Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Presidente da CPI dos Radares da Câmara da Capital é investigador e investigado

06 de fevereiro de 2015 1

Vereador Vanderlei Faria, o Lela, presidente da CPI dos Radares da Câmara da Capital, vive a peculiar situação de ser investigador e investigado. Ontem, mesmo dia em que iniciou a tomada de depoimentos sobre a prisão de dois guardas municipais presos no Rio Grande do Sul com R$ 100 mil, Lela foi informado que a Justiça determinou, a pedido do Ministério Público, a quebra de seus sigilos bancário e telefônico no âmbito da operação Ave de Rapina.

Enquanto isso…
Jean Carlos Viana Cardoso, ex-guarda municipal que chegou a ser detido num carro com R$ 100 mil vindo do Rio Grande do Sul, negou qualquer envolvimento no episódio. Cardoso, que na época da detenção era comandante da Guarda Municipal de Florianópolis, respondeu todas as perguntas e enfatizou em vários momentos não ter envolvimento com nenhum delito e que não sabia que havia dinheiro no veículo durante a viagem a Porto Alegre. “Eu estava na hora errada, no lugar errado”, garantiu.

comentários

Comentários (1)

  • Jorge Manoel A diz: 6 de fevereiro de 2015

    E alguém acredita que isso terminará com exemplares punições? Eu duvido!! E já adianto aqui para vocês que apenas os guardas Caju e Adriano é que terão suas cabeças decaptadas. No legislativo, Badeko condenado e Cesar Faria afastado e longe da política, protelando a cadeia com os infindáveis recursos judiciais. Quero saber quando é que irão abrir o nome do “Moch” da Prefeitura de Florianópolis…e pra quem ele carregava as verdinhas…no mais, deixa eu descer que o Berbigão do Boca está me chamando…fuiiiiiiiiiiiiii

Envie seu Comentário