Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cavalo encilhado

14 de outubro de 2014 4

O projeto de reforma administrativa do governo do Estado passa pelas mãos do agora assessor Ubiratan Rezende, um dos mais próximos interlocutores de Raimundo Colombo. Se depender da opinião do ex-secretário estadual da Fazenda, a hora para enxugar as secretarias regionais bate à porta.

comentários

Comentários (4)

  • Curió diz: 14 de outubro de 2014

    Não só cavalo… depois de amanhã…
    Na hora que a Dilma montar a égua de Anita Garibaldi em Laguna…
    Ninguém segura mais o Colombo nem esta guerreira!
    Nem o netinho de Tancredo.
    Nem o vovô Aluísio.
    Nenhum partido.
    Nem coroné ou senadô !
    Dilma vai ganhar de novo e lavará a égua!
    A Petrobrás já voltou a ser a empresa mais valorizada da América Latina.
    E se ela for também em Lages ajudar o governador as distribuir as lonas será majoritariamente vencedora até aqui em Santa Catarina.
    Esta é outra eleição. Luiza Erundina já está na estrada.

  • Joaquin de laroneato diz: 14 de outubro de 2014

    Se a Dilma se reeleger a Petrobras caira para fundo do poço do pré sal….

    E nóis brasileiros afundaremos e nos afogaremos junto….

    Salve o Brasil dos vira-casacas que tem medo de demonstrar a seriedade para o povo “Veja nos desgovernador, não apoio a presidenta e agora apoia”

  • Sérgio diz: 14 de outubro de 2014

    Tadim do Aecim! A nossa ” coração valente” – Dilma 13- vai depenar mais um tucano no dia 26/10.Aecim não engana mais o eleitor.

  • Schell diz: 14 de outubro de 2014

    Inacreditável: esse senhor apareceu por SC no início do governo colombino, deu pitaco aqui e ali, daí, retirou-se, deixando a filha em cargo comissionado (sem concurso obviamente) e voltou aos EUA onde mora. Agora, volta novamente, com as mesmas ideias de jerico? Outro detalhe: o sr. Colombo, pasmem, disse que a consultoria foi feita em junho/2013, ou seja, há mais de ano e, no entanto, até agora não mexeu um “pauzinho”. Pois é, pobres catarinenses a votar e votar nesses mesmos de sempre que, sabem as ostras, apenas “trabalham” para si mesmos. Lastimável.

Envie seu Comentário