Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 20 setembro 2014

Para o mundo que eu quero descer….

20 de setembro de 2014 21

campanha

 

Imagine hipoteticamente a seguinte situação:

Logo depois do segundo turno das eleições municipais, em 2012, o cidadão resolve se mudar para outro país e deixa de acompanhar o desenrolar da política local.

Mas ele decide voltar a morar em Florianópolis, em setembro de 2014.

Ao passear pela Lagoa da Conceição, no último sábado de inverno com a família, se depara com uma carreta de candidatos.

À frente uma caminhonete com quatro políticos a bordo: o atual prefeito Cesar Souza Junior (PSD), o vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB), o senador Cacildo Maldaner (PMDB) e o candidato ao senado Dário Berger (PMDB).

Ele pisca e olha de novo para ter certeza se não está sendo traído por conta das lentes vencidas dos óculos.

Mas é isso mesmo.

Lado a lado lá estão o atual e o ex-prefeito de Florianópolis. Os mesmos que há menos de dois anos evitavam até apertos de mãos protocolares.

Por conta da coligação tanto na majoritária quanto na proporcional, os três candidatos mais votados nas últimas eleições da Capital apoiam o mesmo nome ao governo do Estado (Raimundo Colombo) e ao senado (Dário Berger).

Cesar Junior faz campanha para o pai, candidato a deputado federal, e para Dário, que o chamou de jovem do primeiro emprego na última eleição.

Gean Loureiro, derrotado por Cesar nas últimas eleições e agora candidato a deputado estadual pelo PMDB, espalhou cartazes ao lado de Cesar Souza pai.

E Angela Albino (PCdoB), crítica de Gean e de Cesar na campanha municipal, agora é candidata a deputada federal na mesma coligação.

Aí alguém dirá: mas isso é permitido pela legislação eleitoral.

Não se discute.

A dúvida do cidadão que ficou completamente embaralhado ao tentar entender o o desenrolar da política local é uma só:

E quem vai discutir a reforma política?

O triste é que situações como esta não são privilégio de Florianópolis.

País afora e em todos os partidos, ninguém mais sabe quem é quem.

 

Leitor reclama

20 de setembro de 2014 18

Flagra de um leitor do #t24horas na tarde deste sábado:

“Táxi estacionado no Big de Capoeiras agora à tarde, por volta das 14h15min. Como se não bastasse estar em vaga de idoso, o folgado usou duas vagas. E quando me viram, ele e esposa vieram tomar satisfação cheios de razão.

placa borrada (3)

Ia publicar essa foto no Twitter e citar o @t24horas, mas diante da arrogância e falta de educação é ameaças do taxista fique com receio de posterior identificação e perseguição da classe”