Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Confira a lista dos 14 vereadores que pediram o afastamento da diretora da Floram

11 de setembro de 2014 10

Quatorze vereadores da Câmara de Florianópolis assinaram um documento pedindo o afastamento da diretora da Floram. No final do mês de agosto, ela foi retirada do cargo por motivos internos, como explicou o próprio prefeito Cesar Souza Junior.

O fato é que ninguém, além dos parlamentares e do chefe de gabinete do prefeito, viram o tal documento que não passou nem pelo protocolo do Executivo. Ou seja, oficialmente nem existe.

Mas engana-se quem atribui apenas ao episódio da casa da irmã de Badeko na Costa da Lagoa como único motivo para pedir o desligamento da servidora. Há relatos extraoficiais de outros parlamentares que também teriam seus interesses contrariados porque Elisa Rehn cumpria literalmente o que determina a lei na Floram.

O assunto, por enquanto, está na espera cível, mas o Ministério Público Federal não descarta a abertura de inquérito criminal.

1. Badeko – PSD

2. Bispo Jerônimo – PRB

3. Deglaber Goulart – PMDB

4. Dinho – PMDB

5. Dr. Ricardo –

6. Gui Pereira – PSD

7. Marcelo da Intendência – PDT

* 8. Pedrão – PP

9. Coronel Paixão – PDT

10. Ed – PSB

11. Erádio Gonçalves – PSD

12. Furlan – PSC

13. Roberto Katumi – PSB

14. Vanderlei “Lela” – PDT

* O vereador pediu exame grafotécnico de sua assinatura.

A articulação da coleta das 14 assinaturas também passou pelo líder do governo, vereador Dalmo Menezes, conforme relatam fontes ouvidas pelo blog.

Em contato com a coluna, o líder do governo nega veemente que tenha participado de qualquer movimento para arrecadar as 14 assinaturas exatamente por exercer a liderança do governo.

 

 

comentários

Comentários (10)

  • Florentino do continente diz: 11 de setembro de 2014

    Será que nós eleitores, através de abaixo assinado, semelhante a este que destituiu a diretora da Floram, temos o direito de destituir estes nobres vereadores.Garanto que teríamos no mínimo trezentas vezes mais assinaturas.Garanto que a nomeação desta servidora teve a indicação de algum vereador.Agora na hora de defende-la é só interesse particular.Pior é o Juninho Bil aceitar este pedido.

  • Joao diz: 11 de setembro de 2014

    se fosse um documento porque a Elisa não cumpria literalmente a lei, mas isso aí é espantoso que possa acontecer em pleno ano de 2015.

  • Joao diz: 11 de setembro de 2014

    2014…

  • P F Amaral diz: 11 de setembro de 2014

    Ai de quem ousar contrariar interesses. Esse pessoal era para estar trabalhando pelo povo, para o povo. Porém trabalham para eles e que se exploda o resto. Dificil de se encontrar uma saída para esse nosso Brasil.É só maracutaia em cima de maracutaia.Im(p)unidade parlamentar, fórum privilegiado, estas regalias deveriam ser as primeiras a acabar, em todos os escalões.Porque não se cumpre a constituição? Todos são iguais perante a lei, que balela.

  • marcos diz: 12 de setembro de 2014

    Pensei que o CARTEIRAÇO já estivesse estinto . Então agora quando tiver algum problema com qualquer setor da prefeitura, mesmo estando irregular, irei até a câmara de vereadores e exigirei que eles coloquem o profissional pra rua. Se eles podem EU POSSO MUITO MAIS AFINAL DE CONTAS EU É QUE PAGO O SALÁRIO DOS VEREADORES E TAMBÉM DOS FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA. Ou estou errado ?

  • Brigadeiro de Festa diz: 12 de setembro de 2014

    Nessa relação, tem um espertinho que distribuiu na última campanha, 900 passes para que moradores da Tapera pudesse transpor pelo interior da Base Aérea de Florianópolis.

  • Elisa Veras diz: 12 de setembro de 2014

    Enfim saiu a lista dos pilantras! Muito bem colocado Florentino, TEMOS O DIREITO E O DEVER DE DESTITUIR ESTE VEREADORES.

  • Amaro Juvenal Neto diz: 12 de setembro de 2014

    Mais um escândalo proporcionado pelo mesmo grupo de vereadores. Que o Ministério Público Federal apure! Porque da Câmara de Vereadores não esperamos outra atitude senão a conivência. Esses vereadores deveriam ser punidos por falta d edecoro, afinal, incorreram em crime previsto em Lei. A funcionária pública, foi cerceada de suas funções, é vítima de danos morais.

  • Élzio do Espírito Santo Oliveira diz: 12 de setembro de 2014

    Gostaria de ver o teor das ‘razões’ apresentadas por aqueles, que agindo assim não me representam, para pedir o afastamento da diretora. Nos ajuda Rafael Martini, afinal tem uma lei de acesso a informação, válida.

  • Marlon diz: 15 de setembro de 2014

    E qual a fonte? Pra fazer uma acusação tão séria sem provas deve ter uma fonte muito boa né…

Envie seu Comentário