERAVA ISSO!!! diz: 22 de agosto de 2014

    JA ERA PREVISTO ESTA GRITARIA!!!

    BASTA TER ACOMPANHADO A NEGOCIAÇÃO…TRUCULENTA FEITA POR PARTE DESSE SIMPOL, SINDICATO POLICIAIS CIVIS, É OBVIO QUE SEUS DIRIGENTES QUEREM USAR ESTE DESCONTENTAMENTO EM PROL DE SUAS “CANDIDATURAS”, E OS POLICIAIS AINDA VAO CAIR NESSA …LEMBRAM DO QUE O PRESIDENTE DO SIMPOL CHAMOU O SR. GOVERNADOR? LEMBRAM DAS BABOZEIRAS QUE ELE ANDA FAZENDO? AMIGOS NEGOCIAÇÃO COMO OTERMO JA DIZ…TEM-SE QUE TER CAUTELA, SABER LEVA-LAS..E NAO COM TRUCULENCIA…TAI..O RESULTADO….

  • dilma diz: 22 de agosto de 2014

    Eu participei de algumas reuniões do sindicato da PC com o Dep Maurício e alguns outros que apareciam por lá e “declamavam” a mesma frase:” a ordem é votar com o governo e o projeto será aprovado desta maneira” . Dito e feito, nada mais se pode fazer a não ser , sermos enrolados pelo dep Maurício com a promessa de que o plano voltaria a ser discutido no início do ano. A polícia civil foi contra o tempo inteiro e ficou sozinha e sem apoio. Agora, quem aplaudiu que amargue com a perda e vá para as ruas. Não querendo ser pessimista, depois de “caneteado” já era! Uma sugestão: AS ELEIÇÕES ESTÃO AÍ. Se é que me entendem!

  • Marcelo diz: 22 de agosto de 2014

    Tem muito “tira” que atolava na hora-extra sem estar efetivamente trabalhando. Muita escala fantasma. Agora termina essa fraude. E bota essa carcaça pra ralar. Quem não estiver satisfeito tem emprego sobrando aí fora…

  • servidor diz: 25 de agosto de 2014

    Todo o ato que visa retirar a qualidade de um serviço destino ao público é ir contra os interesses e as demandas da sociedade. Fico me perguntando… porque retirar os adicionais de pós graduação?? isto é um incentivo para as pesoas com qualificação deixar a instituição. Não adianta contratar varios policiais se efetivamente o Estado não consegue suprir a folha de pagamento dos mesmos. São milhões e milhões de reais em dívida com os policiais civis só em horas extras excedentes dos ultimos 05 anos. Se os sindicatos se unissem e cobrassem em ações coletivas tudo que nos é devido o Estado ia ter de enxugar a máquina e readequar o orçamento de várias instituições, o que seria bom para a sociedade pois segurança assim como saúde e educação demandam grande investimento em estrutura e em pessoal.

  • Benjamin Pinho diz: 25 de agosto de 2014

    Amigos, estou co 20 anos de serviço, mas a decepção é grande pois achei que iria melhorar para nós que estamos bem surrados na profissão, foi ao contrario gostaria de estar entrando, hoje o nosso salário esta igual de que esta chegando em nossa casa, não que eles não devem ganhar bem suas remunerações, mais cadê a motivação que nos deram até hoje nos enganando com promessas mentirosas.

  • calberto diz: 26 de agosto de 2014

    Esqueci de dizer, entraria em qualquer vaquinha para dar placas de agradecimento, medalhas de amigo da polícia Civil, diplomas de reconhecimento a qualquer governante que de fato e há seu tempo tivesse estendido os privilégios concedidos a uma Categoria, a todos indistintamente, mas, hoje o que temos é de lamentar, quase vinte e nove de corporação, trinta e cinco anos recém atingidos de serviço total e o que experimento neste momento, é de profunda decepção e isto me leva a desacreditar em tudo que cerca nossa Instituição.

    Isto tudo que hoje acontece foi objeto das discussões quando ainda estava à mesa de negociações, tenho como comprovar pelas mensagens que trocava com o grupo de negociações, mas, de forma insensível e sem que nenhuma interferência por parte das Autoridades interna corporis – devidamente cientificadas – tenha sido feita ou ainda, se feita, desconsiderada.

    Lamente-se, agora é correr atrás e tentar complementar a parte que me foi diminuída, pois ela, se não recomposta, fatalmente, irá me levar a inadimplir meus compromissos.

  • Alessandro diz: 26 de agosto de 2014

    Informem o “Centro Administrativo” que “hora extra” não é salário.

  • Nilton Klimemesch diz: 22 de setembro de 2014

    Labutei na Instituição durante 32 anos 4 meses, arrisquei minha vida nos mares de Sc, para no fim de tudo perder todos os direitos adquiridos sendo que fiz jus a tudo isso, recebi 0,0 por cento de subsidio, recebendo igual ao mês anterior, sendo que foi colocado no contra-cheque 498 reais que foi subtraído de outra vantajem tendo em vista que o rendimento permaneceu exatamente ao que percebia no mês de julho de 2014. Pergunto que subsídio é esse. o que é pior ficarei sem nenhum reajuste no salário até agosto de 2015; como ficará o meu salário com essa inflação galopante que se apresenta no senário Brasileiro. Agora vejo na TV o pivô de toda essa lambança do subsidio como candidato à Deputado Estadual isso é uma piada de péssimo gosto.

Envie seu Comentário