Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Morte de agente penitenciária, estopim dos atentados em SC, ainda não teve acusados julgados

24 de setembro de 2014 0

Em outubro o assassinato da agente penitenciária Deise Alves completará dois anos. Até agora os acusados não foram julgados. É bom lembrar que os responsáveis são criminosos líderes da facção PGC, aqueles que comandaram duas ondas de atentados a ônibus pelo Estado depois dessa morte. O juiz Otávio Minatto, de São José, diz que a tentativa de ouvir uma testemunha de Brasília, ligada aos direitos humanos, protelou o processo. Garante que deverá sair logo a sentença de pronúncia, aquela em que é decidido quais os acusados que vão ou não a júri popular.

Foto: Guto Kuerten, BD,  25/10/2013

Funcionários do Complexo Prisional de Florianópolis lembraram o primeiro ano da morte da agente em outubro do ano passado. Foto: Guto Kuerten,BD,25/10/2013

Leia mais:
::: As razões que levaram à onda de atentados no Estado
::: Começa primeiro dia de julgamento dos acusados de matar a agente Deise Alves, em São José
::: Investigação liga a morte de Deise Alves a líderes do Primeiro Grupo Catarinense

comentários

Envie seu Comentário