Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mais em conta

16 de setembro de 2014 4

Aprovados no último concurso para agente da Polícia Civil de SC, que ofereceu 364 vagas, criaram uma comissão e pedem o aumento do número de chamados para o teste de aptidão física. A proposta é para que se inclua de dois a três mil candidatos que obtiveram a média, ao invés dos mil previstos no edital. Ajustificativa é que seria menos oneroso para o Estado ter um banco de reservas, do que abrir concurso cada vez que houver necessidade de suprir o efetivo.

Aliás 
A situação atual do Estado é que a lei nº 453/2009 prevê 5.997 policiais civis em SC, mas atualmente existe um efetivo de 3.412. Além disso, aproximadamente 400 destes policiais já entraram com pedido de aposentadoria e mais de mil da atual corporação já estariam em condições de pendurar as algemas.

comentários

Comentários (4)

  • Mariana FRN diz: 16 de setembro de 2014

    Nosso estado precisa de mais segurança. A delegacia da minha região, baixada do maciambu, a qual compreende mais de 6 praias e mais de 10 comunidades está fechada. E preciso mais policia civil, muito mais.

  • Adriano diz: 16 de setembro de 2014

    Isso não é nada. Fora os testes físicos que foram cobrados fora do edital, facilitando para alguns candidatos prejudicando outros tantos. Não teve tempo para o abdominal, que seria de 30 repetições em 01 minuto. Fizeram no tempo que queriam. Era cobrado um teste chamado Léger onde o candidato teria que fazer 40 “chegadas”, de acordo com o edital, mas só foi cobrado 20 chegadas. Teste de barra onde o candidato podia dobrar a perna… Enfim, como levar uma instituição dessas a sério se nem ao menos sabem cumprir a determinação do edital? E outra, foram feitas diversas denúncias ao Ministério Público de SC que simplesmente se calou diante de tais arbitrariedades. Quero ver só que tipo de polícia a população catarinense terá ao fim desse curso de formação. Concurso todo errado desde o início onde portadores de necessidade especial só se declararam em tal condição ao fim da prova. Por essas e por outras que SC tem índices de violência cada vez mais altos, com uma polícia que não tem efetivo e nem preparo para enfrentar a criminalidade que se organiza entro e fora dos presídios.. Lastimável o que foi feito neste concurso e ninguém fala nada sobre isso. Os fóruns de concurso estão cheios de denúncias e relatos, mas o governo, o Ministério Público e a própria PCSC fazem vista grossa… Lamentável!

  • Paulo diz: 17 de setembro de 2014

    Esse governador ai é um verdadeiro artista! Para o público se faz de amigo do povo, mas deixa a segurança publica de lado…descaso total com a pcsc.

  • Marcos diz: 18 de setembro de 2014

    Martini, 80% da instituição já pendurou as algemas (quando tem) há muito tempo…

Envie seu Comentário