Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dor, revolta e saudade

30 de dezembro de 2014 4
Foto: Guto Kuerten/Agência RBS

Foto: Guto Kuerten/Agência RBS

Familiares e amigos protestaram ontem contra a trágica morte de Fernanda Mackowiecky, 28 anos, assassinada durante troca de tiros num assalto à empresa Dom Parking, administradora da Zona Azul de Florianópolis, onde ela trabalhava no último dia 23.
– Estou completamente perdido, sem saber o que fazer. Nada vai superar a ausência dela. O jeito agora é tocar a vida e cuidar dos meus dois filhos – disse Aldo Luiz Barbosa, 35 anos, marido de Fernanda.

Aliás
O Ministério Público está de olho na divulgação, via WhatsApp, do vídeo com depoimento do adolescente acusado da morte de Fernanda na véspera do Natal. Por dois motivos: a imagem do jovem não foi preservada como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente e o “depoimento” foi tomado por PMs na rua, em frente à Central de Plantão de Polícia (CPP).

comentários

Comentários (4)

  • Gio diz: 30 de dezembro de 2014

    Olá Rafael, tadinho do “menino”…tão inocente e tendo sua imagem veiculada…
    Pois que divulguem mesmo, um bandido desse naipe não merece vivem em sociedade, em comunidade, em lugar nenhum a não ser no inferno…perceba a incredulidade da família, o desespero e a falta que essa sra vai fazer.
    Agora, convenhamos, um fato desse (onde ocorreu o assalto) demonstra que estamos totalmente vulneráveis, a incompetência se instalou há alguns anos e não se consegue dar a volta…
    E nós, patos, burros ou trouxas lhes pagando sem um mínimo de retorno.
    É revoltante…

  • Ratão do Banhado diz: 30 de dezembro de 2014

    Rafael,

    Passadas as eleições, está na hora da sociedade pressionar os legisladores e governantes a debaterem seriamente o conceito de punibilidade para os diversos crimes praticados no país.
    Simplesmente trancafiar as pessoas e depois beneficiá-las com progressão de regime à medida que cumprem as penas não inibe ninguém. Medidas sócio educativas para quem já matou, roubou milhões ou trafica drogas não é eficaz. Com as benesses e “condições de trabalho” garantidas está na hora de fazer os agentes públicos trabalharem e se comprometerem com a sociedade que os elege.

    Feliz 2015 a todos os leitores!

  • Carlos diz: 30 de dezembro de 2014

    O que vai acontecer = o adolescente ( que não sabia que o roubo que ía praticar e virou latrocinio) era crime e só levou a arma pra ficar mais bonito NADA VAI LHE ACONTECER, MAS AOS POLICIAIS QUE POSTARAM A FOTO E O OUVIRAM DEFRONTE A CPP, A ESTES SIM SERÃO SEVERAMENTE PUNIDOS PARA SERVIR DE EXEMPLO E ASSIM MAIS CRIMES NÃO SERÃO PRATICADOS- VIVA A JÚSTIÇA (?) BRASILEIRA

  • Florentino do continente diz: 1 de janeiro de 2015

    Olha é o poste mijando no cachorro.

Envie seu Comentário