Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vigilância

14 de fevereiro de 2015 3

Depois de receber diversas denúncias, a OAB-SC conseguiu anular o concurso para uma disputada vaga de procurador do Ministério Público junto ao TCE. A decisão foi publicada nesta quinta-feira. A entidade também está monitorando o trâmite do projeto que cria previdência complementar para deputados e servidores comissionados. Se o veto do governador for derrubado, a Seccional pretende ingressar na Justiça.

comentários

Comentários (3)

  • Enor Vieira Junior diz: 14 de fevereiro de 2015

    Parabéns a OAB!!! Resta somente tentar punir aqueles que “tentaram” fraudar o concurso! Espero, somente, que não punam o “motorista”. Chega!!!!

  • Catarina diz: 14 de fevereiro de 2015

    Ora, ora, pelos motivos indicados deveriam também ter anulado o concurso anterior, não havia representantes da OAB durante a prova oral, esteve presente apenas na divulgação das notas, não colocaram as notas na urna na presença do argüido, como estava previsto no edital!
    E também ainda não descobri os motivos que os fizeram fotografar os candidatos na entrega dos documentos.

  • Professor José Germano Cardoso diz: 16 de fevereiro de 2015

    E por falar em previdência complementar para deputados e comissionados vem ai uma campanha do magistério em articulação do sinte com a associação:… SALVE UM PROFESSOR – ADOTE UM COM MESTRADO…

Envie seu Comentário