Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

TSE investiga empresa de Florianópolis que recebeu quase R$ 1 milhão na campanha de Dilma

08 de dezembro de 2014 10

As supostas irregularidades na prestação de contas da candidata Dilma Rousseff passam por Florianópolis, conforme reportagem da Folha de S.Paulo. Técnicos do Tribunal Superior Eleitoral suspeitam da contratação da empresa UMTI, de Florianópolis, que recebeu R$ 874.332,25 da campanha petista.

A empresa emitiu notas de R$ 41.268 a R$ 160.328 pela locação de computadores e impressoras e prestação de suporte técnico para o comitê de campanha presidencial.

O CNPJ da empresa está ativo desde 2003, mas ela só obteve autorização da Prefeitura de Florianópolis -um dos locais onde declara estar instalada- para emitir notas fiscais no início de setembro deste ano, já em plena campanha eleitoral.

O material será enviado ao ministro Gilmar Mendes, relator do processo de prestação de contas, que poderá acatar ou não a indicação.

 

 

comentários

Comentários (10)

  • unhudo diz: 8 de dezembro de 2014

    FORA DILMA!!!!!!!!!!!!!!!!

  • José diz: 8 de dezembro de 2014

    Será que a campanha de Dilma tinha obrigação de adivinhar se a empresa estava ou não na normalidade? A obrigação era dessa empresa não de outra pessoa. Cada uma que nao cola nem com super bonder!

  • Walfrido diz: 8 de dezembro de 2014

    São as maracutaias do PT, marca registrada deste partido corrupto.

  • MIRO diz: 9 de dezembro de 2014

    Inacreditável, Gilmar Mendes quase filho de Lula decidir uma situação dessas!!!

  • Max Antonio diz: 9 de dezembro de 2014

    É inacreditável, em quase todos os setores administrados pelo PT existem roubalheiras e desvios do dinheiro público. Se forem a fundo pesquisar, até nos cafundós mais recônditos da Nação impera o mal através da malandragem que, quer queiram ou não, se escuda na doce ilusão de que nada vai acontecer. Quem diria!

  • wilson miranda diz: 9 de dezembro de 2014

    Floripa tem o mar e é fácil fazer lavagem, com água de sal mesmo, estão precisando. Se só emitiram estas duas notas tem um crime de sonegação fiscal aí, será que alguém se habilita em fiscalizar?

  • Jose Geraldo Da Silva diz: 9 de dezembro de 2014

    O festival de noticias da classe política, não sai das páginas policiais. Vamos comemorar que hoje é o dia da classe política brasileira. Dia internacional contra a corrupção.

  • Patrick diz: 9 de dezembro de 2014

    O endereço da empresa é um apartamento na Lagoa. Tudo muito estranho.

  • Vieira diz: 9 de dezembro de 2014

    Enquanto naquela ilha-brasil, o eleitor contribuinte olha as moscas passivamente…a roubalheira campeia!!

  • Carlos Henrique diz: 10 de dezembro de 2014

    Alguém tem dúvidas que as contas serão rejeitadas pelo Gilmar Mendes, ex-advogado geral da União no governo FHC, e por este indicado ao STF para “politizar” a corte?

Envie seu Comentário